Dicionário Aegis de Design

(Resultado para atuação Escultor(a))

  • Hermann Obrist

    Escultor(a)Acessar
  • Michael Powolny

    Escultor(a)Acessar
  • Alexandre-Louis Charpentier

    Escultor(a)Acessar
  • Anton A. Pevsner

    Escultor(a)Acessar
  • Naum Neemia Pevsner

    Escultor(a)Acessar
  • Ernst Barlach

    Escultor(a)Acessar
  • Jef Lambeaux

    Escultor(a)Acessar
  • August Endell

    Escultor(a)Acessar
  • Josep Maria Jujol i Gibert

    Escultor(a)Acessar
  • Keith Allen Haring

    Escultor(a)Acessar
  • Donald Clarence Judd

    Escultor(a)Acessar
  • Vásárhelyi Győző

    Escultor(a)Acessar
  • Richard Anuszkiewicz

    Escultor(a)Acessar
  • Harry Bertoia

    Escultor(a)Acessar
  • Vladimir Yevgrafovich Tatlin

    Escultor(a)Acessar
  • Jocelyn Barbara Hepworth

    Escultor(a)Acessar
  • Max Klinger

    Escultor(a)Acessar
  • George Minne

    Escultor(a)Acessar
  • Pierre-Adrien Dalpayrat

    Escultor(a)Acessar
  • Roy Fox Lichtenstein

    Escultor(a)Acessar
  • Jean-Pierre Vasarely

    Escultor(a)Acessar
  • Aleksandr M. Rodchenko

    Escultor(a)Acessar
  • Alfons Maria Mucha

    Escultor(a)Acessar
  • Bernhard Pankok

    Escultor(a)Acessar
  • Hugo Alvar Henrik Aalto

    Escultor(a)Acessar
  • René Lalique

    Escultor(a)Acessar
  • Humberto e Fernando Campana

    Escultor(a)Acessar

POWOLNY, Michael
(Michael Powolny)

 1871 - 1954
 CRONOLOGIA: 
  • 1871 - Nasce em Judenburgo, na Áustria.

  • 1885 - Recebe treinamento e ajuda seu pai com os negócios, durante os quatro anos seguintes.

  • 1890 - Dá continuidade ao aprendizado iniciado com o pai, na firma Sommerhuber, em Steyr.

  • 1891 - Leciona na Fachschule für Tonindustrie (Escola para Indústria Oleira) em Viena, até 1894.

  • 1894 - Estuda na Kunstgewerbeschule (Escola Vienense de Artes Aplicadas).

  • 1903 - Trabalha como assistente do escultor Franz Metzner, até 1906.

  • 1906 - Funda a Wiener Keramik (Cerâmicas Vieneses), com Bertold Löffler.

  • 1907 - Alia-se ao Wiener Werkstätte, que fica responsável pela distribuição do material da Wiener Keramilk.

  • 1909 - Torna-se professor da Kunstgewerbeschule (Escola Vienense de Artes Aplicadas), onde trabalha até 1936.

  • 1910 - Projeta artigos de vidro da J.& L. Lobmeyr, produzidos por Loetz.

  • 1913 - A Wiener Keramik associa-se com a United Viennese and Gmundner Potterware Production Schleiss Company.

  • 1951 - É condecorado com a Medalha de Honra da capital austríaca, Viena.

  • 1954 - Morre em Viena, aos 82 anos.

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  PERSONAGENS RELACIONADOS:
  1. Hilda Jesser

CHARPENTIER, Alexandre
(Alexandre-Louis Charpentier)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1856 - Nasce em Paris, França.

  • 1871 - Trabalha como assistente do escultor de medalhas Hubert Ponscarme.

  • 1876 - Deixa o ateliê de Ponscarme.

  • 1877 - Faz sua estréia com um pequeno medalhão com o retrato de sua mãe.

  • 1879 - Tem seu baixo-relevo ‘Arqueiro’ exposto no Salon de Paris e vendido a Alexandre Dumas.

  • 1880 - Expõe no Salon des XX em Bruxelas junto de seus amigos neo-impressionistas e anarquistas tais como Maximilien Luce, Camille Pissarro e Paul Signac.

  • 1896 - Se junta ao grupo de artistas “Os Cinco” com Felix Anthyme Aubert, Henry Nocq, Charles Plumet e François-Rupert Carabin.

