Dicionário Aegis de Design

(Resultado para atuação Designer de Móveis)

  • Emile Gallé

    Designer de MóveisAcessar
  • Gustav Stickley

    Designer de MóveisAcessar
  • Charles Limbert

    Designer de MóveisAcessar
  • Alexandre-Georges Fourdinois

    Designer de MóveisAcessar
  • Guillaume Grohé

    Designer de MóveisAcessar
  • Henry Dasson

    Designer de MóveisAcessar
  • Louis-Édouard Lemarchand

    Designer de MóveisAcessar
  • Gaspar Homar i Mezquida

    Designer de MóveisAcessar
  • Verner Panton

    Designer de MóveisAcessar
  • Harry Bertoia

    Designer de MóveisAcessar
  • Pierre Paulin

    Designer de MóveisAcessar
  • Kathleen Eileen Moray Gray

    Designer de MóveisAcessar
  • Karl Emanuel Martin Weber

    Designer de MóveisAcessar
  • Paul Theodore Frankl

    Designer de MóveisAcessar
  • Augustus W. N. Pugin

    Designer de MóveisAcessar
  • Louis Majorelle

    Designer de MóveisAcessar
  • Carlo Bugatti

    Designer de MóveisAcessar
  • Bruno Paul

    Designer de MóveisAcessar
  • Charles Robert Ashbee

    Designer de MóveisAcessar
  • Charles Voysey

    Designer de MóveisAcessar
  • Michael Thonet

    Designer de MóveisAcessar
  • Richard Riemerschmid

    Designer de MóveisAcessar
  • Paul Hankar

    Designer de MóveisAcessar
  • Lluis Domènech i Montaner

    Designer de MóveisAcessar
  • Philip Webb

    Designer de MóveisAcessar
  • Gustave Serrurier-Bovy

    Designer de MóveisAcessar
  • Édouard Colonna

    Designer de MóveisAcessar
  • Eugène Gaillard

    Designer de MóveisAcessar
  • Eugène Vallin

    Designer de MóveisAcessar
  • Humberto e Fernando Campana

    Designer de MóveisAcessar
  • Eero Aarnio

    Designer de MóveisAcessar
  • Jacques-Émile Ruhlmann

    Designer de MóveisAcessar
  • Ross Lovegrove

    Designer de MóveisAcessar
  • Hugo Alvar Henrik Aalto

    Designer de MóveisAcessar
  • Donald Deskey

    Designer de MóveisAcessar
  • Gilbert Rohde

    Designer de MóveisAcessar
  • Alfred Waterhouse

    Designer de MóveisAcessar
  • Edward William Godwin

    Designer de MóveisAcessar
  • Ernest Gimson

    Designer de MóveisAcessar
  • Johan Thorn Prikker

    Designer de MóveisAcessar
  • Talwin Morris

    Designer de MóveisAcessar
  • Hector Guimard

    Designer de MóveisAcessar
  • René Lalique

    Designer de MóveisAcessar
  • Alexandre-Louis Charpentier

    Designer de MóveisAcessar
  • Norman Robert Foster

    Designer de MóveisAcessar
  • Jean Nouvel

    Designer de MóveisAcessar
  • Arthur Mackmurdo

    Designer de MóveisAcessar
  • Otto Prütscher

    Designer de MóveisAcessar
  • Jacques Grüber

    Designer de MóveisAcessar
  • Renzo Piano

    Designer de MóveisAcessar
  • Richard George Rogers

    Designer de MóveisAcessar

GALLÉ, Emile
(Emile Gallé)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1846 - Nasce em Nancy, na França.

  • 1862 - Estuda Botânica na Université de Nancy.

  • 1865 - Estuda Filosofia e Mineralogia em Weimar e no atelier FüR Architektur und Kunstgewerber, até 1866.

  • 1866 - Torna-se aprendiz de vitraleiro na Burgun und Schverer, em Meisenthal na Alemanha.

  • 1877 - Assume a diretoria da empresa de sua família.

  • 1878 - Expõe seus trabalhos pela primeira vez na Exposition Universelle de Paris, e é premiado com quatro medalhas de ouro.

  • 1884 - Expõe cerca de 300 peças em vidro, de grande diversidade artística, na Union Centrale des Arts Décoratifs, em Paris.

  • 1885 - Estuda arte oriental e técnicas de pintura com seu colega e artista botânico japonês, Tokouso Takashima.

  • 1889 - É premiado novamente na Exposition Universelle por seus móveis e peças de vidro e cerâmica,.

  • 1900 - É nomeado Comandante da Légion d'Honneur.

  • 1901 - Funda a École de Nancy, também conhecida como Alliance Provinciale des Industries d’Art.

  • 1904 - Morre em Nancy, aos 58 anos, vítima de leucemia.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Ernest Bussière

STICKLEY, Gustav
(Gustav Stickley)

 [Após entrar em contato com o Arts & Crafts] Senti que os móveis sem expressão, mal construídos e excessivamente ornamentados que eram despejados em quantidades enormes pelas fábricas eram não apenas um malefício em si mesmo, mas também que suas presenças nos lares das pessoas era uma influência que as afastava dos bons princípios que moldam homens honestos e bons cidadãos”.
STICKLEY, Gustav. Apud TODD, Pamela. [2004]
The Arts & Crafts Companion.
Bath, Palazzo.
 CRONOLOGIA: 
  • 1858 - Nasce em Osceola, Wisconsin, nos EUA.

  • 1869 - Aos 12 anos, trabalha como pedreiro com seu pai.

  • 1875 - Muda-se com sua mãe e alguns irmãos para Brandt, na Pensilvânia, onde começa a trabalhar na fábrica de cadeiras de seu tio.

  • 1883 - Funda, com seus irmãos Albert e Charles, a Stickley Brothers Company em Susquehanna , Pensilvânia. Nesse mesmo ano, se casa com Eda Ann Simmons.

  • 1888 - A Stickley Brothers Company é dissolvida.

  • 1892 - É nomeado Diretor de Operações Manuais na New York State Prison em Auburn, permanecendo no cargo até 1894.

  • 1895 - Viaja para a Europa pela primeira vez, onde tem contato com os movimentos Arts & Crafts e Art Nouveau.

  • 1898 - Funda a Gustave Stickley Company em Eastwood, subúrbio de Syracuse, Nova York.

  • 1900 - Em parceria com Henry Wilkinson e, posteriormente, LaMont A. Warner, cria seu primeiro trabalho de Arts & Crafts, seguindo uma linha experimental denominada New Furniture.

  • 1901 - Lança a revista The Craftsman, de grande importância para o fortalecimento do Arts & Crafts americano.

  • 1903 - Muda o nome de sua empresa para The Craftsman Workshop, e seus produtos passam a ser comercializados com a marca “Craftsman”.

  • 1904 - Cria o Craftsman Home Builders' Club.

  • 1908 - Compra propriedade para estabelecer um colégio para meninos em Morris Plains , Nova Jersey. O local fica conhecido posteriormente como Craftsman Farms.

  • 1915 - Declara falência, com uma dívida de quase 250 mil dólares.

  • 1916 - A revista The Craftsman para de ser publicada.

  • 1942 - Morre aos 84 anos, em Syracuse, Nova York.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:

LIMBERT, Charles
(Charles Limbert)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1854 - Nasce em Linesville, na Pennsylvania, filho de um marceneiro e negociante de móveis.

  • 1870 - É iniciado no negócio de móveis na loja de seu pai em Akron, Ohio, na década de 1870.

  • 1878 - Com a falência do negócio do pai, segue com a mãe e a irmã para o Oeste.

  • 1880 - Em meados da década de 1880, encontra-se em Chicago onde trabalha na loja de móveis de John A. Colby, estabelecendo reputação de excelente vendedor.

  • 1889 - Associa-se com Philip J. Klingman – vendedor e empresário -, e iniciam a produção de moveis em Grand Rapids, Michigan.

  • 1892 - Fim da sociedade com Klingman.

