Dicionário Aegis de Design

(Resultado para atuação Designer Gráfico)

  • Frances MacDonald

    Designer GráficoAcessar
  • Théophile Steinlen

    Designer GráficoAcessar
  • Alexandre de Riquer i Ynglada

    Designer GráficoAcessar
  • Keith Allen Haring

    Designer GráficoAcessar
  • David Carson

    Designer GráficoAcessar
  • Milton Glaser

    Designer GráficoAcessar
  • Waldemar Świerzy

    Designer GráficoAcessar
  • Steff Geissbuhler

    Designer GráficoAcessar
  • April Greiman

    Designer GráficoAcessar
  • Louise Fili

    Designer GráficoAcessar
  • Charles S. Anderson

    Designer GráficoAcessar
  • Romain de Tirtoff

    Designer GráficoAcessar
  • Carlo Mollino

    Designer GráficoAcessar
  • Otl Aicher

    Designer GráficoAcessar
  • John Vassos

    Designer GráficoAcessar
  • Talwin Morris

    Designer GráficoAcessar
  • Jessie Wylie Newbery

    Designer GráficoAcessar
  • Alfons Maria Mucha

    Designer GráficoAcessar
  • Bernhard Pankok

    Designer GráficoAcessar
  • Margaret MacDonald

    Designer GráficoAcessar
  • Walter Crane

    Designer GráficoAcessar
  • Henri Privat-Livemont

    Designer GráficoAcessar
  • Jean-Pierre Vasarely

    Designer GráficoAcessar
  • Aleksandr M. Rodchenko

    Designer GráficoAcessar
  • Thomas James Cobden-Sanderson

    Designer GráficoAcessar
  • Otto Eckmann

    Designer GráficoAcessar
  • Henri de Toulouse-Lautrec

    Designer GráficoAcessar
  • Peter Behrens

    Designer GráficoAcessar
  • Arthur Mackmurdo

    Designer GráficoAcessar
  • Carl Otto Czeschka

    Designer GráficoAcessar
  • Otto Prütscher

    Designer GráficoAcessar
  • Vásárhelyi Győző

    Designer GráficoAcessar
  • Julius Klinger

    Designer GráficoAcessar
  • Heinrich Vogeler

    Designer GráficoAcessar
  • De Courcy Lewthwaite Dewar

    Designer GráficoAcessar
  • Koloman Moser

    Designer GráficoAcessar
  • Walter Dorwin Teague

    Designer GráficoAcessar
  • Donald Deskey

    Designer GráficoAcessar
  • Edward Coley Burne-Jones

    Designer GráficoAcessar
  • Max Bill

    Designer GráficoAcessar

MACDONALD, Frances
(Frances MacDonald)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1873 - Nasce em Staffordshire, na Inglaterra.

  • 1891 - Entra para as aulas de pintura na Escola de Arte de Glasgow junto de sua irmã, Margaret. É lá onde conhecem o arquiteto Charles Rennie Mackintosh e o artista Herbert MacNair, juntas dos quais formam o grupo "The Four" da Escola de Glasgow.

  • 1894 - Participa da primeira exposição das obras do grupo. Seu estilo de vanguarda chama a atenção do público e traz notoriedade ao "The Four", mas suas obras são ridicularizadas por seu estilo ‘fantasmagórico’, rendendo-lhes a alcunha de ”Spook School”. No mesmo ano, abre com sua irmã um estúdio de design onde trabalham com diversas formas de arte.

  • 1895 - Tem duas de suas pinturas e duas de sua irmã publicadas no livro Yellow Book de Aubrey Beardsley.

  • 1899 - Casa-se com Herbert MacNair e, juntos, mudam-se para Liverpool. O casal passa a trabalhar em conjunto produzindo aquarelas e realizando design de interiores.

  • 1902 - Exibe uma sala de escrita para mulheres na Primeira Exposição Internacional de Arte Moderna Decorativa em Turin, junto de seu marido. Logo após, Frances começa a lecionar arte e a trabalhar com jóias, peças esmaltadas e tecidos.

  • 1905 - A Escola de Arquitetura e Arte Aplicada, onde Herbert MacNair leciona, é fechada, iniciando um processo de declínio na carreira do casal.

  • 1909 - Com os negócios da família indo de mal a pior, retorna para Glasgow com seu marido após perderem a maior parte de seu dinheiro.

  • 1921 - Morre aos 48 anos em Glasgow, na Escócia.

STEINLEN, Théophile Alexandre
(Théophile Steinlen)

RIQUER, Alexandre
(Alexandre de Riquer i Ynglada)

 Desde pelo menos 1894 Alexandre de Riquer introduziu e praticou [na Catalunha] uma variante do Art Nouveau inspirada diretamente por fontes Britânicas - sobretudo (...) por William Morris, Burne-Jones e pelo legado que estes deixaram nas artes gráficas e decorativas. (...) [No entanto, a arte de Riquer] sofreu modificações estilísticas a partir de 1894. Ele passou a adotar uma mescla de Gótico com Japonismo também características do Art Nouveau. Utilizava linhas circundando superfícies chapadas e sutis harmonizações de cores que emprestavam às suas composições uma sensação antirrealista consoante com as temáticas simbolistas de sua imaginação”.
TRENC Ballester, Eliseu & YATES, Alan. [1988]
Alexandre de Riquer: The British Connection in Catalan Modernisme.
The Anglo Catalan Society..
 CRONOLOGIA: 
  • 1856 - Nasce na cidade de Calaf, província de La Segarra, Espanha, filho de família nobre, o sétimo Conde da Casa de Dávalos.

  • 1864 - Inicia seus estudos na Escola Jesuíta de Manresa.

  • 1869 - Com o exílio de seu pai – que apoiou a facção carlista derrotada na Revolução de 1868 -, seguiu para Béziers, na França, onde continuou seus estudos no Colégio Imaculada Conceição.

  • 1873 - Ingressa na Escola de Belas Artes de Toulouse, França, onde se inicia nas pinturas figurativas.

  • 1874 - Retorna a Barcelona onde ingressa na Escola de Belas Artes de Llotja.

  • 1879 - Viaja pela Europa – Itália, França e Inglaterra -, para consolidar seus conhecimentos artísticos. Entra em contato com o Arts & Crafts e com o Movimento Estético.