  • 1898 - O grupo se transforma num movimento chamado “L’Art dans Tout” (A Arte em Tudo).

  • 1899 - Cria, em colaboração com o decorador e arquiteto Tony Selmersheim, um raro e muito ornamentado relógio art nouveau intitulado “The Flight Of Time”.

  • 1909 - Morre em Neuilly, França.

BARLACH, Ernst
(Ernst Barlach)

ATUAÇÕES: Escultor(a), Autor(a)
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1870 - Nasce em Wedel, na Alemanha.

  • 1891 - Entra para a Academia de Belas Artes de Dresden

  • 1895 - Estuda em Paris, na Académie Julien. Nos anos que se seguem, atua como escultor em Hamburgo e Altona, seguindo de perto as tendencias no Art Nouveau e no Simbolismo.

  • 1898 - Trabalha por quatro anos como ilustrador na revista Jugend.

  • 1904 - Trabalha como professor na Escola de Cerâmica em Höhr.

  • 1906 - Barlach e seu irmão Nikolaus embarcam numa viagem de 8 semanas para Russia e Ucrânia. Esta viagem o inspira profundamente, influenciando seu estilo artístico nos anos seguintes.

  • 1907 - Torna-se responsável pela revista satírica “Simplicissimus”. Torna-se membro da Secessão de Berlin, e começa seu trabalho como escritor.

  • 1914 - Começa a trabalhar na escultura “The Avengers”.

  • 1915 - Alista-se como soldado do exército durante a Primeira Guerra Mundial aonde serve por dois anos. A experiência o traumatiza e muda radicalmente seu posicionamento a respeito da guerra, antes ávido defensor, agora procura exaltar temas bíblicos e os terrores da batalha em suas obras.

  • 1919 - Torna-se membro da Academia de Belas Artes da Prussia.

  • 1926 - Começa a trabalhar em encomendas de monumentos anti-guerra, o que o torna alvo de ataques e duras críticas, fazendo-o abandonar alguns projetos.

  • 1928 - Cria o cenotafio de Magdeburg, um memorial fúnebre anti-guerra que é recebido com grande controvérsia.

  • 1933 - Recebe como civil o prêmio Pour le Mérite, a mais alta condecoração militar da Prússia, por suas contribuições na Arte.

  • 1936 - Tem seus trabalhos confiscados pelos nazistas em uma exposição conjunta com Käthe Kollwitz e Wilhelm Lehmbruck. Suas outras obras são tomadas e consideradas “arte degenerada” pelo governo alemão. Barlach é proibido de atuar como escultor e é banido de todas as academias de arte das quais faz parte.

  • 1937 - Seus trabalhos “The Terrible 1937” e “Freezing Old” refletem a influência de sua vida como um pária.

  • 1938 - Morre aos 68 anos em Rostock, Alemanha.

LAMBEAUX, Jef
(Jef Lambeaux)

ATUAÇÃO: Escultor(a)
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1852 - Nasce em Antwerp, na Bélgica.

  • 1871 - Exibe sua primeira obra, intitulada Guerra.

  • 1881 - Viaja para Paris onde vive na miséria mas produz O Beijo, sua mais aclamada obra, considerada por muitos sua obra-prima.

  • 1883 - Torna-se um dos membros fundadores da sociedade de artistas Les XX, mas sua oposição aos ideais vanguardistas do grupo o levam a deixá-lo no ano seguinte.

  • 1887 - Esculpe em bronze A Fonte de Brabo, monumento que se torna o símbolo oficial da cidade de Antwerp. A imagem mostra Salvius Brabo, o fundador de Antwerp, em um pedestal com sereias e outros animais marinhos. A obra demonstra fortes traços do Art Nouveau.

  • 1889 - Exibe, no Salão Trienal de Ghent, um desenho em tamanho real para sua escultura Paixões Humanas. A cena caótica com corpos retorcidos gerou desconforto e atraiu a ira dos críticos.

  • 1893 - Apresenta, no Salão de Paris, sua obra Embriaguez, que lhe rende duras críticas por sua representação sensual do corpo humano. Recebe o apelido de ‘Michelangelo da sarjeta’ do pintor Jean Delville. No mesmo ano, após sua exibição em Paris, recebe um prêmio da Legião de Honra.