  • 1894 - Funda a Charles P. Limbert Company.

  • 1896 - Começa a produção de moveis no estilo Arts and Crafts, que chamará de Dutch Arts & Crafts (reconhecendo a influência da população de origem Holandesa da área de Grand Rapids).

  • 1902 - Limbert cria a Holland Dutch and Arts and Crafts Company, nas cidades de Grand Rapid e de Holland (também em Michigan).

  • 1904 - Expõe na Louisiana Purchase Exposition, em St. Louis com grande êxito.

  • 1905 - Projeta e constrói a Square-Cut Café Chair, inspirada em Charles Rennie Mackintosh.

  • 1906 - Projeta e constrói a Oval Center Table, também inspirada nas cadeiras do Willow Tea Rooms, de Mackintosh e Margaret MacDonald.

  • 1922 - Com problemas de saúde, vende sua parte na companhia e retira-se do negócio.

  • 1923 - Morre em Grand Rapids, Michigan, aos 69 anos.

FOURDINOIS, Alexandre-Georges
(Alexandre-Georges Fourdinois)

 [Léon] Marcotte e [Auguste-Émile] Ringuet-Leprince, cientes da notoriedade do aparador criado por Alexandre-Georges Fourdinois para a Exposição de 1851 do Crystal Palace, Londres, resolveram elaborar uma peça igual para demonstrar que suas habilidades eram idênticas às de Fourdinois”.

BECKERDITE Luke. (Ed.) [2011]
American Furniture.
Fox Point (Wisconsin), Chipstone Foundation.
 CRONOLOGIA: 
  • 1799 - Nasce, filho de uma família de escultores de madeira parisienses.

  • 1810 - Começa (provavelmente) seu aprendizado nos ateliers de Jacob Desmalter, na década de 1810.

  • 1835 - Associa-se com Jules Fossey, desenhista de móveis do estilo Renaissance que trabalhou na Inglaterra. Criam a Fourdinois & Fossey.

  • 1844 - A Casa Fourdinois & Fossey é premiada na Exposição de Produtos da Indústria Francesa.

  • 1848 - Fim da associação com Jules Fossey. Fourdinois continua seu negócio isoladamente.

  • 1851 - Conquista uma medalha na Exposição Universal de Londres (com um buffet de estilo neo-renascentista).

  • 1855 - Participa da Exposição Universal de Paris, conquistando a Medalha de Ouro com um gabinete (hoje no acervo do Victoria & Albert Museum).

  • 1860 - Indícios do ingresso do filho, Henri-Auguste, no negócio, aportando novas influências e inspirações.

  • 1862 - Participa da Exposição Universal de Londres.

  • 1867 - Participa da Exposição Universal de Paris.

  • 1867 - Passa o comando de seu negócio para o filho Henri-Auguste Fourdinois, que conduzirá a Casa a seu apogeu.

  • 1871 - Morre, ao 72 anos, em Paris.

GROHÉ, Guillaume
(Guillaume Grohé)

 Trata-se de um célebre empresário que também foi um dos maiores artistas de seu tempo, com trabalhos à altura dos de Boulle, Gouthière e de Riesenère. Foi um dos grandes Mestres Marceneiros do Século XIX, com uma carreira de mais de cinquenta anos dedicada à reconstrução de uma arte nacional. Graças a ele nossos museus e nossos palácios nacionais estão repletos com obras-primas incomparáveis”.

HENRIQUE DE ORLÉANS, Duque de Aumale.
 CRONOLOGIA: 
  • 1808 - Nasce Wilhelm Grohe, no Grão Ducado de Hesse-Harmstadt, na Alemanha, filho de um agricultor.

  • 1827 - Migra, com o irmão mais velho – Johann Michael -, para a França estabelecendo-se em Paris onde começa a trabalhar como marceneiro.

  • 1829 - Abre com Jean Michel (Johann Michael) uma loja de móveis e de objetos de arte.

  • 1834 - Apresenta objetos com desenhos de inspiração Egípcia e Gótica na Oitava Exposição Industrial de Paris, atraindo atenção para seus trabalhos.

  • 1844 - Os irmãos conquistam uma Medalha de Ouro na Décima Exposição Industrial de Paris.

  • 1847 - O estabelecimento dos irmãos passa a chamar-se Grohé Frères; sendo Guillaume o sócio principal.

  • 1849 - É condecorado com o título de Oficial da Légion d’Honneur.

  • 1861 - Com a aposentadoria do irmão, segue só à frente dos negócios.

  • 1878 - Incapaz de continuar com os negócios, fecha a firma.

  • 1885 - Morre, aos 77 anos, em Paris.

DASSON, Henry
(Henry Dasson)

 Henry Dasson conquistou o respeito de todos muito rapidamente graças à perfeição de suas obras, pelo que merece calorosos aplausos".

GONSE, Louis. Crítico de arte.
 CRONOLOGIA: 
  • 1825 - Nasce em ambiente relativamente humilde, filho de um trabalhador de curtume.

  • 1840 - Inicia sua carreira (provavelmente na década de 1840) como artesão de bronze, especialista em gabinetes para relógios.

  • 1870 - Compra o negócio do Mestre Marceneiro Charles-Guillaume Winckelsen, após a morte deste.

  • 1878 - Obtém sucesso na Exposição Universal de Paris de 1878.

  • 1883 - Participa da Exibição Internacional de Amsterdã, junto com Beurdeley, Fourdinois, Damon et Cie e Christofle.

  • 1889 - É laureado com o Grand Prix Artistique da Exposição Universal de Paris.

  • 1889 - É condecorado Cavaleiro da Légion d’Honneur, no grau de Oficial.

  • 1894 - Encerra suas atividades e fecha a firma Dasson & Cie.

  • 1896 - Morre, em Paris, aos 71 anos de idade.

LEMARCHAND, Louis-Édouard
(Louis-Édouard Lemarchand)

 Louis-Édouard Lemarchand, fornecedor acreditado da Coroa durante os reinados de Charles X e de Louis-Philippe, criou peças singulares guarnecidas com ornamentos em aço que imitavam os móveis de [André-Charles] Boulle".

LEDOUX-LEBARD, Denise. [1965]
Les ébenistes du XIXe siècle: leus oeuvres et leurs marques.
Paris, Éditions de l'Amateur, 1984.
 CRONOLOGIA: 
  • 1795 - Nasce em Paris, filho do conhecido marceneiro Charles-Joseph Lemarchand.

  • 1810 - Começa a estudar Arquitetura, aos 15 anos.

  • 1813 - Grande admirador de Napoleão Bonaparte, abandona os estudos e entra na Academia Militar de Saint Cyr.

  • 1815 - Regressa a Paris após a Batalha de Waterloo para assumir os negócios do pai.

  • 1830 - O negócio prospera e, após obter diversas comissões importantes, é nomeado marceneiro oficial do Duque de Orléans.

  • 1840 - Confecciona o caixão de ébano onde serão depositadas as cinzas de Napoleão, nos Invalides.

  • 1844 - Apresenta-se na Exposição da Indústria de Paris.

  • 1846 - Associa-se ao marceneiro André Lemoine.

  • 1852 - Embora gozando de boa saúde, passa seus negócios a André Lemoine (que continuará com a firma até 1893).

  • 1872 - Morre aos 77 anos, em Paris.

HOMAR, Gaspar
(Gaspar Homar i Mezquida)

 Nos últimos anos de sua vida, quando o Modernismo [Catalão] já era um movimento proscrito, Gaspar Homar lamentava sua falta de reconhecimento público. Até mesmo sua morte (...) passou completamente despercebida. (...) [N]ão encontramos sequer uma nota necrológica nos diários e revistas da época. (...) Josep Garrut e Enriqueta Ramon, sua filha, ainda se lembram das lamúrias do artista e de sua depressão por não ser compreendido. (...) Seu reconhecimento foi póstumo”.
FONDEVILA, Mariàngels. [1998]
Gaspar Homar: Moblista i dissenyador del modernisme.
Museu Nacional D’Art de Catalunya.
 CRONOLOGIA: 
  • 1870 - Nasce Gaspar Homar Mesquida, em Palma de Mallorca.

