Dicionário Aegis de Design

(Apresentando 24 verbetes e 4 movimentos)

FRANKL, Paul
(Paul Theodore Frankl)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1886 - Nasce em Vienna, Austria

  • 1958 - Morre na Califórinia, EUA, aos 71 anos.

LETHABY, William R.
(William R. Lethaby)

 Apesar de sua pouca educação formal, Lethaby tornou-se um educador bem sucedido de arquitetos; professor de Ornamento e Design no Royal College of Arts de 1900 a 1919 e autor de diversos livros. Ao longo de sua carreira, Lethaby manteve-se leal a Morris e a Webb e, através destes, a Ruskin, apesar de reinterpretar alguns aspectos do legado destes autores”.
NELSON, Robert. [2004]
Hagia Sophia, 1850-1950: Holy wisdom modern monument.
Chicago, University of Chicago Press.
 CRONOLOGIA: 
  • 1857 - Nasce em Barnstaple, Devon, Reino Unido.

  • 1877 - Depois de estudar na Royal Academy Schools, em Londres, trabalha sob orientação do arquiteto Richard Norman Shaw.

  • 1881 - Torna-se assistente principal de Richard Norman Shaw.

  • 1884 - Funda, junto com outros 14 arquitetos e designers, a Art-Worker’s Guild.

  • 1889 - Monta seu próprio escritório de arquitetura.

  • 1894 - Lethaby é nomeado Inspetor de Arte do Conselho de Educação Técnica, do recém formado London County Council.

  • 1896 - É indicado para o cargo de co-orientador na Central School of Arts and Crafts, em Londres, onde se tornaria diretor adjunto, permanecendo até 1911.

  • 1900 - Nomeado primeiro professor de Arte, no Royal College of Art.

  • 1915 - Torna-se Membro Fundador da Design and Industries Association.

  • 1931 - Morre, na Inglaterra, aos 74 anos.

CASSANDRE, Adolphe M.
(Adolphe Mouron)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1901 - Nasce em Carcóvia, Ucrânia.

  • 1968 - Morre em Paris, França.

BERTOIA, Harry
(Harry Bertoia)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1915 - Nasce na cidade de San Lorenzo,na Itália

  • 1978 - Morre na Pennsylvania, nos EUA

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  REFERÊNCIAS DO CURSO:
  1. Marc Andrew Newson

  2. Carlo Mollino

Escola Suíça
(Escola Suíça)

ORIGENS: Alemanha, Suíça
 Acreditavam no design como uma atividade socialmente útil e importante, tentavam eliminar a expressão pessoal em favor de uma abordagem científica e mais universal do projeto. Design assimétrico construído usando grids e tipografia funcional para exprimir informações da melhor maneira possível. Durou de 1950 até 1970.
  REFERÊNCIAS DO CURSO:
  1. Adrian Frutiger

RIETVELD, Gerrit
(Gerrit Thomas Rietveld)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1888 - Nasce em Utrecht, Holanda.

  • 1900 - Deixa a escola aos 12 anos para trabalhar na oficina de carpintaria de seu pai, onde permanece até 1903.

  • 1904 - Assiste a aulas de desenho e estudo de ornamentação na Associação de Educação de Artes Industriais de Utrecht.

  • 1906 - Recebe aulas do arquiteto P. J. C. Klaarhamer. No mesmo ano, começa a trabalhar na joalheria de C. J. Begeer, onde permanece até 1911.

  • 1911 - Casa-se com Vrouwgien Hadders.

  • 1917 - Após trabalhar na oficina de seu pai por 6 anos, Rietveld sai para abrir sua própria oficina, onde desenvolve seu estilo.

  • 1918 - Aproxima-se do movimento De Stijl. No mesmo ano projeta alguns de seus principais trabalhos, como a cadeira Schelling e a Red and Blue.

  • 1923 - É convidado por Walter Gropius para exibir seu trabalho na Bauhaus.

  • 1924 - Projeta seu primeiro prédio, a casa Rietveld Schröder.

  • 1928 - Torna-se membro fundador do Congrès Internationaux d'Architecture Moderne.

  • 1934 - Projeta a cadeira Zig-Zag.

  • 1958 - É montada uma grande exposição de retrospectiva de seu trabalho no Museu Central de Utrecht.

  • 1961 - Forma parceria com os arquitetos Johan van Dillen e J. van Tricht.

  • 1963 - Começa a trabalhar no projeto do Museu Van Gogh em Amsterdam, concluído posteriormente pelos sócios de Rietveld.