  • 1898 - Completa uma de suas mais famosas e controversas obras, o colossal relevo em mármore Paixões Humanas, que é instalado em um templo próprio para sua exibição, construído pelo arquiteto Victor Horta.

  • 1908 - Morre aos 56 anos em Bruxelas, na Bélgica.

ENDELL, August
(August Endell)

 Endell foi um dos primeiros artistas a protestar contra o Naturalismo e o Realismo nas Artes Visuais. (...) [Ele] defendia abertamente aquilo que mais tarde seria chamado de Arte Abstrata. Enfatizava que a natureza não era um livro de padronagens para os artistas. A Arte não ‘está na natureza em nenhum momento; trata-se de algo completamente diferente’. A Arte deveria estar apoiada na ‘sensação de prazer’ e na ‘alegria pura da forma e da cor’.”
FRISCH, Walter. [2007]
German Modernism: Music and the Arts.
Los Angeles, University of California Press.
 CRONOLOGIA: 
  • 1871 - Nasce em Berlim, na Alemanha.

  • 1892 - Muda-se para Munique, onde estuda Estética, Psicologia e Filosofia, influenciado pelo psicólogo Theodor Lipps.

  • 1896 - Entra em contato com Hermann Obrist, que o convence a abandonar a carreira acadêmica para se tornar um artista autodidata.

  • 1896 - Trabalha por um ano na decoração do estúdio fotográfico Elvira, trabalho arquetípico do Jugendstil.

  • 1896 - Publica o texto Um die Schönheit, ilustrando um caminho para a arte abstrata.

  • 1901 - Constrói o teatro Buntes em Berlim, com aspectos que fazem lembrar seu trabalho em Munique.

  • 1904 - Funda a Schule für Formkunst, em Berlim.

  • 1905 - Trabalha por um ano na construção do prédio Neumannschen Festsäle, obra onde introduziria elementos mais geométricos.

  • 1913 - Termina a construção de um hipódromo para corrida de trote em Mariendorf, Berlim, obra com um estilo mais simples e objetivo.

  • 1918 - Nomeado diretor da Akademie für Kunst und Kunstgewerbe, em Breslau.

  • 1925 - Morre em Berlim, aos 54 anos.

JUJOL, Josep Maria
(Josep Maria Jujol i Gibert)

 Não fazíamos idéia de que (...) Jujol (...) tinha contribuído com tantos detalhes impressionantes de algumas obras-primas de Gaudi. (...) Jujol não foi um Gaudi menor. Foi um pequeno gigante ao lado de um grande gigante (...)!”

LIGTELIJN, Vincent & SAARISTE, Rein. [1996]
Josep M. Jujol.
010 Publishers, Rotterdam.
 CRONOLOGIA: 
  • 1879 - Nasce em Tarragona, Espanha.

  • 1888 - Muda-se com a família para Gracia, perto de Barcelona.

  • 1896 - Começa os estudos na Escola de Arquitetura de Barcelona.

  • 1903 - Trabalha junto com o arquiteto Josep Maria Font i Gumà, em Barcelona.

  • 1906 - Forma-se na Escola de Arquitetura de Barcelona e começa a trabalhar para Gaudí na fachada da Casa Battló.

  • 1907 - Trabalha na fachada da Casa Milà.

  • 1913 - Constrói a Torre de la Creu, em Sant Joan Despí.

  • 1924 - Torna-se professor da Escola de Traball de Barcelona.

  • 1926 - Nomeado arquiteto da cidade de Sant Joan Despí.

  • 1949 - Morre, aos 69 anos, em Barcelona.

HARING, Keith
(Keith Allen Haring)

 Seu estúdio era energizado por sua própria presença, mas também pelo fluxo de visitantes: amigos, família, fãs, artistas, marchands, colecionadores, crianças, era um lugar de acolhimento e comunidade. Keith era uma criatura gregária e intensamente generosa. Ele era uma parte essencial e um talento condutor da arte, música, dança e moda na comunidade de downtown."
GRUEN, Julia. Apud BATTAT, Sharon [2010]
O Livro da Vida.
Open Publication..
 CRONOLOGIA: 
  • 1958 - Nasce em Reading, Pennsylvania.

  • 1976 - Entra para a Ivy School of Professional Art em Pittsburgh. Um ano depois ele abandona a escola por não querer fazer arte comercial e continua seu estudo e trabalho por si prórpio.