  • 1883 - Muda-se com sua família para Barcelona.

  • 1884 - Aos 13 anos Gaspar começa a trabalhar no “Tallers d’Indústries Artistiques” de Fransesc Vidal Jevellí.

  • 1891 - Desenha os móveis de sua própria casa com influencias góticas dos de Viollet-le-Duc.

  • 1893 - Decoração do palácio Montaner, e desenhos de mobiliário da casa Amatller sob a confiança de Puig i Cadalfach.

  • 1894 - Torna-se sócio do Centro de Artes Decorativas, que tinha o propósito de fomentar as indústrias artísticas e impulsionar o progresso da arte decorativa.

  • 1900 - Trabalha na decoração da farmácia Grau Iglada junto com Alexandre Riquer.

  • 1901 - É encarregado de mobilhar e decorar a casa Navàs, que era projeto de Lluís Domènech i Montaner.

  • 1907 - Recebe o prêmio “Grand Prix” na “International Exhibition Artistic Furniture and Home Decorations” feita no Palácio de Cristal em Paris.

  • 1910 - Cadeira de espaldar alto, baseado nos desenhos da escola de Glasgow.

  • 1915 - Projeto de móveis no estilo “Renacimiento” para o colecionador Ignasi Abadal. Finaliza sua etapa de criação modernista.

  • 1942 - Ultima colaboração com Josep Pey.

  • 1955 - Morre aos 84 anos, devido a uma broncopneumonia.

PANTON, Verner
(Verner Panton)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1926 - Nasce em Gentofte, Dinamarca.

  • 1998 - Morre aos 72 anos de idade.

BERTOIA, Harry
(Harry Bertoia)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1915 - Nasce na cidade de San Lorenzo,na Itália

  • 1978 - Morre na Pennsylvania, nos EUA

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  REFERÊNCIAS DO CURSO:
  1. Marc Andrew Newson

  2. Carlo Mollino

PAULIN, Pierre
(Pierre Paulin)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1927 - Nasce em Paris, França

  • 2009 - Morre em Montpellier, França, aos 81 anos

GRAY, Eileen
(Kathleen Eileen Moray Gray)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1878 - Nasce na Irlanda

  • 1976 - Morre em Paris, aos 98 anos

WEBER, KEM
(Karl Emanuel Martin Weber)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1889 - Nasce em Berlin, Alemanha

  • 1924 - Se torna um cidadão americano ao fim da Primeira Guerra Mundial, após ter que permanecer nos EUA durante a mesma

  • 1963 - Morre aos 74 anos

FRANKL, Paul
(Paul Theodore Frankl)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1886 - Nasce em Vienna, Austria

  • 1958 - Morre na Califórinia, EUA, aos 71 anos.

PUGIN, Augustus W. N.
(Augustus W. N. Pugin)

 Pugin foi o Gibbon da Arquitetura. Nos seus Contrasts escreveu a história de seu declínio e de sua queda – não da maneira zombeteira do grande discípulo de Voltaire -, mas com a solenidade e com a veemente eloquência de Savonarola. Como o dominicano italiano, o arquiteto inglês foi mais um reformista e delator dos abusos do paganismo. Embora fosse tão ortodoxo quanto Savonarola, teve mais sorte por ter nascido em tempos mais felizes. Tempos nos quais a denúncia de abusos não implicava em uma candidatura ao martírio”.

FERREY, Benjamin. [1861]
A.N. Welby Pugin and his Father.
London, Edward Stanford .
 CRONOLOGIA: 
  • 1812 - Nasce em Londres, na Inglaterra, filho do desenhista de projetos arquitetônicos francês Augustus Charles Pugin.

  • 1821 - Começa, desde cedo, a ser treinado pelo pai para fazer desenhos de edifícios góticos para ilustrar seus trabalhos.

  • 1827 - Vai trabalhar com a firma de ourivesaria Rundell & Bridge, que foi contratada para desenhar os móveis do recém-restaurado Castelo de Windsor.

  • 1830 - Abre um negócio de produção de entalhes góticos e de treinamento de pedreiros no estilo medieval. O negócio não obtém êxito, falindo logo em seguida.

  • 1835 - Pugin converte-se ao Catolicismo. Começa a trabalhar com o arquiteto Charles Barry no projeto vencedor para a reconstrução do Parlamento Inglês (destruído pelo fogo no ano anterior).

  • 1837 - Começa a trabalhar nas Torres de Alton. Nomeado Arquiteto e Professor de Antiguidades Eclesiásticas no Oscott College.

  • 1839 - Termina a construção de sua primeira igreja: a Igreja de St. Mary, em Uttoxeter, no interior da Inglaterra.

  • 1840 - Começa a trabalhar na Igreja Católica de St. Giles Cheadlem, em Staffordshire. Também inicia o projeto do Hospital de São João Batista, em Alton.

  • 1841 - Começa o trabalho na Catedral de St. George, em Southwark.

  • 1844 - Começa a construção de sua residência, em Ramsgate, Kent, chamada The Grange, ou St. Augustine’s Grange.

  • 1846 - Começa a construção da Igreja de St. Wilfrid, em Staffordshire.

  • 1847 - Após uma viagem à Itália, onde encontra o Papa, começa a trabalhar no projeto do Castelo de Alton.

  • 1850 - Termina a construção da St. Augustine’s Grange.

  • 1851 - Nomeado Commissioner of Fine Arts for the Great Exhibition.

  • 1852 - Morre, sendo enterrado na Igreja de sua propriedade, em St. Augustine’s Grange.

MAJORELLE, Louis
(Louis Majorelle)

 1859 - 1926
 CRONOLOGIA: 
  • 1859 - Nasce em Toul, na França.

  • 1877 - Ingressa na École des Beaux-Arts de Paris, onde estuda Pintura sob a orientação de Jean-François Millet.

  • 1879 - Após a morte de seu pai, Auguste Majorelle, Louis abandona os estudos e retorna à Nancy para assumir os négocios da família ao lado de seu irmão, Jules.

  • 1894 - Começa a desenvolver um estilo Art Nouveau, sob influência de Émile Gallé.

  • 1898 - Contrata Henri Sauvage, jovem arquiteto parisiense, para colaborar com Lucien Weissenburger na construção de sua casa em Nancy, Villa Majorelle (também conhecida como Villa Jika).

  • 1900 - Expõe suas peças de decoração na Exposition Universelle de Paris, o que implusiona o reconhecimento de seu trabalho internacionalmente.

  • 1901 - É co-fundador da École de Nancy, da qual se torna vice-presidente.

  • 1904 - Ganha o Grand Prize na St. Louis World's Fair.

  • 1910 - Abre lojas nas cidades de Nancy, Paris, Lyon e Lille.

  • 1916 - Incêndio destrói suas fábricas na Rue de Vieil-Aître, em Nancy.

  • 1917 - Um bombardeio alemão destrói sua loja na Rue Saint-Georges, em Nancy. Ele se muda então para Paris, e só volta para Nancy e reconstrói seus estabelecimentos após o fim da Primeira Guerra Mundial.

  • 1925 - Participa da Exposition Internationale des Arts Décoratifs et Industriels Modernes em Paris, inclusive como membro do júri.

  • 1926 - Morre em Nancy, na França.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Ernest Bussière

BUGATTI, Carlo
(Carlo Bugatti)

 1856 - 1940
 CRONOLOGIA: 
  • 1856 - Nasce em Milão, Itália.

  • 1870 - Estuda Arquitetura na Accademia di Belle Arti di Brera (também conhecida como Accademia di Brera), em Milão.

  • 1875 - Entra para a Académie des Beaux-Arts, em Paris.

  • 1880 - Inicia sua carreira como arquiteto em Milão e casa-se com Teresa Lorioli.

  • 1888 - Exibe móveis de sua autoria na FIne Arts Fair em Milão. No verão do mesmo ano, participa também da Italian Exhibition em Londres.