  • 1882 - Abre um atelier no sobrado da Patisserie Mallorquina, em Barcelona.

  • 1888 - Colabora com Lluís Domènech na Exposição de 1888 e com Antoni Gaudí no Palau Guëll.

  • 1889 - Visita a Feira de Paris e é influenciado pelas obras da Irmandade Pré-Rafaelita lá expostas e pelo movimento simbolista.

  • 1890 - Faz sua primeira exposição na Sala Parés, tendo os pássaros como objeto. A exposição é um tremendo sucesso.

  • 1896 - Cria aquele que é considerado o primeiro pôster do Art Nouveau Catalão para a Exposição de Artes e Indústria.

  • 1900 - Funda (e torna-se diretor artístico) do Jornal Joventut.

  • 1914 - Faz uma série de exposições com suas obras em diversas casas de prestígio.

  • 1919 - Encarregado pelo Círculo Eqüestre de Barcelona para ilustrar um livro em homenagem a um de seus presidentes, não consegue completar o trabalho.

  • 1920 - Morre aos 64 anos, em Palma de Mallorca, Espanha.

HARING, Keith
(Keith Allen Haring)

 Seu estúdio era energizado por sua própria presença, mas também pelo fluxo de visitantes: amigos, família, fãs, artistas, marchands, colecionadores, crianças, era um lugar de acolhimento e comunidade. Keith era uma criatura gregária e intensamente generosa. Ele era uma parte essencial e um talento condutor da arte, música, dança e moda na comunidade de downtown."
GRUEN, Julia. Apud BATTAT, Sharon [2010]
O Livro da Vida.
Open Publication..
 CRONOLOGIA: 
  • 1958 - Nasce em Reading, Pennsylvania.

  • 1976 - Entra para a Ivy School of Professional Art em Pittsburgh. Um ano depois ele abandona a escola por não querer fazer arte comercial e continua seu estudo e trabalho por si prórpio.

  • 1978 - Realiza sua primeira exposição no Arts and Crafts Center em Pittsburgh. Nesse mesmo ano, Haring se muda para Nova York e se matricula na School of Visual Arts (SVA). Em Nova York ele conhece e faz amizade com artistas como Kenny Scharf e Jean-Michel Basquiat.

  • 1980 - Começa a desenhar nos espaços de propaganda que ficavam vagos nos metrôs. Seus desenhos ficam extremamente conhecidos e o metrô passa a ser considerado por Haring seu “laboratório” para sua experimentação com linhas simples. Desse ano até 1989 faz sucesso internacionalmente.

  • 1981 - Faz sua primeira exposição solo na galeria Westbeth Painters Space em Nova York.

  • 1986 - Abre a Pop Shop, onde vende camisetas, bottons, ímãs, brinquedos e pôsteres por preços mais acessíveis, na intenção de popularizar mais a sua arte.

  • 1988 - É diagnosticado com AIDS.

  • 1989 - Cria a Keith Haring Foundation com o intuito de criar fundos e fornecer imagens para organizações relacionadas à AIDS e para projetos com crianças, além de expandir seu público e popularizar ainda mais sua arte.

  • 1990 - Morre aos 31 anos de complicações relacionadas à AIDS.

GREIMAN, April
(April Greiman)

ATUAÇÃO: Designer Gráfico
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1948 - Nasce em 22 de março, nos Estados Unidos.

FILI, Louise
(Louise Fili)

ATUAÇÃO: Designer Gráfico
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1951 - Nasce em Orange, New Jersey.

ANDERSON, Charles S.
(Charles S. Anderson)

ATUAÇÃO: Designer Gráfico
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1958 - Nasce em Minneapolis, Minnesota.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:

MOLLINO, Carlo
(Carlo Mollino)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1905 - Nasce na cidade de Torino, na Itália

  • 1973 - Morre na cidade de Torino aos 68 anos

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  REFERÊNCIAS DO CURSO:
  1. Marc Andrew Newson

  2. Harry Bertoia

AICHER, Otl
(Otl Aicher)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1922 - Nasce em Ulm, Alemanha.

  • 1991 - Falece aos 69 anos.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  REFERÊNCIAS DO CURSO:
  1. Hans Gugelot

  2. Max Bill

  3. Tomás Maldonado

MORRIS, Talwin
(Talwin Morris)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1865 - Nasce em Winchester, na Inglaterra.

  • 1880 - Começa a trabalhar como aprendiz no estúdio de Arquitetura de seu tio, Joseph Morris, em Reading, onde permanece por cinco anos. Durante esse tempo, desenvolve seu interesse pelo design de móveis e interiores.

  • 1885 - Ganha um prêmio da Sociedade de Arqueologia e Arquitetura de Berkshire. Após o término de seu aprendizado, muda-se para Londres onde começa a trabalhar com o arquiteto James Martin Brooks.

  • 1891 - Assume o posto de sub-editor de arte na revista semanal Black and White, da editora Cassell, contribuindo com ilustrações e letras capitulares.

  • 1893 - Muda-se para Glasgow, na Escócia, para atuar como Diretor de Arte na prestigiada editora Blackie and Son, onde trabalha com o design de capas de livros e também conhece e torna-se amigo de artistas e designers da Escola de Arte de Glasgow.

  • 1896 - Exibe três de seus designs de capa para os livros The Universe, English Essays e Daddy Samuel's Darling, na Quinta Exposição da Sociedade de Arts & Crafts. Morris torna-se, então, uma figura influente no design de livros por seu estilo moderno e próximo do Art Nouveau.

  • 1900 - Junta-se ao arquiteto e designer Charles Rennie Mackintosh e outros artistas para expor seus trabalhos na Oitava Exposição da Secessão Vienense. No entanto, suas obras são postas e uma sala distante da dos artistas de Glasgow.

  • 1902 - Com habilidades também nas áreas do design de jóias de metal e de móveis, exibe seu trabalho na exposição de artes britânicas no Museu de Artes Aplicadas em Budapeste. No mesmo ano, seu trabalho é escolhido junto aos de outros artistas, para ser exposto na Primeira Exposição Internacional de Arte Decorativa Moderna em Turin.