  • 1978 - Realiza sua primeira exposição no Arts and Crafts Center em Pittsburgh. Nesse mesmo ano, Haring se muda para Nova York e se matricula na School of Visual Arts (SVA). Em Nova York ele conhece e faz amizade com artistas como Kenny Scharf e Jean-Michel Basquiat.

  • 1980 - Começa a desenhar nos espaços de propaganda que ficavam vagos nos metrôs. Seus desenhos ficam extremamente conhecidos e o metrô passa a ser considerado por Haring seu “laboratório” para sua experimentação com linhas simples. Desse ano até 1989 faz sucesso internacionalmente.

  • 1981 - Faz sua primeira exposição solo na galeria Westbeth Painters Space em Nova York.

  • 1986 - Abre a Pop Shop, onde vende camisetas, bottons, ímãs, brinquedos e pôsteres por preços mais acessíveis, na intenção de popularizar mais a sua arte.

  • 1988 - É diagnosticado com AIDS.

  • 1989 - Cria a Keith Haring Foundation com o intuito de criar fundos e fornecer imagens para organizações relacionadas à AIDS e para projetos com crianças, além de expandir seu público e popularizar ainda mais sua arte.

  • 1990 - Morre aos 31 anos de complicações relacionadas à AIDS.

JUDD, Donald
(Donald Clarence Judd)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1928 - Nasce em Excelsior Springs, EUA

  • 1994 - Morre em Manhattan, EUA, aos 74 anos

VASARELY, Victor
(Vásárhelyi Győző)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1906 - Nasce em Pécs, na Hungria

  • 1997 - Morre em Paris, França.

BERTOIA, Harry
(Harry Bertoia)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1915 - Nasce na cidade de San Lorenzo,na Itália

  • 1978 - Morre na Pennsylvania, nos EUA

  ÍCONE DO MOVIMENTO:
  REFERÊNCIAS DO CURSO:
  1. Marc Andrew Newson

  2. Carlo Mollino

KLINGER, Max
(Max Klinger)

ATUAÇÕES: Pintor(a), Escultor(a)
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1857 - Nasce em Leipzig, na Alemanha.

  • 1874 - Começa seus estudos na Escola de Arte Grand Ducal Baden em Karlsruhe, onde dura um ano antes de ir para a Academia Real de Arte em Berlim, sob a tutela de Karl Gussow, completando sua formação com a avaliação "excepcional".

  • 1878 - Pela primeira vez apresenta seu trabalho ao público, na 52º Exposição da Academia em Berlim.

  • 1879 - Torna-se pupilo de Emile Charles Wauters, em Bruxelas.

  • 1880 - Pinta a série "Eve and the Future (Opus III)".

  • 1881 - Abre um estúdio em Berlim, onde tão logo se torna membro da Associação de Artistas de Berlim. Imprime seu mais famoso trabalho, "Praphrase on The Finding of a Glove", uma série de dez gravuras baseadas em imagens que lhe vieram em sonhos após encontrar uma luva perdida num rinque de patinação.

  • 1883 - Recebe sua primeira grande encomenda: decorar o pátio da vila de Julius Albers. No mesmo ano, adquire um estúdio em Paris, onde se dedica a estudar o trabalho de Goya e Daumier.

  • 1893 - Retorna para Leipzig e torna-se bem sucedido, virando membro da Academia de Munique. É apontado como professor da Academia Real de Artes Gráficas de Leipzig e, alguns anos depois, se torna um membro da recém-criada Secessão Vienense.

  • 1902 - Expõe sua estátua Beethoven, que se torna parte interal da Exposição da Secessão Vienense daquele ano.

  • 1920 - Morre, aos 63 anos, em Naumburg, na Alemanha.

MINNE, George
(George Minne)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1866 - Nasce em Ghent, na Bélgica.

  • 1879 - Começa seus estudos em pintura na Academia de Belas Artes, em Ghent. Por pressão de seus pais, Minne tenta estudar Arquitetura por algum tempo, mas logo abandona a ideia, focando seus estudos em arte monumental.

  • 1885 - Vai estudar na Academia Real de Belas Artes, em Bruxelas, onde permanece por quatro anos.

  • 1886 - Visita Paris pela primeira vez, sendo apresentado aos artistas simbolistas franceses. Na volta, abre seu próprio estúdio em Ghent, onde esculpe uma de suas mais famosas obras, Mãe Chorando Sobre Seu Filho Morto.