  • 1900 - É premiado com medalha de prata na Paris World Fair.

  • 1902 - Participa da Art Decorative International Exhibition em Turin, onde é premiado pela cadeira Cobra, parte da decoração de seu Snail Room.

  • 1904 - Vende seu estúdio em Milão e se muda para Paris, onde começa a trabalhar para grandes lojas de departamento como Maison Dufayel e Au Bon Marché.

  • 1910 - Muda-se para Pierrefonds, onde abre seu atelier.

  • 1914 - É nomeado prefeito de Pierrefonds, permanecendo no cargo até 1918.

  • 1935 - Vai morar em Molsheim, próximo ao seu filho Ettore.

  • 1940 - Morre aos 84 anos em Molsheim, França.

ASHBEE, Charles Robert
(Charles Robert Ashbee)

 Charles Robert Ashbee afirmou que os princípios do Movimento Arts and Crafts foram desenvolvidos de maneira mais lógica e mais consistente nos Estados Unidos e na Europa do que na Grã-Bretanha.”

ADAMS, Steven. [1987]
The Arts & Crafts Movement.
London, Grange Books.
 CRONOLOGIA: 
  • 1863 - Nasce na vila de Isleworth, Inglaterra.

  • 1883 - Passa 3 anos estudando no King's College, em Cambrige, sob a orientação do arquiteto George Frederick Bodley.

  • 1888 - Funda a Guild and School of Handicraft no Toynbee Hall.

  • 1890 - A escola muda-se para Essex House em Mile End, Londres.

  • 1898 - Traduz e publica Benvenuto Cellini's Treatises; um clássico que descreve técnicas de ouriversaria e escultura.

  • 1902 - A escola é forçada a mudar-se de novo, desta vez para Chipping Camden, onde mais tarde funcionará a School of Arts & Crafts (1904-1914).

  • 1907 - É publicado um catálogo contendo seus trabalhos em prata e de joalheria a preços extremamente baratos.

  • 1909 - Publica Modern English Silverwork, sob a influência do estilo dos produtos de Arthur Liberty e da Secessão Vienense.

  • 1918 - É apontado conselheiro cívico do Mandato Britânico da Palestina, supervisionando construções e proteção de sítios históricos e monumentos como presidente da Sociedade Pró-Jerusalém.

  • 1942 - Morre, aos 79 anos, em Sevenoaks, Kent, Inglaterra.

VOYSEY, Charles
(Charles Voysey)

 Durante uma década de cada metade de 1900, a inventividade, a simplicidade e a humanidade dos designs de Voysey encantaram e desafiaram mentes artisticas, fossem britânicas, européias ou americanas. Seguidores do Art Nouveau e expoentes do Modernismo o tomaram por inspiração (embora em ambos os casos ele tenha se oposto, tendo pouca simpatia por ambos os movimentos - ou, com o que chamava de "Individualismo", por movimentos em geral).
O’DONNELL, Anne Stewart. [1997]
C. F. A. Voysey: Architect, Designer, Individualist..
 CRONOLOGIA: 
  • 1857 - Nasce em Yorkshire, Inglaterra.

  • 1874 - Torna-se aprendiz do arquiteto J.P. Seddon.

  • 1882 - Monta seu próprio estúdio em Westminster.

  • 1883 - Desenha papéis de parede para a Jeffrey & Co., por indicação de seu amigo A. H. Mackmurdo.

  • 1884 - Junta-se à Art Workers Guild.

  • 1888 - Expõe seus trabalhos com tecidos e papéis de parede na exposição inaugural da Arts and Crafts Exhibition Society, na New Gallery.

  • 1893 - Começa a desenhar papéis de parede para a Essex & Co.

  • 1896 - É construída a Annesley Lodge, em Hampstead, Londres; projetada por Voysey.

  • 1900 - Conclui The Orchard, sua própria casa em Chorley Wood, Hertfordshire.

  • 1915 - Publica Individuality na revista The Studio e na Dekorative Kunst, da Alemanha.

  • 1924 - Torna-se mestre da Master of the Art-Workers Guild.

  • 1940 - Recebe uma medalha de ouro do Royal Institute of British Architects.

  • 1941 - Morre em Winchester, Inglaterra.

RIEMERSCHMID, Richard
(Richard Riemerschmid)

 Em Arquitetura, era um clássico. Mas sua obra de design oscilava do mobiliário Arts & Crafts à Cerâmica Art Nouveau passando por objetos produzidos mecanicamente com geometria proto-bauhausiana simples. Riemerschmid pode ser considerado um dos mais importantes designers alemães do século XX”.
BYARS, Mel. [1994]
The Design Encyclopedia.
London, Laurence King Publishing / New York, MoMA, 2004 .
 CRONOLOGIA: 
  • 1868 - Nasce em Munique, na Alemanha.

  • 1888 - Estuda na Akademie der Bildenden Künste, em Munique.

  • 1896 - Projeta sua própria casa em Pasing, Bavaria.

  • 1897 - Funda, junto com Peter Behrens e Hermann Obrist - entre outros -, a Münchner Vereinigte Werkstätten für Kunst im Handwerk.

  • 1900 - Participa da Exposição Universal de Paris, onde expõe um “quarto para os amantes de Arte”.

  • 1903 - Leciona na Escola de Arte em Nuremberg.

  • 1904 - Começa a projetar móveis para produção em série.

  • 1907 - Funda a Deutscher Werkbund, junto com Behrens, Mies van der Rohe, Gropius e outros.

  • 1913 - Nomeado Diretor da Kunstgewerbeschule (Escola de Artes Aplicadas), em Munique, posto que ocupará até 1924.

  • 1926 - Nomeado Diretor da Kölner Werkschulen, posto que ocupará até 1931.

  • 1957 - Morre aos 88 anos.

HANKAR, Paul
(Paul Hankar)

 1859 - 1901
 CRONOLOGIA: 
  • 1859 - Nasce em Frameries, na Bélgica.

  • 1879 - Após concluir seus estudos na Academia Real de Belas Artes de Bruxelas, onde conhece o colega e futuro arquiteto Victor Horta, Hankar começa a trabalhar no escritório do arquiteto Hendrik Beyaert, onde recebe treinamento na área da Arquitetura.

  • 1889 - Sob a supervisão de Beyaert, atua como designer chefe para o Palacio de Chávarri em Bilbao, na Espanha.

  • 1891 - Torna-se professor de engenharia na Escola de Artes Aplicadas de Schaerbeek, posição que ocupa por seis anos.

  • 1893 - Abre seu próprio escritório em Bruxelas, e começa a construção de sua própria casa, o Maison Hankar. Esta casa e a de Victor Horta, construídas na mesma época, são consideradas as duas primeiras casas construídas no estilo Art Nouveau.

  • 1894 - Trabalha durante dois anos como editor da revista L’Emulation, uma publicação que promovia o estilo do Art Nouveau.

  • 1896 - Apresenta um projeto para uma “Cidade dos Artistas” para a cidade litorânea de Westende. Apesar de nunca realizado, o projeto serve futuramente como inspiração para a Colônia de Artistas em Darmstadt, na Alemanha.

  • 1897 - Inicia o projeto e construção do Hôtel Ciamberlani, em Bruxelas, um de seus notáveis projetos. Dá uma palestra sobre a “Nova Bruxelas”, uma visão própria sobre o desenvolvimento urbano da cidade. No mesmo ano, participa da Exposição Colonial em Tervuren, na Bélgica.

  • 1899 - Projeta um banco de pedra monumental para ser exibido na Exposição Universal em Paris no ano seguinte. O Rei Leopoldo II da Bélgica compra o banco e doa a obra para um parque em Ostend.

  • 1901 - Morre aos 41 anos em Bruxelas, na Bélgica.