  • 1906 - Cria uma capa para a influente revista alemã Dekorative Kunst.

  • 1909 - Devido a problemas de saúde, Morris aposenta-se de seu trabalho na Blackie and Son.

  • 1911 - Morre aos 45 anos em Bowling, na Escócia.

NEWBERY, Jessie W.
(Jessie Wylie Newbery)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1864 - Nasce em Paisley, na Escócia.

  • 1882 - Uma visita à Itália estimula seu interesse pela decoração têxtil e outras artes decorativas como o mosaico e a cerâmica.

  • 1884 - Entra para a Escola de Arte de Glasgow, onde estuda por quatro anos.

  • 1889 - Casa-se com o pintor e diretor da Escola de Arte de Glasgow, Francis Newbery.

  • 1890 - Ganha uma medalha de bronze em um concurso em South Kensington por seu design Tempestas para um vitral.

  • 1893 - Exibe algumas de suas obras, dentre elas um cálice de prata e um prato de metal moldado, na Quarta Exposição da Sociedade de Arts & Crafts.

  • 1894 - Cria, junto a seu marido, o Departamento de Bordado na Escola de Arte de Glasgow e é apontada como chefe do mesmo. Seu talento, forte senso de design e incentivo pelo trabalho de seus alunos ajudam a elevar o status do bordado como uma forma de arte criativa.

  • 1900 - Seu departamento ganha notoriedade entre outas formas de arte e seus trabalhos e de seus alunos são regularmente expostos na revista britânica The Studio.

  • 1901 - Em uma avaliação da Exposição Internacional de Glasgow, seu trabalho é citado como sendo 'digno de estudo em virtude do bom design e acabamento excelente'.

  • 1902 - Tem suas obras e a de seus alunos exibidas na Exposição Internacional de Arte Decorativa Moderna, em Turin.

  • 1903 - Suas padronagens para roupas e bordados aparecem na influente revista alemã Moderne Stickereien. Lá se afirma que a 'Rosa de Glasgow', um dos mais notórios símbolos do Glasgow Style, foi criada e difundida por seus bordados, antes de ser amplamente utilizada por Charles Rennie Mackintosh.

  • 1907 - O Departamento de Educação Escocês autoriza a direção da Escola de Arte de Glasgow a certificar o curso de Costura e Bordado Artístico, elevando ainda mais o prestígio do Departamento de Bordado chefiado por Jessie Newbery.

  • 1908 - Aposenta-se do Departamento de Bordado por problemas de saúde, mas continua seu trabalho com bordado.

  • 1914 - Exibe seus trabalhos junto da Guilda Escocesa de Artes Manuais na Exposição de Artes Decorativas da Grã-Bretanha, no museu do Louvre, em Paris.

  • 1916 - Colabora com a organização e com a montagem da importante exposição 'Bordado e Costura Antiga e Moderna'.

  • 1918 - Com a aposentadoria de seu marido mudam-se para Dorset onde permanecem pelo resto de suas vidas.

  • 1948 - Morre aos 83 anos em Dorset, na Escócia.

MUCHA, Alfons Maria
(Alfons Maria Mucha)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1860 - Nasce em Ivancice, South Moravia

  • 1878 - Mucha se inscreve na Academia de Belas Artes de Praga. Sua inscrição é rejeitada com a recomendação: 'Procure outra profissão na qual será mais útil.'

  • 1879 - Vai para Viena para trabalhar como pintor de cenário para a firma de Kautsky-Brioschi-Burghardt.

  • 1881 - Deixa Viena quando o Ringtheater, o maior cliente de seus empregadores, pega fogo em um acidente que mata 500 pessoas. Mucha, sendo o empregado mais novo, recebe seu aviso prévio.

  • 1882 - Vai para Mikulov onde trabalha pintando retratos. Encontra o Conde Khuen Belasi que lhe contrata para decorar seu castelo em Emmahof.

  • 1887 - Se muda para Paris para estudar na Académie Julian, sob o patrocínio do Conde.

  • 1894 - Pinta 'Gismonda', seu primeiro poster para Sarah Bernhadt.

  • 1896 - Se muda para um novo estúdio na Rue du Val-de-Grâce. Champenois publica o primeiro painel decorativo de Mucha, "As Estações".

  • 1898 - Começa a dar aulas de desenho na Whistler's Académie Carmen. Participa na primeira exposição da Secessão Vienense. Os posteres e painéis de Mucha são mostrados em Chrudim e Hradec Králové em Bohemia e Budapeste.

  • 1909 - Charles Crane concorda em financear a Epopeia Eslava de Mucha.

  • 1910 - Retorna à Praga para trabalhar nos murais de Obecni dum. Aluga um estúdio e um flat no castelo de Zbiroh, região oeste de Bohemia, para trabalhar na Epopeia Eslava.

  • 1911 - Completa os murais de Obecní dum

  • 1912 - Completa os três primeiros quadros da Epopeia Eslava. Estes são apresentados à cidade de Praga em Dezembro.

  • 1919 - Os onze primeiros quadros da Epopeia Eslava são expostos no Klementium em Praga e depois enviados para serem exibidos na América.

  • 1928 - O ciclo completo da Epopeia Eslava é oficialmente apresentado para o povo tcheco e à cidade de Praga por Mucha e Charles Crane e é mostrado no Trade Fair Palace da cidade.

  • 1938 - Começa a trabalhar no tríptico (não terminado) A Era da Razão, A Era do Conhecimento e A Era do Amor. Apesar de estar sofrendo com pneumonia, começa a coletar e escrever suas memórias.

  • 1939 - Mucha está entre os primeiros a serem presos pela Gestapo quando os alemães invadem a Checoslováquia. Ele é questionado e liberado para voltar para casa, mas sua saúde fica muito debilitada pelo acontecimento. Morre em Julho, em Praga.

PANKOK, Bernhard
(Bernhard Pankok)

 [Pankok] produzia trabalhos em muitas áreas diferentes, embora seus desenhos de móveis talvez fossem a especialidade em que se mostrava mais original. Seus primeiros projetos de móveis são caracterizados por um certo peso e por uma aparência ‘orgânica’ que lembram o trabalho de Antoni Gaudí, evidenciando o lado mais expressionista e menos funcional do Jugendstil.”
CAMPBELL, Gordon. [2006]
The Groove Encyclopedia of Decorative Arts.
New York, Oxford University Press .
 CRONOLOGIA: 
  • 1872 - Nasce em Munique, na Alemanha.