  • 1889 - Participa de sua primeira exposição no Salão Tri-Anual de Ghent com duas de suas obras. No mesmo ano, esculpe a imagem Homem e Mulher Ajoelhando, a primeira de uma famosa série de figuras ajoelhadas.

  • 1890 - É convidado a exibir suas obras em uma das exposições do Les XX, um grupo composto por vinte pintores, designers e escultores belgas que expunham seu trabalho anualmente. As figuras de Minne dentre elas Mãe Chorando Sobre seu Filho Morto e Mãe de Luto com Duas Crianças recebem duras críticas da imprensa conservadora mas atraem críticos de arte progressistas por sua originalidade.

  • 1892 - É eleito membro do grupo artístico Les XX.

  • 1898 - Esculpe sua obra prima, a Fonte dos Jovens Ajoelhados que lhe traz notoriedade fora de seu país, especialmente na Áustria e na Alemanha.

  • 1900 - É um dos artistas principais na Exposição da Secessão Vienense, apresentando além da Fonte dos Jovens Ajoelhados outras doze esculturas. Seu trabalho exerce grande influência na vanguarda vienense.

  • 1913 - Passa a dar aulas de desenho de modelo vivo na Academia de Ghent.

  • 1931 - Em reconhecimento a seus trabalhos, Minne recebe o título de Barão.

  • 1941 - Morre aos 74 anos.

DALPAYRAT, Pierre-Adrien
(Pierre-Adrien Dalpayrat)

ATUAÇÕES: Ceramista, Escultor(a)
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1844 - Nasce em Limoges, na França.

  • 1859 - Começa a frequentar a École Pratique de Peinture sur Porcelaine, de Limoges.

  • 1867 - Dalpayrat começa sua carreira como pintor de cerâmicas. A começar desse período, ele trabalha em seis fábricas diferentes, em curtos intervalos de tempo.

  • 1870 - Passa um tempo em Londres com seu irmão Louis, com o objetivo de estudar a técnica de esmaltagem em cobre.

  • 1874 - Começa a trabalhar para a fábrica de porcelanas Ashwin, na comuna de Valentine, ao pé dos Pirineus.

  • 1889 - Muda-se para Bourg-la-Reine, cidade próxima à Paris com uma longa tradição na fabricação de porcelana. Nessa mesma época, Dalpayrat para de se auto intitular pintor de cerâmica e passa a se identificar como ceramista ou artista-ceramista. Começa também a utilizar cada vez mais o grês em seus trabalhos.

  • 1892 - Exibe 50 peças de grês baseadas em modelos de Alphonse Voisin-Delacroix, na prestigiosa Galerie Georges Petit em Paris.

  • 1893 - Participa da World's Columbian Exposition, em Chicago, onde é premiado com medalha de bronze.

  • 1900 - Recebe uma medalha de ouro na Exposition Universelle de Paris. No mesmo ano é condecorado com a Légion d'Honneur.

  • 1910 - Morre aos 66 anos, em Limoges, na França.

LICHTENSTEIN, Roy
(Roy Fox Lichtenstein)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1923 - Nasce em Manhattan, Nova York.

  • 1997 - Morre de complicações causadas por uma pneumonia.

YVARAL, Jean-Pierre
(Jean-Pierre Vasarely)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1934 - Nasce em Paris, França

  • 2002 - Morre em Paris aos 68 anos

RODCHENKO, Aleksandr
(Aleksandr M. Rodchenko)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1891 - Nasce em São Petersburgo, Rússia.

  • 1956 - Morre, aos 64 anos, em Moscou, Rússia.

MUCHA, Alfons Maria
(Alfons Maria Mucha)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1860 - Nasce em Ivancice, South Moravia

  • 1878 - Mucha se inscreve na Academia de Belas Artes de Praga. Sua inscrição é rejeitada com a recomendação: 'Procure outra profissão na qual será mais útil.'

  • 1879 - Vai para Viena para trabalhar como pintor de cenário para a firma de Kautsky-Brioschi-Burghardt.

  • 1881 - Deixa Viena quando o Ringtheater, o maior cliente de seus empregadores, pega fogo em um acidente que mata 500 pessoas. Mucha, sendo o empregado mais novo, recebe seu aviso prévio.

  • 1882 - Vai para Mikulov onde trabalha pintando retratos. Encontra o Conde Khuen Belasi que lhe contrata para decorar seu castelo em Emmahof.