  • 1964 - Morre aos 76 anos em Utrecht, Holanda.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Vilmos Herz

UTAMARO, Kitagawa
(Kitagawa Utamaro)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1753 - Nasce, chamado Kitagawa Ishitarō. Seu local de nascimento é desconhecido.

  • 1770 - Torna-se aprendiz de Toriyama Sekien, artista treinado na Escola Kanō da alta classe japonesa. Apesar de sua alta formação, Sekien era dedicado ao ukiyo-e e sua arte era voltada ao povo de Edo.

  • 1782 - É contratado pelo jovem e ambicioso editor Tsutaya Jūzaburō. Mais tarde, realiza um banquete para vários grandes artistas japoneses onde anuncia seu novo nome artístico, Utamaro.

  • 1783 - Lança, em colaboração com seu amigo escritor Shimizu Enjū, seu primeiro livro ilustrado, entitulado As Fantásticas Viagens de um Playboy na Terra dos Gigantes. Muda-se para a casa de Tsutaya, tornando-se o principal artista da firma. Passa os anos seguintes realizando ilustrações para livros.

  • 1791 - Deixa a ilustração de livros de lado e passa a se concentrar em retratos de mulheres sozinhas, diferente da preferência de outros artistas de ukiyo-e, que costumam representá-las em grupos.

  • 1793 - Ganha reconhecimento que dá fim à sua semi-exclusividade com a firma de Tsutaya, começando a produzir uma série de trabalhos bem conhecidos. Ao longo dos anos, realiza inúmeras ilustrações e estudos da natureza e arte erótica - que, no Japão, não possuía a conotação negativa da pornografia ocidental

  • 1797 - Sofre grande impacto com a morte de seu amigo de longa data Tsutaya Jūzaburō, afetando a qualidade de sua arte a partir de então.

  • 1804 - No auge de sua carreira, é preso ao publicar gravuras de um conto banido. A pintura entitulada Hideyoshi e Suas Esposas, que mostra o general Toyotomi Hideyoshi com suas concubinas, é acusada de manchar a dignidade do real Hideyoshi. A experiência o abala emocionalmente e acaba com sua carreira.

  • 1806 - Morre aos 53 anos em Edo, Japão.

Gruppo 9999
(Gruppo 9999 )

 
  ÍCONE DO MOVIMENTO:

PUIG, Josep
(Josep Puig i Cadafalch)

 Os arquitetos catalãos do início do século XX (...) projetaram uma série de edifícios que recriavam construções históricas dos países do norte europeu. (...) Todas essas construções não eram apenas produtos casuísticos do gosto historicista desses arquitetos de Barcelona, mas também uma declaração explícita da proximidade da cultura e da sociedade Catalã com a Europa – e em contraste com o resto da Espanha”.

LUNA-GARCIA, Antonio. “Just another coffee”. in:
CRONIN, A. & HETHERINGTON, K. [2008]
Consuming the Entrepreneurial City.
New York, Routledge.
 CRONOLOGIA: 
  • 1867 - Nasce em Mataró, Espanha.

  • 1891 - Termina seus estudos na Escuela Provincial de Arquitectura, de Barcelona e volta para Mataró para assumir o posto de Arquiteto Municipal.

  • 1896 - Deixa o posto de Arquiteto Municipal. Envolve-se progressivamente com a política Nacionalista Catalã de Enric Prat de la Riba.

  • 1897 - Torna-se professor de Hidráulica e de Resistência de Mateirais na Escuela Superior de Arquitectura. [Data aproximada]

  • 1898 - Projeta a Casa Amatller, em Barcelona.

  • 1900 - Além de dedicar-se à Cátedra e aos trabalhos de arquitetura (e estudos de Arqueologia) envolve-se progressivamente com a política, desempenhando diversos cargos no Governo.

  • 1905 - Projeta a Casa de les Puntxes, em Barcelona.

  • 1917 - Sucede Enric Prat de la Riba como Presidente do Governo Catalão. Desenvolve projetos de melhoria de museus, escolas, rodovias e agricultura.

  • 1921 - Termina a reforma do edifício Casa Pich i Pon, inspirado na obra do arquiteto americano Louis Sullivan.

  • 1923 - Destituído da Presidência do Governo Catalão pelo golpe militar de Primo de Rivera, passa a dedicar-se aos estudos de Arqueologia.

  • 1929 - Participa da Exposição Universal de Barcelona como arquiteto principal.

  • 1936 - Durante a Guerra Civil Espanhola exila-se em Paris, onde dá classes magistrais e consolida seu prestígio internacional.