  • 1892 - Termina seus estudos de Pintura em Düsseldorf e em Berlim.

  • 1892 - Trabalha em Munique, onde contribui para o periódico Jugend até 1902.

  • 1898 - Funda com Josef Hoffman e Koloman Moser - entre outros - a Münchner Vereinigte Werkstätten für Kunst im Handwerk. [Oficinas de Artes e Ofícios de Munique].

  • 1900 - Ganha reconhecimento internacional com uma decoração de quarto na Exposição Universal de Paris.

  • 1901 - Projeta um salão de casamento que é considerado por Hermann Obrist um dos melhores cômodos de toda Alemanha.

  • 1907 - Participa da fundação da Deutscher Werkbund.

  • 1908 - Projeta o interior do navio Friedrichshafen, entre outros. Projeta também o interior de quatro Zeppelins.

  • 1908 - Projeta o edifício da Akademie der Bildenden Künste am Weißenhof.

  • 1909 - Projeta o cenário e as roupas de uma montagem da ópera
    Don Giovanni. Executará outros trabalhos análogos em anos subsequentes.

  • 1913 - Nomeado Diretor da Staaliche Kunstgewerbeschule. Manterá a posição até 1937.

  • 1914 - Revela-se um dos principais artistas da Exposição da Cologne Werkbund.

  • 1917 - Projeta móveis com influências Art Déco para o quarto de música da Werkbundausstellung em Basle, Suíça.

  • 1943 - Morre, aos 70 anos, em Baierbrunn, Alemanha.

MACDONALD, Margaret
(Margaret MacDonald)

 1865 - 1933
 CRONOLOGIA: 
  • 1864 - Nasce próxima a Wolverhampton, na Inglaterra.

  • 1877 - Entra para uma progressiva escola local, a Orme Girls’ School, onde estuda arte com um pintor da Academia Real.

  • 1890 - Entra na Escola de Arte de Glasgow, onde torna-se amiga de outros estudantes e artistas, dentre eles Jessie Keppie, Agnes Raeburn, Janet Aitken, Katherine Cameron, Charles Rennie Mackintosh e Herbert McNair. O grupo se autodenomina ‘Os Imortais’.

  • 1894 - Começa a expor seus trabalhos junto de sua irmã, a artista Frances Macdonald, e seus dois colegas, os pintores e arquitetos Charles Rennie Mackintosh e Herbert McNair, os quais juntos formam o grupo The Four. Seus trabalhos são ridicularizados pela crítica por suas figuras “fantasmagóricas”, recebendo a alcunha de Spook School.

  • 1895 - Tem duas de suas pinturas e duas de sua irmã publicadas no livro Yellow Book de Aubrey Beardsley.

  • 1896 - Abre um estúdio com sua irmã Frances em Glasgow. Lá produzem os trabalhos mais variados, indo de pinturas a bordados, posters, painéis em metal e vitrais, dentre outros. No final do ano, o grupo The Four envia seus trabalhos para a Exposição de Arts and Crafts em Londres. As críticas não são boas, mas as obras captam o interesse da revista The Studio.

  • 1900 - Casa-se com o pintor arquiteto Charles Rennie Mackintosh. No mesmo ano, o casal expõe um par de painéis de gesso na Oitava Exposição da Secessão Vienense. A partir deste ano, Margaret inicia um período de trabalhos feitos quase exclusivamente em gesso.

  • 1902 - Exibe seus trabalhos na Exposição Internacional de Arte Moderna Decorativa em Turin. Sua contribuição, chamada Rose Boudoir, inclui painéis de metal para um armário desenhado por seu marido, e dois painéis grandes de gesso.

  • 1903 - Trabalha na decoração das Willow Tea Rooms de Miss Cranston com Charles Rennie.

  • 1909 - Completa seus últimos painéis de gesso, chamados The Four Queens, eles representam as rainhas dos quatro naipes d baralho, e têm um estilo mais angular do que seus painéis anteriores.

  • 1921 - Morre sua irmã Frances Macdonald, um possível suicídio. Com a grande perda, Margaret pinta duas extraordinárias obras intituladas La Morte Parfumee e The Legend of the Blackthorns.

  • 1933 - Morre aos 68 anos em Londres, na Inglaterra.

CRANE, Walter
(Walter Crane)

 Todos enfatizavam a dignidade do trabalho e havia também aqueles que, como Crane e Ashbee, invocavam o socialismo para elevar o trabalho à categoria de um predicado sobre o qual não apenas uma arte sadia e bela estava baseada mas também na qual se assentava uma sociedade mais saudável e plena”.

ADAMS, Steven.[1987]
The Arts & Crafts Movement.
London, Grange Books.
 CRONOLOGIA: 
  • 1845 - Nasce em Liverpool, Inglaterra.

  • 1859 - Torna-se aprendiz do entalhador William James Linton, por meio de quem travou contato direto com trabalhos de Pré-Rafaelitas como Rossetti, Millais e outros.

  • 1864 - Começa a ilustrar para o também entalhador e artista gráfico Edmund Evans. Trabalha inicialmente em um livro de cantigas de roda e de embalar (nursery rhymes).

  • 1874 - Em uma série de ilustrações - que começa com The Frog Prince - passa a exibir uma clara influencia da Arte Japonesa.

  • 1877 - Planeja, com Edmund Evans, a execução do livro de canções de ninar: The Baby’s Opera.

  • 1882 - Elabora The Goose Girl, ilustração do livro Household Stories from Grimm, que, mais tarde, foi reproduzida em tapeçaria por Morris.

  • 1882 - É eleito membro do Institute of Painters in Water Colours.

  • 1888 - Funda a Arts And Crafts Exhibition Society.

  • 1890 - Torna-se Vice Presidente da Healthy and Artistic Dress Union que promovia roupas largas, ao invés de rígidas, apertadas e pesadas.

  • 1893 - Exibe Neptune’s Horses - obra prima da ilustração -, na New Gallery.