DOMÈNECH, Lluis
(Lluis Domènech i Montaner)

 Gaudí (...) brilhou tão intensamente que os nomes de todos os outros arquitetos ficaram escondidos em sua sombra. É por isso que Domènech i Montaner, criador do Palácio da Música Catalã, em Barcelona – considerado por muitos o mais Catalão de todos os edifícios -, permaneceu relativamente desconhecido”.

SACK, Manfred & SUZUKI, Hisao. [1996]
Lluis Domenech i Montaner, Palau de la Musica Catalana, Barcelona.
Stuttgart, Axel Menges .
 CRONOLOGIA: 
  • 1850 - Nasce em Barcelona, Espanha.

  • 1873 - Termina seus estudos de Arquitetura em Barcelona.

  • 1875 - Nomeado Chefe de Composição e Projetos na Escola de Arquitetura de Barcelona

  • 1901 - Nomeado Decano da Escola de Arquitetura de Barcelona.

  • 1908 - Termina a construção do Palácio da Música Catalã, inspirado na arquitetura moura.

  • 1912 - Termina o Hospital de la Santa Creu i Sant Pau.

  • 1912 - Ganha, pela terceira e última vez, o prêmio de melhor prédio construído em Barcelona no ano.

  • 1923 - Morre, aos 73 anos, em Barcelona.

  • 1988 - Ganha destaque profissional na Exposição Universal de Barcelona.

WEBB, Philip
(Philip Webb)

 George Jack, (…) principal assistente [de Webb], escreveu após sua morte: ‘É como lembrar-se dos raios de sol do passado – eles deleitam e passam, mas também fazem as coisas crescer. Webb foi como os raios de sol; foi, inclusive, tão pouco reconhecido e agradecido quanto eles’."

TODD, Pamela. [2004]
The Arts & Crafts Companion.
New York, Palazzo, 2008.
 CRONOLOGIA: 
  • 1831 - Nasce em Oxford, na Inglaterra.

  • 1846 - Começa seu aprendizado junto ao arquiteto John Billing, em Reading, Berkshire.

  • 1852 - Torna-se assistente do arquiteto George Edmund Street, em Londres.

  • 1856 - Conhece William Morris, de quem se tornará grande amigo.

  • 1858 - Abre sua própria firma de Arquitetura.

  • 1859 - Constrói para William Morris a Red House, em Bexleyheath, Kent; casa que será uma das referências do Movimento Arts & Crafts.

  • 1861 - Ajuda a fundar a Morris, Marshall, Faulkner & Company, firma para a qual executará diversos projetos.

  • 1874 - Inicia o projeto da Igreja (Gótica) de St. Martin, em Brampton; a única Igreja na qual trabalhou. A construção dura quatro anos.

  • 1877 - Funda, com William Morris, a Society for the Protection of Ancient Buildings.

  • 1885 - Junta-se à Socialist League, da qual se tornará Tesoureiro.

  • 1892 - Começa o projeto da Casa Standem, terminado em 1894; um de seus últimos trabalhos.

  • 1900 - Aposenta-se e vai morar no interior da Inglaterra onde viverá modestamente.

  • 1915 - Morre em Worth, Sussex, Inglaterra, aos 84 anos.

SERRURIER-BOVY, Gustave
(Gustave Serrurier-Bovy)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1858 - Nasce em Liège, Bélgica.

  • 1874 - Ingressa na Academia de Belas Artes de Liège, onde entra em contato com Auguste Donnay, os irmãos Berchman e Armand Rassenfosse.

  • 1882 - Trabalha com seu pai, Louis Serrurier, na construção de uma capela neogótica no Chateau de Chaityfintaine

  • 1884 - Viaja a Londres, onde é desperto seu interesse pelo movimento Arts & Crafts. Essa nova influência fica aparente em seus trabalhos posteriores.

  • 1888 - Até então arquiteto em Liège, volta-se para o comércio e produção de móveis.

  • 1894 - Co-funda o Salon de La Libre Estétique, em Bruxelas, e apresenta o Cabinet de Travail.

  • 1895 - Organiza L’Oeuvre Artistique, em Liège, uma exposição internacional de artes aplicadas.

  • 1897 - Participa da Exposição Internacional de Bruxelas, junto com Henry Van de Velde e Paul Hankar.

  • 1899 - Em Paris, abre uma loja de varejo chamada L’Art dans L’Habitation.

  • 1900 - Participa da Exposition Universelle de Paris, onde constrói, com seu parceiro R. Dulong, o restaurante de luxo Pavillon Bleu.

  • 1901 - Visita a Colônia de Artistas de Darmstadt, o que o aproxima da Secessão Vienense.

  • 1903 - Constrói Villa L’Aube, sua residência pessoal.

  • 1905 - Participa da Exposition Universelle et Internationale de Liège, mostrando não só móveis luxuosos mas também peças originais, adequadas à vida de trabalhadores comuns.

  • 1910 - Morre na Antuérpia, Bélgica.

COLONNA, Édouard
(Édouard Colonna)

 Como designer de móveis, Eugène Colonna [sic] situa-se entre (...) [Eugène Gaillard e Georges De Feure]. Menos dinâmico do que Gaillard, mostra-se tão elegante como De Feure no que este tem de melhor; mas sua decoração é mais calma e mais austera do que a de ambos. De Feure e Colonna também trabalharam com têxteis e com porcelana”.
Madsen, Stephan Tchudi. [1956]
The Art Nouveau Style.
New York, Dover Publications.
 CRONOLOGIA: 
  • 1862 - Nasce, em Colônia, Alemanha, o primeiro filho do segundo casamento de Karl Edouard Klonne. A criança mais tarde assumirá o pseudônimo de Edward (Édouard) Colonna.

  • 1877 - Vai para Bruxelas, onde termina seus estudos de arquitetura em 1881.

  • 1882 - Muda-se para Nova Iorque, onde trabalha na Tiffany's Associated Artists por pouco tempo.

  • 1884 - Começa a trabalhar para o escritório de arquitetura de Bruce Price, em Nova Iorque.

  • 1885 - Passa a trabalhar para um dos maiores clientes da Bruce Price - a Barney & Smith Co., em Dayton, onde desenvolveu uma serie de projetos em maioria voltados para decoração de interiores.

  • 1888 - Casa-se com Louise McLaughlin, com quem tem um filho. O casamento não dura muito tempo. Neste mesmo ano deixa a Barney & Smith.

  • 1889 - Muda-se para Montreal, Canadá, onde abre seu escritório. Um de seus maiores clientes - a Canadian Pacific Railway -, era também cliente da Barney & Smith.

  • 1897 - Com o fim da expansão ferroviária, desliga-se da Canadian Pacific Railway.

  • 1898 - Muda-se para a Europa, estabelecendo-se em Paris onde começa a trabalhar como designer para a Maison de l’Art Nouveau, de Siegfried Bing.

  • 1898 - Tem início o ápice da carreira de Collona, que perdura até 1902. Collona desenha jóias, produtos têxteis, móveis e participa da Exposição Universal de Paris, de 1900.

  • 1903 - Com a decadência do da galeria de Bing, Collona não consegue manter-se no ramo.

  • 1905 - Declínio do Art Nouveau e a morte de Siegfried Bing: Colonna volta ao Canadá, fixando-se em Toronto.

  • 1923 - Aos 61 anos muda-se para Nice, no Sul da França. Sua saúde torna-se frágil.

  • 1928 - Com a total deterioração de sua saúde, fica paralisado e confinado à sua cama, onde passará seus últimos anos.

  • 1948 - Morre, aos 86 anos, em Nice.

GAILLARD, Eugène
(Eugène Gaillard)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1862 - Nasce em Paris, França.

  • 1900 - É contratado por Siegfried Bing para decorar e ambientar seu pavilhão de Art Nouveau na Exposição Universal de 1900 em Paris, juntamente com Georges de Feure e Edward Colonna. É lá que Gaillard tem a primeira grande oportunidade de expor seus trabalhos.

  • 1901 - Co-funda a Société des Artistes Décorateurs, e passa a expor suas mobílias em seus salões.

  • 1903 - Deixa o atelier de Bing e cria sua própria firma.