  • 1940 - De volta à Espanha, vê-se proibido pelo novo regime de trabalhar como arquiteto.

  • 1942 - Torna-se Presidente do Institut d’Estudis Catalans, cargo que ocupará até sua morte.

  • 1956 - Morre em Barcelona aos 89 anos.

KNOX, Archibald
(Archibald Knox)

 1864 - 1933
 CRONOLOGIA: 
  • 1864 - Nasce Archibald, quinto filho da família Knox, na Ilha de Man, Reino Unido.

  • 1878 - Inicia seus estudos na Douglas School of Art.

  • 1884 - Começa a atuar como professor na Douglas School of Art.

  • 1892 - Especialista em ornamentos celtas, é premiado em um concurso de design de ornamentos históricos.

  • 1893 - Publica Ancient crosses in the Isle of Man na revista The Builder.

  • 1896 - Publica Isle of Man as a Sketching Ground, na prestigiosa revista The Studio.

  • 1897 - Aproxima-se, provavelmente nesta data, da Liberty & Co. que comercializa suas criações sem lhe dar crédito.

  • 1899 - A Liberty & Co. participa da Arts & Crafts Exhibition. Muitos dos produtos exibidos são criações (anônimas) de Knox.

  • 1900 - Começa a lecionar na recém aberta Kingston School of Art.

  • 1902 - Introduz a linha céltica de produtos na Liberty & Co., sendo um dos principais expoentes do Renascimento Celta.

  • 1903 - A Liberty & Co. participa da Arts & Crafts Exhibition com diversos produtos de Knox. Está no auge de sua carreira.

  • 1912 - Renuncia ao posto de professor da Kingston School of Art após críticas a seu método de ensino. Seus alunos abandonam a escola em protesto e fundam a Knox Guild of Craft & Design.

  • 1912 - Deixa a Inglaterra e vai tentar a sorte na Filadélfia, nos Estados Unidos.

  • 1913 - Projeta tapetes para a Bromley & Co., firma da Filadélfia e ensina na Pensilvânia. Mas, incapaz de obter um bom posto nos Estados Unidos, regressa para a Ilha de Man.

  • 1933 - Morre na Ilha de Man aos 69 anos. Em sua lápide, a inscrição: "Archibald Knox, Artista, humilde servo do Senhor no sacerdócio do Belo".

Secessão Vienense
(Secessão Vienense)

ORIGEM: Áustria
 Criada por um grupo de artistas que rompeu com as Academias de Artes de Viena na busca de sua própria visão criativa. Tentou aproximar a arquitetura e as artes decorativas. Embora em fases iniciais o grupo seguisse ou seus membros seguissem o Art Nouveau, mais tarde optou por seguir suas próprias visões criativas como associação independente. Durou de 1897 até 1920.

VOLLARD, Ambroise
(Ambroise Vollard)

ATUAÇÕES: Marchand, Editor(a), Autor(a)
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1866 - Nasce em Saint-Denis, na Île de la Réunion, colônia francesa no Oceano Índico.

  • 1885 - Muda-se para Montpellier, no sul da França, para estudar Direito.

  • 1890 - Muda-se para Paris e abandona os estudos para se tornar um negociante de arte.

  • 1893 - Abre sua própria galeria de arte, na Rue Laffitte; na época, o centro do mercado de arte parisiense.

  • 1895 - Faz sua primeira grande exibição na galeria, com cerca de 150 quadros do artista Paul Cézanne. No mesmo ano promove exibições de Manet, Gauguin e Van Gogh.

  • 1898 - Promove uma segunda exibição das obras de Cézanne.

  • 1901 - Vollard faz a primeira exibição de obras de Pablo Picasso, com cerca de 64 quadros do até então desconhecido artista espanhol.

  • 1904 - Promove a exibição das obras de Henri Matisse.

  • 1911 - É condecorado com a Ordem Nacional da França: a Légion d'honneur.

  • 1914 - Escreve e publica um dos primeiros textos monográficos sobre Cézanne.

  • 1930 - Vollard comissiona Picasso para produzir um conjunto de 100 gravuras, trabalho que ficou posteriormente conhecido como a Suite Vollard.

  • 1937 - Publica sua autobiografia, Souvenirs d'un Marchand de Tableaux.

  • 1939 - Morre aos 73 anos, vítima de um acidente de carro, em Versalhes, na França.