  • 1894 - Colabora com Morris na decoração das páginas de The Story of the Glittering Plain.

  • 1894 - Torna-se Diretor de Design na Manchester Municipal School.

  • 1895 - Mostra seus trabalhos mais recentes em exposição na galeria/loja L’Art Nouveau, de Siegfried Bing, em Paris.

  • 1898 - Publica suas aulas de Manchester no livro The Bases of Design.

  • 1915 - Morre aos 69 anos, em Sussex, Inglaterra

PRIVAT-LIVEMONT, Henri
(Henri Privat-Livemont)

 1861 - 1936
 CRONOLOGIA: 
  • 1861 - Nasce em Schaerbeek, na Bélgica.

  • 1883 - Muda-se para Paris, após ganhar uma bolsa de estudos. Começa a trabalhar na decoração da prefeitura, e também na do Théâtre de la Porte Saint Martin.

  • 1886 - Expõe suas pinturas no Grande Salão de Paris.

  • 1889 - Conclui seu trabalho em Paris e retorna para sua cidade natal. Em Schaerbeek, trabalha como pintor e decorador. No ano seguinte, abre seu estúdio e começa a atuar como designer de posters e propagandas.

  • 1891 - Torna-se professor de ‘desenho, ornamento e figura’ na nova escola industrial de Schaerbeek. No mesmo ano, faz ilustrações para diversos periódicos, dentre eles as edições de janeiro a fevereiro para o jornal francês Le Journal Illustré.

  • 1895 - Tem trabalho incluído na publicação Les Maîtres de l’Affiche [Os Mestres do Poster], junto de outros artistas franceses e internacionais. Esta publicação francesa imprime mensalmente quatro novos posters dentre os melhores criados na época.

  • 1896 - Simbolista, Privat-Livemont é influenciado desde muito cedo da estética do Art Nouveau. Seus primeiros posters remetem muito às artes de Alfons Mucha. Desenha, neste ano, seu mais famoso poster, a propaganda para o Absinto Robette.

  • 1897 - [a Grande Maison de Blanc] Uma importante loja em Bruxelas, na Bélgica, é decorada com alguns de seus mais famosos painéis na fachada.

  • 1900 - Realiza seus primeiros sgraffites, técnica artística aplicada comumente em peças de cerâmica e decoração arquitetônica. Ganha muitos prêmios por seus trabalhos feitos para as lojas e escolas de Bruxelas.

  • 1936 - Morre aos 74 anos em Schaerbeek, na Bélgica.

YVARAL, Jean-Pierre
(Jean-Pierre Vasarely)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1934 - Nasce em Paris, França

  • 2002 - Morre em Paris aos 68 anos

RODCHENKO, Aleksandr
(Aleksandr M. Rodchenko)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1891 - Nasce em São Petersburgo, Rússia.

  • 1956 - Morre, aos 64 anos, em Moscou, Rússia.

COBDEN-SANDERSON, Thomas
(Thomas James Cobden-Sanderson)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1840 - Nasce em Northumberland, na Inglaterra.

  • 1882 - Casa-se com Anne Cobden, e passa a usar junção do nome Cobden-Sanderson.

  • 1884 - Abre uma oficina e abandona a prática do Direito.

  • 1893 - Abre a Doves Bindery em Hammersmith, Londres, batizando-a com o nome de um pub próximo, The Dove.

  • 1900 - Cria a Doves Press, da qual Emery Walker se torna sócio. Walker supervisiona a criação da Doves Type, fonte usada em todos os livros impressos por eles.

  • 1901 - Publica o manifesto sobre a estética do livro The Ideal Book (ou Book Beautiful).

  • 1909 - Cobden-Sanderson e Walker dissolvem sua parceria, entrando em disputa pelos direitos da Doves Type.

  • 1917 - A Doves Press, depois de ter publicado em torno de cinquenta obras notáveis, fecha suas portas.

  • 1922 - Morre aos 81 anos.

ECKMANN, Otto
(Otto Eckmann)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1865 - Nasce em Hamburgo, Alemanha.

  • 1885 - Começa a estudar pintura na Akademie der Bildenden Künste München (Academia de Belas Artes de Munique), onde permanece até 1890.

  • 1894 - Eckmann abandona a pintura pra se dedicar às artes aplicadas e artes gráficas.

  • 1895 - Começa a trabalhar pra revista Pan, e no ano seguinte, pra revista Jugend.

  • 1897 - Ensina pintura ornamental no Kunstgewerbemuseum (Museu de Artes Decorativas), em Berlim.

  • 1899 - Projeta o logo da revista Die Woche.

  • 1900 - Trabalha com projetos gráficos para Allgemeine Elektrizitätsgesellschaft (AEG), até 1902. Durante esse período, projeta as fontes Eckmann (1900) e Fette Eckmann (1902).

  • 1902 - Morre aos 36 anos, vítima de tuberculose, em Badenweiler, Alemanha.

TOULOUSE-LAUTREC, Henri de
(Henri de Toulouse-Lautrec)

 A sensibilidade exasperada pelas cores contrastantes é uma das qualidades de seu “macabro” gênio. Nada o repele; pinta beleza e feiúra com soberba indiferença; pinta o vício e o vil, exóticas, atrozes e obscenas criaturas com a absoluta insolência e o máximo cinismo de um Diabo ou de um Deus que criaram em mútuo antagonismo o cruel e adorável mundo no qual vivemos. (…) Parte da técnica de Lautrec consiste não somente no seu modo original de observar a realidade, mas na sua maneira de ver as coisas: não em porções, não em sombras, mas em massas (…) Lautrec tinha uma paixão por cores brutais, em contrastes violentos e muitas vezes excessivos."
SYMONS, Arthur. [1930]
From Toulouse-Lautrec to Rodin.
New York, Kessinger Publishing..
 CRONOLOGIA: 
  • 1864 - Nasce em Albi, na França.

  • 1878 - Sofre duas quedas consecutivas, nas quais quebra os dois fêmures devido a uma doença manifestada anos antes, que afeta a formação dos ossos, fazendo com que Henri não ultrapasse a altura de 1,52m.

  • 1880 - Monta um estúdio particular em Paris e passa a frequentar teatros e cabarés de Montmartre.