  • 1906 - Publica seu manuscrito “À Propos du Mobilier”, sobre móveis.

  • 1933 - Morre em Paris, França.

CAMPANA, (irmãos)
(Humberto e Fernando Campana)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1953 - Humberto Campana nasce em Rio Claro, São Paulo

  • 1961 - Fernando Campana nasce em Brotas, São Paulo

AARNIO, Eero
(Eero Aarnio)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1932 - Nasce em Helsínquia, Finlândia.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:

RUHLMANN, Jacques-Émile
(Jacques-Émile Ruhlmann )

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1879 - Nasce em Paris, França.

  • 1933 - Morre em Paris, França.

WATERHOUSE, Alfred
(Alfred Waterhouse)

 Em 1887, a revista Building News promoveu uma enquete para identificar o principal arquiteto britânico e Alfred Waterhouse recebeu 90 por cento dos votos. Posteriormente, um historiador sugeriu que Waterhouse ‘contribuiu mais do que quase qualquer outro indivíduo para estabelecer o padrão arquitetônico das cidades do final do século dezenove’. À época de sua morte em 1905, no entanto, sua abordagem da arquitetura tinha temporariamente saído de moda. Isso fica claro em seu obituário no periódico The Times . Lá, registra-se que ‘seria cabotinismo ignorar o fato de que entre a geração mais jovem de arquitetos, o trabalho do Sr. Waterhouse não é visto com bons olhos ou com simpatia’. Ressalva, contudo, o escritor que Waterhouse tinha sido ‘Um dos homens mais geniais e encantadores (...) de forma que até mesmo aqueles que não gostavam de sua arquitetura o adoravam’. Com a volta do prestígio da arquitetura vitoriana é possível, agora, apreciar tanto o arquiteto quanto sua obra”.
HALLIDAY, Stephen.[2012]
Making the Metropolis: Creators of Victoria’s London.
JMD Media..
 CRONOLOGIA: 
  • 1830 - Nasce em Aigburth, Liverpool, Inglaterra, filho de uma abastada família quacre. Seu pai era comerciante de algodão.

  • 1845 - Inicia seus estudos de arquitetura no prestigiado escritório de Richard Lane, em Manchester.

  • 1853 - Após várias viagens de estudo pela Europa, abre seu próprio escritório de arquitetura em Manchester.

  • 1859 - Projeta a Manchester Assize Courts em estilo Gótico Veneziano. O término da obra será em 1864.

  • 1865 - Abre, em Londres, seu próprio negócio – destinado a ser um dos mais destacados escritórios de arquitetura da Grã Bretanha pelos próximos 20 anos.

  • 1868 - Inicia a construção da sede da prefeitura de Manchester no estilo Neogótico. A obra levará dez anos para ser concluída.

  • 1873 - Começa – após revisar substancialmente o projeto de um concurso realizado em 1864 -, a construção do Museu de História Natural, em Londres. A obra será concluída em 1880.

  • 1884 - Conclui a Capela de Eaton, nas cercanias da vila de Eccleston, Cheshire, Inglaterra.

  • 1888 - Conclui a obra da sede da prefeitura de Rochdale, em Manchester, no estilo do Renascimento Gotico.

  • 1889 - Inicia o projeto do Lloyds Bank, em Cambridge. Concluído em 1891, a obra é realizada em estilo do Renascimento Holandês.

  • 1905 - Morre em Yattendon Court, perto de Reading, Inglaterra.

GODWIN, Edward
(Edward William Godwin)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1833 - Nasce em Bristol, Inglaterra.

  • 1854 - Indignado com o pouco reconhecimento recebido por seus trabalhos como aprendiz do engenheiro William Armstrong e autodidata no campo da arquitetura, Godwin abre seu próprio estúdio, especializando-se em arquitetura eclesiástica.

  • 1858 - Conhece o designer neogótico William Burges e logo se tornam bons amigos.

  • 1861 - Tem seu projeto Neogótico, amplamente inspirado no livro "As Pedras de Veneza" de John Ruskin, escolhido como vencedor em uma competição para desenhar a prefeitura de Northampton, sua decoração e mobilia.

  • 1862 - Após a Exposição Internacional de Londres, começa a colecionar objetos japoneses, e se torna, a partir de então, muito influenciado pelo design oriental.

  • 1868 - Se envolve com a atriz Ellen Terry, com quem tem dois filhos ilegítimos. Durante os anos de duração do relacionamento, Godwin escreve uma série de artigos sobre cenário e indumentária teatral.

  • 1876 - Começa a desenhar casas para o novo suburbio de Berdford Park em Chiswick, Londres. Na época, suas casas são consideradas pobres, muito altas e estreitas e poucas chegam a ser construídas.

  • 1877 - É contratado pelo pintor James Whistler para construir sua casa em Chelsea, Londres. O interesse comum de ambos na arte japonesa fez com que colaborassem na decoração interior da casa, que vem a ser conhecida como A Casa Branca.

  • 1881 - Constroi a entrada para A Sociedade De Belas Artes, na Bond Street, e redecora a galeria para uma exposição de quadros de Whistler.

  • 1884 - Começa a trabalhar para o departamento de roupas de Liberty & Co. No mesmo ano, decora o interior da casa de Oscar Wilde em Tite Street.

  • 1886 - Morre aos 53 anos em Londres, Inglaterra.

GIMSON, Ernest
(Ernest Gimson)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1864 - Nasce em Leicester, na Inglaterra.

  • 1881 - Torna-se aprendiz do arquiteto Isaac Barradale de Leicester, e fica sob sua tutela em seu escritório durante quatro anos.

  • 1883 - Assiste uma palestra sobre “Arte e Socialismo” ministrada pelo influente artista e designer do movimento Arts & Crafts, William Morris. Encantado e inspirado, Gimson chama Morris para conversar e acabam por tornar-se amigos.

  • 1885 - Com experiência profissional na área de arquitetura e bons resultados na Escola de Arte de Leicester, se muda para Londres. Sem perder o contato com Morris, Gimson entra para o estúdio de arquitetura de J. D. Sedding, onde se apaixona pelo Arts & Crafts.

  • 1889 - Entra para a Sociedade de Proteção a Construções Antigas de William Morris.

  • 1890 - Funda, junto de Sidney Barnsley, William Lethaby e outros designers a companhia de mobílias Kenton & Co., seguindo os ensinamentos de Philip Webb sobre a criação de objetos.

  • 1893 - Se muda para Gloucestershire com os irmãos Barnsley onde abrem uma oficina. Mais tarde, passam a contratar outros artesãos habilidosos para a firma, dentre eles, Peter van der Waals.

  • 1900 - Abre uma pequena oficina de móveis em Cirencester, mais tarde se mudando para lojas maiores. Tem como objetivo incentivar a comunidade o do vilarejo para transformá-lo em uma vila de artesãos.

  • 1908 - Cria uma competição em busca do melhor projeto para a construção da cidade de Camberra, capital da Austrália. Uma dupla de arquitetos americanos vence com a melhor planta.

  • 1916 - Rejeita um convite para fazer parte da Associação de Design Industrial, por sua forte resistência ao trabalho com máquinas.

  • 1918 - Realiza seu último grande projeto, a Biblioteca Memorial na Escola de Bedales, em Hampshire.

  • 1919 - Morre aos 55 anos em Sapperton, na Inglaterra.

PRIKKER, Johan Thorn
(Johan Thorn Prikker)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1868 - Nasce em Haia, na Holanda.

  • 1881 - Começa seus estudos na Academia Real de Belas Artes de Haia, onde permanece durante seis anos, mas sai antes de completar seus estudos.

  • 1890 - Conhece o grupo artistico belga The XX, junto do qual passa a expor seus trabalhos.

  • 1893 - Participa de inúmeras exposições de pinturas e desenhos simbolistas.

  • 1898 - Recebe o cargo de Diretor de Arte da recém-inaugurada galeria de Arts & Crafts em Haia. É nessa época que Prikker começa a desenhar mobilia, inspirado nos trabalhos de Van de Velde.