Pós Industrialismo
(Pós Industrialismo)

ORIGEM: Reino Unido
 Pós Industrialismo é uma faceta pós-moderna do design, que representou a quebra do Fordismo e da produção em massa. Sem a restrição do processo industrial de produção e com uma economia baseada no serviço, os designers passaram a criar produtos em edições limitadas. Reutilizava materiais, outrora descartados, para a criação de algo novo. O Pós Industrialismo era muitas vezes experimental e irônico, marcando a chegada das “obras de arte utilizáveis”. Durou de 1978 a 1984.
  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Marc Andrew Newson

ANDERSON, Charles S.
(Charles S. Anderson)

ATUAÇÃO: Designer Gráfico
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1958 - Nasce em Minneapolis, Minnesota.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:

TOULOUSE-LAUTREC, Henri de
(Henri de Toulouse-Lautrec)

 A sensibilidade exasperada pelas cores contrastantes é uma das qualidades de seu “macabro” gênio. Nada o repele; pinta beleza e feiúra com soberba indiferença; pinta o vício e o vil, exóticas, atrozes e obscenas criaturas com a absoluta insolência e o máximo cinismo de um Diabo ou de um Deus que criaram em mútuo antagonismo o cruel e adorável mundo no qual vivemos. (…) Parte da técnica de Lautrec consiste não somente no seu modo original de observar a realidade, mas na sua maneira de ver as coisas: não em porções, não em sombras, mas em massas (…) Lautrec tinha uma paixão por cores brutais, em contrastes violentos e muitas vezes excessivos."
SYMONS, Arthur. [1930]
From Toulouse-Lautrec to Rodin.
New York, Kessinger Publishing..
 CRONOLOGIA: 
  • 1864 - Nasce em Albi, na França.

  • 1878 - Sofre duas quedas consecutivas, nas quais quebra os dois fêmures devido a uma doença manifestada anos antes, que afeta a formação dos ossos, fazendo com que Henri não ultrapasse a altura de 1,52m.

  • 1880 - Monta um estúdio particular em Paris e passa a frequentar teatros e cabarés de Montmartre.

  • 1882 - Estuda Pintura com o retratista Léon Bonnat e, posteriormente, com Fernand Cormon, cujo ateliê frequenta por cinco anos.

  • 1888 - Pinta La Blanchisseuse no jardim de Pere Foret, Paris.

  • 1889 - Expôe suas obras no Salon des Indépendants.

  • 1890 - Produz ilustrações para a revista humorística semanal Le Rire.

  • 1891 - É contratado por Charles Zidler para criar o cartaz do Moulin Rouge, que corresponde ao seu primeiro cartaz litográfico.

  • 1893 - Tem sua primeira mostra individual, na galeria Booussod & Valadon.

  • 1894 - Produz ilustrações para La Revue Blanche.

  • 1896 - É impresso seu trabalho Elles, série de litografias coloridas focada no universo feminino, que produz um panorama da vida nos bordéis.

  • 1899 - O excesso de álcool faz com que seja internado em uma clínica psiquiátrica após um colapso nervoso.

  • 1901 - Morre vítima de sífilis e alcoolismo, em Malmoré, na França.

LIBERTY, Arthur
(Arthur Liberty)

ATUAÇÃO: Empresária(o)
 O nome de Liberty era também bastante conhecido na França. O designer Ernest Duez escreveu, em 1895: “É incrível como os compradores acorrem, em massa, às lojas Maple e Liberty. E têm razão: lá encontram móveis e tecidos que ainda não se vêem em lugar nenhum (...)”
TSCHUDI-MADSEN, Stephan.[1956]
The Art Nouveau Style.
New York, Dover Publications, 2002.
 CRONOLOGIA: 
  • 1843 - Nasce em Chesham, Inglaterra.

  • 1859 - Aos 16 anos começa a trabalhar como ajudante de seu tio, um vendedor de rendas.

  • 1862 - Arthur rejeita o aprendizado em tecelaria, preferindo ir trabalhar para a loja Farmer & Rogers’ Great Shawl & Cloak Emporium, especializada em moda feminina, onde rapidamente se torna gerente. No mesmo ano, visita a Grande Exposição Internacional, aonde se apaixona pela arte japonesa, principalmente

  • 1864 - Arthur torna-se gerente da Oriental Warehouse, uma divisão do Emporium para as obras e objetos do Japão e Oriente Médio. Nos anos que se seguem, Arthur conhece e se aproxima de grandes artistas como Leighton, Burne-Jones, Rossetti, Whistler, e William Morris.