  • 1882 - Estuda Pintura com o retratista Léon Bonnat e, posteriormente, com Fernand Cormon, cujo ateliê frequenta por cinco anos.

  • 1888 - Pinta La Blanchisseuse no jardim de Pere Foret, Paris.

  • 1889 - Expôe suas obras no Salon des Indépendants.

  • 1890 - Produz ilustrações para a revista humorística semanal Le Rire.

  • 1891 - É contratado por Charles Zidler para criar o cartaz do Moulin Rouge, que corresponde ao seu primeiro cartaz litográfico.

  • 1893 - Tem sua primeira mostra individual, na galeria Booussod & Valadon.

  • 1894 - Produz ilustrações para La Revue Blanche.

  • 1896 - É impresso seu trabalho Elles, série de litografias coloridas focada no universo feminino, que produz um panorama da vida nos bordéis.

  • 1899 - O excesso de álcool faz com que seja internado em uma clínica psiquiátrica após um colapso nervoso.

  • 1901 - Morre vítima de sífilis e alcoolismo, em Malmoré, na França.

BEHRENS, Peter
(Peter Behrens)

 Não se podem perceber muitos traços da Jugend no trabalho [de Peter Behrens] e, ainda assim, sempre que eles aparecem, mostram-se discretos e associados com um sistema de linhas retas e paralelas que tem muito pouco em comum com as vigorosas evoluções encontradas nas variantes de outros países”.
TSCHUDI-MADSEN, Stephan. [1956]
The Art Nouveau Style.
New York, Dover, 2002 .
 CRONOLOGIA: 
  • 1868 - Nasce em Hamburgo, na Alemanha.

  • 1886 - Estuda Pintura na Kunstgewerbeschule (Escola de Artes Aplicadas) em Hamburgo, até 1889; em seguida estuda na Kunstschule (Escola de Arte), em Karlsruhe e logo após na Düsseldorfer Akademie, em Düsseldorf.

  • 1890 - Casa-se com Lilly Krämer e se muda para Munique, onde participa do movimento Jugendstil.

  • 1893 - É um dos membros fundadores da Münchener Secession (Secessão de Munique).

  • 1897 - Junta-se a Hermann Obrist, August Endell, e Richard Riemerschmid, entre outros, para fundar a Vereinigten Werkstätten für Kunst im Handwerk (Oficinas Unidas) em Munique.

  • 1899 - Aceita o convite do Grão-Duque Ernst Ludwig de Hesse e junta-se à Darmstädter Künstlerkolonie (Colônia de Artistas de Darmstadt).

  • 1901 - Projeta sua própria casa, a Haus Behrens, em Darmstadt; sendo responsável também por seu projeto de design de interior e mobiliário.

  • 1903 - É nomeado diretor da Kunstgewerbeschule (Escola de Artes e Ofícios), em Düsseldorf.

  • 1907 - Funda com Hermann Muthesius, Friedrich Naumann, Karl Schmidt, entre outros, a Deutscher Werkbund (Associação Alemã de Artistas).

  • 1908 - Começa a atuar como consultor artístico da Allgemeine Elektricitäts-Gesellschaft (AEG), contratado por Emil Rathenau.

  • 1909 - Projeta a AEG-Turbinen-Fabrik (Fábrica de Turbinas da AEG), primeiro edifício alemão em aço e vidro, introduzindo uma nova expressão para a arquitetura européia.

  • 1922 - Aceita convite para lecionar na Akademie der Bildenden Künste, em Viena, one chefia o departamento de Arquitetura até 1936.

  • 1926 - A pedido de Wenman Joseph Bassett-Lowke, projeta a casa New Ways em Northampton, Inglaterra, considerada por muitos a primeira construção modernista da Grã-Bretanha.

  • 1936 - Assume a direção do departamento de Arquitetura da Preußische Akademie der Künste (Academia Prussiana de Artes), em Berlim.

  • 1940 - Morre de ataque cardíaco aos 72 anos, em Berlim.

MACKMURDO, Arthur
(Arthur Mackmurdo)

 Mackmurdo, em geral, preocupava-se mais com uma reforma do design do que com a mudança do papel do designer (ou do artesão) na sociedade. (...) [Ele] identificava os conflitos na filosofia de Morris, escrevendo em suas anotações pessoais que Morris era incapaz de conceber um plano para uma nova estrutura social, e que seu ‘socialismo não tem uma base filosófica’. Mackmurdo preferia ficar de fora da política, adotando, como muitos arquitetos, uma postura flexível com relação a seus interesses e comissões”.

CUMMING, Elizabeth / KAPLAN, Wendy. [1991]
The Arts and Crafts Movement.
New York, Thames & Hudson, 2004.
 CRONOLOGIA: 
  • 1851 - Nasce em Londres.

  • 1869 - Inicia-se como aprendiz primeiro do arquiteto Chatfield Brooks e, posteriormente, de James Brooks; expoentes do estilo Neogótico.

  • 1874 - Acompanha John Ruskin, que conhecera no ano anterior, a uma viagem à Italia.

  • 1875 - Estabelece um escritório em Londres, onde conhece William Morris e James Abbott McNeil Whistler.

  • 1882 - Funda, com Selwyn Image, Herbert P. Horne e Bernard Creswick, a Century Guild, influenciada por John Ruskin e William Morris.

  • 1884 - Funda o The Hobby Horse, que viria a se tornar um dos periódicos mais influentes da época.

  • 1889 - Constrói partes do Hotel Savoy, em Londres, em parceria com o arquiteto H.Horne.

  • 1904 - Aposenta-se e se muda para Essex, onde passa a se concentrar em escrever e em questões socioeconômicas pelos próximos quase 40 anos.

  • 1942 - Morre, em Essex, aos 91 anos.

CZESCHKA, Carl Otto
(Carl Otto Czeschka)

 1878 - 1960
 CRONOLOGIA: 
  • 1878 - Nasce em Viena, Áustria.

  • 1894 - Estuda Pintura com Christian Griepenkerl na Akademie der bildenden Künste, em Viena, até 1899.

  • 1899 - É encarregado da decoração da igreja do imperador Joseph em Radmer, Styria.