  • 1900 - Se desentende com o fundador da academia, Chris Wegerif, e acaba se afastando do cargo.

  • 1903 - Se muda para Krefeld, na Alemanha, onde passa a dar aulas na Escola de Artes Industriais.

  • 1910 - Sai de Krefeld para Hagen, onde começa a receber inúmeras encomendas de murais, vitrais e mosaicos.

  • 1913 - Torna-se o diretor da turma de pintura na Escola de Arts & Crafts de Essen.

  • 1914 - Participa da primeira exposição de Werkbund em Cologne, na Alemanha, com seus vitrais para a igreja dos Três Reis em Neuss.

  • 1920 - Se muda para Munique, onde passa a ensinar a arte dos vitrais e dos monumentos.

  • 1926 - Passa a lecionar na escola de Arts & Crafts de Cologne, onde permanece até sua morte.

  • 1932 - Morre aos 63 anos em Cologne, na Alemanha.

MORRIS, Talwin
(Talwin Morris)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1865 - Nasce em Winchester, na Inglaterra.

  • 1880 - Começa a trabalhar como aprendiz no estúdio de Arquitetura de seu tio, Joseph Morris, em Reading, onde permanece por cinco anos. Durante esse tempo, desenvolve seu interesse pelo design de móveis e interiores.

  • 1885 - Ganha um prêmio da Sociedade de Arqueologia e Arquitetura de Berkshire. Após o término de seu aprendizado, muda-se para Londres onde começa a trabalhar com o arquiteto James Martin Brooks.

  • 1891 - Assume o posto de sub-editor de arte na revista semanal Black and White, da editora Cassell, contribuindo com ilustrações e letras capitulares.

  • 1893 - Muda-se para Glasgow, na Escócia, para atuar como Diretor de Arte na prestigiada editora Blackie and Son, onde trabalha com o design de capas de livros e também conhece e torna-se amigo de artistas e designers da Escola de Arte de Glasgow.

  • 1896 - Exibe três de seus designs de capa para os livros The Universe, English Essays e Daddy Samuel's Darling, na Quinta Exposição da Sociedade de Arts & Crafts. Morris torna-se, então, uma figura influente no design de livros por seu estilo moderno e próximo do Art Nouveau.

  • 1900 - Junta-se ao arquiteto e designer Charles Rennie Mackintosh e outros artistas para expor seus trabalhos na Oitava Exposição da Secessão Vienense. No entanto, suas obras são postas e uma sala distante da dos artistas de Glasgow.

  • 1902 - Com habilidades também nas áreas do design de jóias de metal e de móveis, exibe seu trabalho na exposição de artes britânicas no Museu de Artes Aplicadas em Budapeste. No mesmo ano, seu trabalho é escolhido junto aos de outros artistas, para ser exposto na Primeira Exposição Internacional de Arte Decorativa Moderna em Turin.

  • 1906 - Cria uma capa para a influente revista alemã Dekorative Kunst.

  • 1909 - Devido a problemas de saúde, Morris aposenta-se de seu trabalho na Blackie and Son.

  • 1911 - Morre aos 45 anos em Bowling, na Escócia.

GUIMARD, Hector
(Hector Guimard)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1867 - Nasce em Lyon, França.

  • 1882 - Inicia seus estudos de Arquitetura na École Nationale Supérieure des Arts Décoratifs, em Paris.

  • 1885 - Ingressa na École des Beaux-Arts.

  • 1888 - Desenha o interior do restaurante parisiense Au Grand Neptune.

  • 1891 - Torna-se professor na École des Arts Décoratifs, onde leciona até 1900. No mesmo ano desenha o Hôtel Roszé.

  • 1895 - Faz o Atelier Carpeaux; no mesmo ano projeta a École du Sacré-Coeur, sob influência dos trabalhos de Victor Horta e Viollet-le-Duc.

  • 1896 - Participa de competição para desenhar as entradas das estações do Métro de Paris. Perde, mas consegue o trabalho mesmo assim, devido à apreciação do presidente da companhia ferroviária pelo estilo Art Nouveau.

  • 1898 - Desenha o Castel Béranger, considerado seu primeiro prédio no estilo Art Nouveau; no mesmo ano projeta também a Maison Coilliot e a Villa La Bluette.

  • 1901 - Projeta o Castel Henriette e a Salle Humbert-de-Romans, que conta com inovações estruturais.

  • 1903 - Expõe o pavilhão Le Style Guimard na Exposition Internationale de L’Habitation no Grand Palais, em Paris.

  • 1909 - Casa-se com a artista americana Adeline Oppenheim; no mesmo ano desenha o Hôtel Guimard, cujo arranjo dos espaços interiores diferem de um anda para o outro.

  • 1922 - Funda, sob a presidência de Franz Jourdain, a Société des Architectes Modernes.

  • 1928 - Projeta um edício na rue Greuze em Paris, que acredita-se ser seu último trabalho como arquiteto.

  • 1938 - Muda-se para Nova York.

  • 1942 - Morre aos 75 anos em Nova York, EUA.

LALIQUE, René
(René Lalique)

 1860 - 1945
 CRONOLOGIA: 
  • 1860 - Nasce em Aÿ-en-Champagne, Marne, na França.

  • 1872 - Ingressa na College Turgot e começa a estudar desenho com o professor Justin-Marie Lequin.

  • 1876 - Começa a trabalhar como aprendiz do artesão e joalheiro Louis Aucoc.

  • 1878 - Ingressa na Sydenham Art College, em Londres, onde estuda até 1880.

  • 1882 - Começa a trabalhar como designer independente para grandes joalherias de Paris, como Jacta, Cartier e Boucheron.

  • 1885 - Assume a direção da oficina do joalheiro Jules Destape, na Place Gaillon, Paris.

  • 1890 - Já reconhecido como um dos designers de joias Art Nouveau mais importantes da França, é chamado para criar peças para La Maison de l'Art Nouveau, de Samuel Bing, em Paris.

  • 1900 - Apresenta suas obras na Exposition Universelle de Paris, onde faz sucesso com suas joias.

  • 1902 - Projeta figurino a ser usado pela atriz Sarah Bernhardt na peça Théodora. A atriz era uma de suas clientes mais famosas.

  • 1905 - Abre uma loja na Place Vendôme, em Paris, onde exibe não só suas joias, mas também seus trabalhos em vidro.

  • 1910 - Projeta o frasco para o perfume Ambre Antique de Fraçois Coty.

  • 1920 - Depois de longos anos projetando peças no estilo Art Nouveau, Lalique começa a explorar mais o estilo Art Déco em seus trabalhos.

  • 1929 - Lalique é chamado para fazer a decoração dos vagões do Côte d’Azur Pullman Express.

  • 1935 - É chamado para colaborar no design de interior da grande sala de jantar da primeira classe do navio de luxo Normandie, projetando as colunas de iluminação e lustres para o ambiente. Nesse mesmo ano ele abre a loja Lalique, na Rue Royale, em Paris.

  • 1945 - Morre, aos 85 anos, em Paris, na França.

CHARPENTIER, Alexandre
(Alexandre-Louis Charpentier)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1856 - Nasce em Paris, França.

  • 1871 - Trabalha como assistente do escultor de medalhas Hubert Ponscarme.

  • 1876 - Deixa o ateliê de Ponscarme.

  • 1877 - Faz sua estréia com um pequeno medalhão com o retrato de sua mãe.

  • 1879 - Tem seu baixo-relevo ‘Arqueiro’ exposto no Salon de Paris e vendido a Alexandre Dumas.

  • 1880 - Expõe no Salon des XX em Bruxelas junto de seus amigos neo-impressionistas e anarquistas tais como Maximilien Luce, Camille Pissarro e Paul Signac.

  • 1896 - Se junta ao grupo de artistas “Os Cinco” com Felix Anthyme Aubert, Henry Nocq, Charles Plumet e François-Rupert Carabin.