  • 1875 - Após ter um projeto de parceria rejeitado por Farmer & Rogers, pega um empréstimo de 2000 libras e funda sua própria loja, Liberty & Co. em Londres, na 218A Regent Street, com apenas três funcionários. Especializa-se na venda de ornamentos, tecidos e objetos de arte do Japão e Oriente Médio.

  • 1877 - Com o rápido crescimento e popularidade de sua loja, Arthur quita o empréstimo feito e expande a área de seu negócio, comprando o resto da propriedade em 218 Regent Street.

  • 1885 - Cada vez maior e mais reconhecida, Liberty & Co. torna-se a loja mais elegante e interessante para se comprar roupas e decorações em Londres, com uma clientela exótica que incluía famosos nomes como os artistas integrantes do movimento Pré-Rafaelita, com inúmeros setores para cada tipo de item e com

  • 1913 - Arthur é condecorado cavaleiro em reconhecimento por sua ampla contribuição e incentivo para as artes aplicadas e decorativas da Inglaterra. Neste ano se aposenta da administração ativa da loja.

  • 1917 - Morre, aos 64 anos, em Buckinghamshire, Inglaterra.

CASSATT, Mary
(Mary Cassatt)

ATUAÇÃO: Pintor(a)
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1844 - Nasce em Pensilvânia, Estados Unidos.

  • 1855 - Tem seu primeiro contato com a arte de renomados pintores franceses como Ingres, Delacroix, Corot e Courbet na Exposição Universal de Paris.

  • 1859 - Apesar dos protestos de sua família, começa a estudar pintura na Academia de Belas Artes da Pensilvânia.

  • 1865 - Cansada da atitude paternalista de seus colegas e professores, e impaciente com o progresso lento de seus estudos, decide deixar a escola e estudar os antigos mestres por si só.

  • 1866 - Muda-se para Paris com sua mãe, mas como mulheres são proibidas de estudar na Escola de Belas Artes de Paris, Cassatt procura por aulas particulares com os mestres da academia. É aceita por Jean-Leon Gérome, um renomado artista hiperrealista e conhecido por sua pintura de temas exóticos.

  • 1868 - Tem sua primeira pintura, “A Tocadora de Mandolin” aceita no Salão de Paris. Cassatt é uma das duas únicas mulheres americanas aceitas na exposição aquele ano.

  • 1870 - Retorna aos Estados Unidos para viver com sua família, mas continua sem receber incentivo. Desiludida com a falta de interesse do público em adquirir sua arte, Cassatt chega perto de desistir de sua carreira artística.

  • 1872 - Tendo retornado para a Europa no final do ano anterior, tem mais um quadro aceito e vendido no Salão de Paris, chamando a atenção da comunidade artística de Parma, que a incentiva e encoraja a continuar.

  • 1877 - Tem, pela primeira vez em sete anos, todas as suas pinturas rejeitadas pelo Salão de Paris. É então convidada por Degas a mostrar seu trabalho junto dos Impressionistas em suas exposições indepentes. Mary aceita com entusiasmo.

  • 1891 - Atraída pela simplicidade e uso de blocos de cor da ilustração japonesa, exibe uma série de gravuras coloridas em água-tinta, dentre elas O Penteado e O Banho, inspiradas nas obras de mestres Japoneses exibidas em Paris. Suas obras são consideradas sua contribuição mais original à história da arte.

  • 1893 - Pinta o mural Mulher Moderna, dividido em três partes, para a ala das mulheres na Feira Universal de Chicago. Bertha Palmer, mulher de negócios americana responsável pela encomenda, considerava Cassatt como a única capaz de realizar tal obra tão importante sobre o status das mulheres na era atual.

  • 1904 - Recebe a Legião de Honra da França por sua contribuição nas artes. Seu sucesso é reconhecido na Europa, porém em sua terra natal e entre sua família Cassatt não recebe o devido mérito.

  • 1914 - É forçada a parar de pintar devido ao estado avançado de sua catarata.

  • 1915 - Exibe dezoito de suas obras em apoio ao movimento Sufragista. Seu apoio ao movimento feminista causa conflitos entre Cassatt e sua família, o que a faz vender suas obras antes destinadas a seus herdeiros.

  • 1926 - Morre aos 82 anos próxima a Paris, França.

BRADLEY, Will H.
(William Henry Bradley)

 

DALÍ, Salvador
(Salvador Dalí i Domènech)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1904 - Nasce em Figueras, Catalunha.

  • 1916 - Entra em contato com a pintura impressionista após conhecer a família do pintor Ramón Pichot. No mesmo ano, recebe aulas de Juan Núñez na Escola Municipal de Desenho em Figueras.