  • 1900 - Torna-se membro da Secessão Vienense.

  • 1902 - Leciona na Escola de Artes e Ofícios de Viena até 1907.

  • 1905 - Torna-se membro da Wiener Werkstätte.

  • 1907 - Leciona na Kunstgewerbeschule em Hamburgo. Nesse mesmo ano, cria um cartaz para o Fledermaus Cabaret.

  • 1909 - Conclui o que é considerado o seu trabalho mais famoso: as ilustrações para o livro Die Nibelungen.

  • 1918 - Projeta cenários e figurinos para adaptação da peça King Lear de William Shakespeare.

  • 1922 - Desenha o "Bufo", emblema da Brinckmann Justus Gesellschaft.

  • 1960 - Morre em Hamburgo, aos 81 anos.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Hilda Jesser

PRÜTSCHER, Otto
(Otto Prütscher)

 1880 - 1949
 CRONOLOGIA: 
  • 1880 - Nasce em Viena, Áustria.

  • 1895 - Ingressa na Fachhochschule für Holzindustrie (Timber Industry College).

  • 1897 - Entra para a Kunstgewerbeschule (Escola de Artes e Ofícios), em Viena, onde estuda com Franz von Matsch e Josef Hoffmann.

  • 1900 - Diversos de seus trabalhos são publicados no Das Interieur.

  • 1901 - Termina seus estudos na Kunstgewerbeschule; em seguida trabalha em colaboração com Erwin Puchinger, fazendo Design de Interiores.

  • 1903 - É chamado para trabalhar como assistente na Graphische Lehr- und Versuchsanstalt (Instituto de Arte Gráfica de Viena).

  • 1908 - Projeta uma sala de mármore para o Kunstschau, que é executada depois por artesãos da Wiener Werkstätte.

  • 1910 - Torna-se professor na Graphische Lehr- und Versuchsanstalt (Instituto de Arte Gráfica de Viena) e na Kunstgewerbeschule (Escola de Artes e Ofícios).

  • 1911 - Casa-se com Helene Süßmandl.

  • 1922 - Torna-se membro da Künstlerhaus de Viena.

  • 1931 - Projeta a casa de Dr. Otto Wertheim, em Mariazell, Viena.

  • 1934 - Realiza a construção da loja Piccini, no mercado mais popular de Viena, o Naschmarkt.

  • 1946 - Aposenta-se e para de dar aulas.

  • 1947 - Ganha o Prêmio do Estado Austríaco de Arquitetura.

  • 1949 - Morre aos 68 anos, em Viena.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Hilda Jesser

VASARELY, Victor
(Vásárhelyi Győző)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1906 - Nasce em Pécs, na Hungria

  • 1997 - Morre em Paris, França.

KLINGER, Julius
(Julius Klinger)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1876 - Nasce em Dornbach, próximo a Viena, na Austria.

  • 1895 - Consegue seu primeiro emprego como ilustrador para aa revista de moda Wiener Mode em Viena, onde conhece Kolomon Moser, que se torna seu mentor e incentiva sua carreira artística.

  • 1896 - Vai para Munique aonde trabalha como ilustrador para as revistas Jugend e Meggendorfer Blätter.

  • 1897 - Se muda para Berlim e abre um estúdio de design gráfico com Albert Knab. Começa então sua carreira como designer na qual trabalha para muitas revistas durante anos e torna-se notório pela criação de posteres.

  • 1901 - Lança seus livros “Das Weib im modernen Ornament”, sobre ornamentos, e “Die Grotesklinie und ihre Spiegelvariationen im modernen Ornament und in der Dekorationsmalerei”, que revela suas visões sobre as obras do Jugendstil da época.

  • 1905 - Estabelece um contrato oficial com a gráfica Hollerbaum & Schmidt, entrando para seu time de artistas. Seu trabalho rapidamente ganha popularidade.

  • 1910 - Torna-se um dos artistas de poster mais reconhecidos, e a demanda de seu trabalho é alta. Em Setembro do mesmo ano, começa a lecionar para a recém-fundada Escola Técnica Superior de Artes Decorativas.

  • 1912 - Torna-se o diretor das aulas decorativas.

  • 1915 - É recrutado forçadamente pelo exército austríaco.

  • 1919 - Cria inúmeros pôsteres e propagandas para a campanha publicitária da empresa de papeis de cigarro Tabu.

  • 1925 - Publica um ensaio crítico, chamado Das Chaos der Künste, polemizando a cerca de sua visão da “transfiguração da propaganda como uma ‘alta’ arte e da dissolução da publicidade servindo apenas ao consignatário” e rejeitando a ornamentação por si só.

  • 1928 - Viaja para os Estados Unidos onde trabalha brevemente para a General Motors, mas retorna para Viena no ano seguinte, decepcionado.

  • 1930 - Leciona na Kunstgewerbe- und Handwerkerschule em Magdeburg por um ano, sob indicação de seu amigo Wilhelm Deffke.

  • 1942 - É deportado com sua esposa para Minsk, na Bielorussia, aonde os dois são mortos.

VOGELER, Heinrich
(Heinrich Vogeler)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1872 - Nasce em Bremen, na Alemanha.

  • 1890 - Entra para a Academia de Artes na cidade de Düsseldorf, onde estuda por cinco anos. Durante este período, visit a Bélgica e a Itália para estudar.

  • 1895 - Entra para a colônia de artistas de Worpswede, onde compra uma casa no ano seguinte. Juntos, expoem seus trabalhos no Palácio de Vidro de Munique, o que torna os artistas de Worpswede conhecidos pelo país afora.

  • 1899 - É convidado a trabalhar como ilustrador para a revista literária "Insel". Além de suas contribuições para a mesma, Vogeler também cria objetos e faz ilustrações para livros com seu estilo art nouveau.

  • 1905 - Termina a decoração do "Güldenkammer", o Salão Dourado da prefeitura de Bremen.

  • 1907 - Em sua viagem para Lodz, estuda o trabalho de Maxim Gorki com afinco, e passa a simpatizar com a classe operária.

  • 1908 - Funda, juntamente com seu irmão Franz, a "Worpsweder Werkstätte", uma loja de móveis.