  • 1898 - O grupo se transforma num movimento chamado “L’Art dans Tout” (A Arte em Tudo).

  • 1899 - Cria, em colaboração com o decorador e arquiteto Tony Selmersheim, um raro e muito ornamentado relógio art nouveau intitulado “The Flight Of Time”.

  • 1909 - Morre em Neuilly, França.

FOSTER, Norman
(Norman Robert Foster)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1935 - Nasce na cidade de Stockport, na Inglaterra

  • 1951 - Aos 16 anos, larga os estudos para trabalhar no escritório de Manchester Town Hall.

  • 1953 - Se alista ao Royal Air Force do Reino Unido

  • 1961 - Se forma na Escola de Arquitetura da Universidade de Manchester

  • 1962 - Termina seu doutorado na Universidade de Yale, nos Estados Unidos. Lá, conhece Richard Rogers

  • 1963 - Funda o atelier Team 4, com Richard e Sue Rogers e Wendy Cheesman(mais tarde, Wendy Foster). Rapidamente atingem uma certa fama em desenho industrial high tech

  • 1967 - Funda a Foster Associates (mais tarde Foster + Partners) junto com Wendy Cheesman, com quem se casa.

  • 1968 - Inicia em sua empresa uma longa parceria com o arquiteto Richard Buckminster Fuller, que só termina após sua morte em 1983

  • 1986 - Termina a construção do Bank Center de Hong Kong e Shangai, um dos primeiros projetos que o trouxe fama internacional.

  • 1989 - Wendy Foster, sua esposa e sócia, morre de câncer deixando-o com 4 filhos

  • 1999 - Inaugura o novo Parlamento Alemão em Berlim. Ganha o Prêmio Pritzker, considerado o Nobel da arquitetura.

  • 2004 - Seu edifício 30 St. Mary Axe (ou The Gherkin), em Londres, ganha o prêmio Stirling, atribuído pelo Royal Institute of British Architects

  • 2008 - A Foster + Partners, junto com a Aston Martin, ganhou um concurso para realizar o design do novo ônibus de Londres.

  • 2010 - Aos 74 anos, declarou que não pretende se aposentar. Hoje em dia, a Foster + Partners tem grande reconhecimento internacional e é responsável por concretizar obras e restaurações dos prédios pertencentes aos órgãos do governo de diferentes países

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Ludwig Mies van der Rohe

NOUVEL, Jean
(Jean Nouvel)

 He tries things and not everything works. There’s a mixture of things that are extraordinary, things that are experiments, things that don’t come off aesthetically. But Jean is willing to jump in and take on things and try. That’s a great quality.”
GEHRY, Frank. Apud Encyclopaedia Britannica Inc. [2009]
2009 Britannica Book of the Year.
Encyclopaedia Britannica Inc. .
 CRONOLOGIA: 
  • 1945 - Nasce em Fumel, Lot-et-Garonne, França.

  • 1961 - Aos 16 anos, seu professor o ensina desenho. É daí que nasce sua sua paixão por arte.

  • 1966 - Ganha o primeiro lugar numa competição para ingressar na École des Beaux-Arts de Paris.

  • 1968 - Se torna gerente de projeto de um grande complexo de apartamentos dos arquitetos Claude Parent e Paul Virilio, de quem era assistente desde o ano anterior.

  • 1970 - Se forma na École des Beaux-Arts e abre sua própria empresa com parceria de François Seigneur.

  • 1976 - Se torna o co-fundador do movimento francês de arquitetos Mars 1976

  • 1979 - Se torna co-fundador do Syndicat de l'Architecture

  • 1980 - Funda a Bienale d'Architecture

  • 1987 - Termina a construção do Institut du Monde Arabe, na França, projeto que o trouxe fama internacional. Ganha o Grand Prix d'Architecture

  • 1993 - Se torna vice-presidente do Institut Français d'Architecture

  • 1994 - Funda a empresa Ateliers Jean Nouvel junto com Michel Pélissié

  • 2008 - Ganha o Prêmio Pritzker, o maior prêmio internacional de arquitetura

MACKMURDO, Arthur
(Arthur Mackmurdo)

 Mackmurdo, em geral, preocupava-se mais com uma reforma do design do que com a mudança do papel do designer (ou do artesão) na sociedade. (...) [Ele] identificava os conflitos na filosofia de Morris, escrevendo em suas anotações pessoais que Morris era incapaz de conceber um plano para uma nova estrutura social, e que seu ‘socialismo não tem uma base filosófica’. Mackmurdo preferia ficar de fora da política, adotando, como muitos arquitetos, uma postura flexível com relação a seus interesses e comissões”.

CUMMING, Elizabeth / KAPLAN, Wendy. [1991]
The Arts and Crafts Movement.
New York, Thames & Hudson, 2004.
 CRONOLOGIA: 
  • 1851 - Nasce em Londres.

  • 1869 - Inicia-se como aprendiz primeiro do arquiteto Chatfield Brooks e, posteriormente, de James Brooks; expoentes do estilo Neogótico.

  • 1874 - Acompanha John Ruskin, que conhecera no ano anterior, a uma viagem à Italia.

  • 1875 - Estabelece um escritório em Londres, onde conhece William Morris e James Abbott McNeil Whistler.

  • 1882 - Funda, com Selwyn Image, Herbert P. Horne e Bernard Creswick, a Century Guild, influenciada por John Ruskin e William Morris.

  • 1884 - Funda o The Hobby Horse, que viria a se tornar um dos periódicos mais influentes da época.

  • 1889 - Constrói partes do Hotel Savoy, em Londres, em parceria com o arquiteto H.Horne.

  • 1904 - Aposenta-se e se muda para Essex, onde passa a se concentrar em escrever e em questões socioeconômicas pelos próximos quase 40 anos.

  • 1942 - Morre, em Essex, aos 91 anos.

PRÜTSCHER, Otto
(Otto Prütscher)

 1880 - 1949
 CRONOLOGIA: 
  • 1880 - Nasce em Viena, Áustria.

  • 1895 - Ingressa na Fachhochschule für Holzindustrie (Timber Industry College).

  • 1897 - Entra para a Kunstgewerbeschule (Escola de Artes e Ofícios), em Viena, onde estuda com Franz von Matsch e Josef Hoffmann.

  • 1900 - Diversos de seus trabalhos são publicados no Das Interieur.

  • 1901 - Termina seus estudos na Kunstgewerbeschule; em seguida trabalha em colaboração com Erwin Puchinger, fazendo Design de Interiores.

  • 1903 - É chamado para trabalhar como assistente na Graphische Lehr- und Versuchsanstalt (Instituto de Arte Gráfica de Viena).

  • 1908 - Projeta uma sala de mármore para o Kunstschau, que é executada depois por artesãos da Wiener Werkstätte.

  • 1910 - Torna-se professor na Graphische Lehr- und Versuchsanstalt (Instituto de Arte Gráfica de Viena) e na Kunstgewerbeschule (Escola de Artes e Ofícios).

  • 1911 - Casa-se com Helene Süßmandl.

  • 1922 - Torna-se membro da Künstlerhaus de Viena.

  • 1931 - Projeta a casa de Dr. Otto Wertheim, em Mariazell, Viena.

  • 1934 - Realiza a construção da loja Piccini, no mercado mais popular de Viena, o Naschmarkt.

  • 1946 - Aposenta-se e para de dar aulas.

  • 1947 - Ganha o Prêmio do Estado Austríaco de Arquitetura.

  • 1949 - Morre aos 68 anos, em Viena.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Hilda Jesser

PIANO, Renzo
(Renzo Piano)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1937 - Nasce na cidade de Gênova, na Itália

  • 1964 - Se forma na Escola de Arquitetura do Instituto Politécnico de Milão

  ÍCONE DO MOVIMENTO:

ROGERS, Richard
(Richard George Rogers)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1933 - Nasce em Florença, Itália. Mais tarde, é naturalizado britânico.

Ooops!
Não encontramos resultados
com essa pesquisa.