  • 1919 - Funda a revista Studium com um grupo de amigos, na qual eram publicados poemas, ilustrações e artigos sobre obras de arte.

  • 1922 - Vai morar na Residencia de Estudiantes em Madri, onde ingressa na Real Academia de Bellas Artes de San Fernando (da qual é expulso em 1926).

  • 1924 - Ilustra um livro pela primeira vez, uma publicação do poema Les Bruixes de Llers, de seu amigo Carles Fages de Climent.

  • 1925 - É realizada a primeira mostra individual de seus trabalhos, na Galeria Dalmau, em Barcelona.

  • 1926 - Visita Paris pela primeira vez, onde conhece Pablo Picasso e entra em contato com o cubismo.

  • 1927 - Faz colaborações para a revista L’Amic de les Arts.

  • 1928 - Entra em contato com o grupo de surrealistas, liderado por André Breton, ao qual se junta oficialmente no ano seguinte.

  • 1929 - Participa na realização do curta-metragem Un Chien Andalou, de Luis Buñuel.

  • 1930 - Colabora novamente com Luis Buñuel, dessa vez no filme L'Âge d'Or.

  • 1931 - Pinta uma de suas obras surrealistas mais famosas, La persistència de la memòria.

  • 1934 - É publicado Les Chants de Maldoror de Lautréamont, com ilustrações de Dalí. Nesse mesmo ano, casa-se com Gala, com quem já vivia desde 1929.

  • 1936 - Participa da International Surrealist Exhibition, em Londres.

  • 1938 - Suas obras são expostas na Exposition Internationale du Surréalisme, organized por André Breton e Paul Eluard, na Galerie Beaux-Arts em Paris.

  • 1939 - É expulso do grupo surrealista por André Breton.

  • 1940 - Com o início da Segunda Guerra, muda-se para os EUA, onde permanece por oito anos.

  • 1945 - Trabalha com Alfred Hitchcock em Spellbound, onde projeta o cenário de uma sequência onírica do filme.

  • 1974 - É fundado o Teatre-Museu Dalí em Figueras.

  • 1989 - Morre aos 84 anos, em Figueras, Catalunha.

JANÁK, Pavel
(Pavel Janák)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1882 - Nasce em Praga, República Tcheca.

  • 1901 - Entra para o curso de Arquitetura e Engenharia Civil na Universidade Técnica Tcheca em Praga, onde torna-se aluno de Josef Schulz.

  • 1906 - Vai para Viena, estudar na Academia de Belas Artes.

  • 1908 - Retorna à Praga, onde trabalha no escritório de arquitetura de Kotera. No mesmo ano, ajuda a fundar a Artel (associação de artistas que teorizavam e discutiam sobre arte).

  • 1910 - Publica artigo na revista Styl.

  • 1912 - Publica o artigo Prism and Pyramid no jornal Umelecký mesícník (Arte Mensal).

  • 1921 - É nomeado professor na Escola de Artes Aplicadas de Praga e editor da revista Výtvanár práce.

  • 1922 - Projeta o pavilhão da Tchecoslováquia na Exposição Internacional do Rio de Janeiro.

  • 1931 - Começa a trabalhar na expansão de um edifício histórico, o Palácio Cernín.

  • 1933 - Publica o livro One Hundred Years of Rental Residential Housing in Prague.

  • 1937 - Assume o cargo de supervisor na revitalização do Castelo de Praga.

  • 1950 - Participa da restauração do Palácio de Verão Hvezda.

  • 1956 - Morre aos 74 anos, em Praga, República Tcheca.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Otakar Novotný

Vkhutemas
(Vkhutemas)

 Escola russa de design, que funcionou de 1920 a 1930, equivalente à (alemã) Bauhaus. A instituição focava particularmente no desenvolvimento de técnicas avançadas de ensinamento e no treinamento de um grande número de artistas soviéticos, que alcançaram certo renome. Junto com IZO NKP e INKhUK, ela dominou consideravelmente a ideologia artística, a educação e a administração na União Soviética. Os professores mais influentes foram artistas e arquitetos como Naum Gabo, Anton Lavinskii, Antoine Pevsner, Liubov' Popova, Aleksandr Rodchenko, e Vikto e Aleksandr Vesnin.
BYARS, Mel. [1994]
The Design Encyclopedia.
New York, The Museum of Modern Art, 2004..

Ooops!
Não encontramos resultados
com essa pesquisa.