  • 1914 - Se voluntaria ao serviço militar na Primeira Guerra Mundial. Em suas viagens para a Polônia, Romênia e Russia, Vogeler entra em contato com as ideias dos Bolcheviques.

  • 1918 - Se junta ao Conselho de Trabalhadores e Soldados de Bremen durante a Revolução Alemã, ao lado de seu amigo Curt Stoermer. Suas ilustrações e seus trabalhos vão perdendo suas características romanticas e abrindo caminho para obras voltadas ao proletariado.

  • 1931 - Se muda para a União Soviética com sua esposa Zofia.

  • 1942 - Morre aos 69 anos no Cazaquistão.

DEWAR, De Courcy L.
(De Courcy Lewthwaite Dewar)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1878 - Nasce em Kandy, no Sri Lanka.

  • 1891 - Entra para a Escola de Arte de Glasgow, tornando-se proficiente em inúmeras áreas.

  • 1899 - Duas de suas criações - expostas na Exposição do Clube da Escola de Arte - recebem destaque na revista The Studio, que avalia seu candelabro e sua caixa de jóias de metal como "peças de design e execução excelentes, dignas de estudo".

  • 1900 - Começa a lecionar esmaltagem e design em metais na Escola de Arte de Glasgow, posto que mantém durante quase trinta anos. No mesmo ano, abre um estúdio próprio na cidade para seus trabalhos independentes.

  • 1902 - Exibe uma de suas peças - um painel esmaltado - na Exposição Internacional de Arte Decorativa, em Turin, ao lado das obras de grandes artistas de Glasgow, como os Mackintosh, e os MacNair.

  • 1903 - Demite-se da Escola de Arte de Glasgow após ter seu pedido de aumento de salário negado. Após uma discussão, o diretor Fra Newbery decide levar seu pedido de aumento aos governantes, fazendo-a voltar atrás na demissão, ainda que descontente.

  • 1909 - Um artigo na revista The Studio sobre seu trabalho variado a coloca entre os melhores artistas de sua época.

  • 1924 - Pinta um dos vinte e três painéis para o Forestry Hall da Exposição de Wembley, na Inglaterra. Seu trabalho é bem recebido pela crítica.

  • 1935 - Ganha o Prêmio Lauder da Sociedade de Mulheres Artistas com uma caixa de jóias feita em zinco e prata, destacada como um exemplo de bom design no livro Design Aplicado em Metais Preciosos de Peter Davidson.

  • 1950 - Publica a história da Sociedade das Mulheres Artistas, da qual é a presidente. Seus diários bem cuidados e suas cartas oferecem um raro olhar sobre a vida de uma mulher designer na época do Movimento de Glasgow.

  • 1959 - Morre aos 81 anos em Glasgow, na Escócia.

MOSER, Koloman
(Koloman Moser)

 1868 - 1918
 CRONOLOGIA: 
  • 1868 - Nasce em Viena, Áustria.

  • 1885 - Estuda Pintura na Akademie der Bildenden Künste de Viena até 1892.

  • 1888 - Muda-se com a família para o 3º Distrito de Viena, onde constrói seu primeiro estúdio.

  • 1892 - Produz ilustrações para a revista Wiener Mode.

  • 1893 - Estuda Design Gráfico por dois anos na Kunstgewerbeschule em Viena.

  • 1897 - É co-fundador da Wiener Secession (Secessão Vienense).

  • 1899 - Torna-se professor da Kunstgewerbeschule em Viena, onde ensina Pintura e Desenho.

  • 1900 - Visita a Exposition Universelle em Paris.

  • 1901 - É nomeado membro honorário da Wiener Kunst im Hause.

  • 1903 - Funda a Wiener Werkstätte com Josef Hoffmann e Fritz Wärndorfer.

  • 1904 - Viaja para Berlim, onde ocorre a primeira exposição da Wiener Werkstätte.

  • 1905 - Casa-se com Editha Mautner.

  • 1907 - Deixa a Wiener Werkstätte, e concentra-se mais na pintura.

  • 1911 - Participa Exposição Internacional de Arte em Roma.

  • 1912 - Participa da Exposição de Arte Grande, em Dresden.

  • 1918 - Morre aos 50 anos, em Viena, vítima de câncer.

TEAGUE, Walter Dorwin
(Walter Dorwin Teague)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1883 - Nasce em Indiana, Estados Unidos.

  • 1960 - Falece duas semanas antes de seu aniversário de 77 anos.

BURNE-JONES, Edward
(Edward Coley Burne-Jones)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1833 - Nasce em Birmingham, Inglaterra.

  • 1848 - Entra na Escola de Arte de Birmingham, onde estuda por quatro anos.

  • 1853 - Começa a cursar teologia na Universidade de Exeter, Oxford, onde conhece William Morris, com quem divide uma paixão por todas as coisas medievais e pelos manuscritos de Thomas Carlyle e John Ruskin. Também é lá onde conhece o trabalho dos Pré-Rafaelitas.

  • 1856 - Sob a influência de Dante Gabriel Rossetti, Burne Jones e William Morris deixam a faculdade e decidem se tornar artistas. Mudam-se para a Red Lion Square 17 em Londres, onde ocupou Rossetti.

  • 1861 - Se torna um dos fundadores da firma Morris, Marshall, Faulkner and Co., sendo seu principal designer de vitrais e produzindo mais de 500 peças.

  • 1864 - É eleito sócio da Old Water Colour Society por suas grandes aquarelas, dentre elas, The Merciful Knight (1863).

  • 1870 - Deixa a sociedade após um escândalo sobre sua obra Phyllis e Demophoön. Passa os próximos sete anos trabalhando isolado em Fulham, no oeste de Londres.

  • 1877 - Tem oito de suas pinturas a óleo, incluindo The Mirror of Venus e The Beguiling of Merlin expostas na abertura da Galeria de Grosvenor. Seu trabalho é altamente aclamado.

  • 1881 - Recebe um diploma honorário da universidade de Oxford.

  • 1885 - Torna-se presidente da Birmingham Society of Artists, e sócio da Royal Academy.

  • 1891 - Se torna membro da Art Workers Guild.

  • 1898 - Morre aos 64 anos em Londres, Inglaterra.

Ooops!
Não encontramos resultados
com essa pesquisa.