  • 1887 - Se muda para Paris para estudar na Académie Julian, sob o patrocínio do Conde.

  • 1894 - Pinta 'Gismonda', seu primeiro poster para Sarah Bernhadt.

  • 1896 - Se muda para um novo estúdio na Rue du Val-de-Grâce. Champenois publica o primeiro painel decorativo de Mucha, "As Estações".

  • 1898 - Começa a dar aulas de desenho na Whistler's Académie Carmen. Participa na primeira exposição da Secessão Vienense. Os posteres e painéis de Mucha são mostrados em Chrudim e Hradec Králové em Bohemia e Budapeste.

  • 1909 - Charles Crane concorda em financear a Epopeia Eslava de Mucha.

  • 1910 - Retorna à Praga para trabalhar nos murais de Obecni dum. Aluga um estúdio e um flat no castelo de Zbiroh, região oeste de Bohemia, para trabalhar na Epopeia Eslava.

  • 1911 - Completa os murais de Obecní dum

  • 1912 - Completa os três primeiros quadros da Epopeia Eslava. Estes são apresentados à cidade de Praga em Dezembro.

  • 1919 - Os onze primeiros quadros da Epopeia Eslava são expostos no Klementium em Praga e depois enviados para serem exibidos na América.

  • 1928 - O ciclo completo da Epopeia Eslava é oficialmente apresentado para o povo tcheco e à cidade de Praga por Mucha e Charles Crane e é mostrado no Trade Fair Palace da cidade.

  • 1938 - Começa a trabalhar no tríptico (não terminado) A Era da Razão, A Era do Conhecimento e A Era do Amor. Apesar de estar sofrendo com pneumonia, começa a coletar e escrever suas memórias.

  • 1939 - Mucha está entre os primeiros a serem presos pela Gestapo quando os alemães invadem a Checoslováquia. Ele é questionado e liberado para voltar para casa, mas sua saúde fica muito debilitada pelo acontecimento. Morre em Julho, em Praga.

PANKOK, Bernhard
(Bernhard Pankok)

 [Pankok] produzia trabalhos em muitas áreas diferentes, embora seus desenhos de móveis talvez fossem a especialidade em que se mostrava mais original. Seus primeiros projetos de móveis são caracterizados por um certo peso e por uma aparência ‘orgânica’ que lembram o trabalho de Antoni Gaudí, evidenciando o lado mais expressionista e menos funcional do Jugendstil.”
CAMPBELL, Gordon. [2006]
The Groove Encyclopedia of Decorative Arts.
New York, Oxford University Press .
 CRONOLOGIA: 
  • 1872 - Nasce em Munique, na Alemanha.

  • 1892 - Termina seus estudos de Pintura em Düsseldorf e em Berlim.

  • 1892 - Trabalha em Munique, onde contribui para o periódico Jugend até 1902.

  • 1898 - Funda com Josef Hoffman e Koloman Moser - entre outros - a Münchner Vereinigte Werkstätten für Kunst im Handwerk. [Oficinas de Artes e Ofícios de Munique].

  • 1900 - Ganha reconhecimento internacional com uma decoração de quarto na Exposição Universal de Paris.

  • 1901 - Projeta um salão de casamento que é considerado por Hermann Obrist um dos melhores cômodos de toda Alemanha.

  • 1907 - Participa da fundação da Deutscher Werkbund.

  • 1908 - Projeta o interior do navio Friedrichshafen, entre outros. Projeta também o interior de quatro Zeppelins.

  • 1908 - Projeta o edifício da Akademie der Bildenden Künste am Weißenhof.

  • 1909 - Projeta o cenário e as roupas de uma montagem da ópera
    Don Giovanni. Executará outros trabalhos análogos em anos subsequentes.

  • 1913 - Nomeado Diretor da Staaliche Kunstgewerbeschule. Manterá a posição até 1937.

  • 1914 - Revela-se um dos principais artistas da Exposição da Cologne Werkbund.

  • 1917 - Projeta móveis com influências Art Déco para o quarto de música da Werkbundausstellung em Basle, Suíça.

  • 1943 - Morre, aos 70 anos, em Baierbrunn, Alemanha.

LALIQUE, René
(René Lalique)

 1860 - 1945
 CRONOLOGIA: 
  • 1860 - Nasce em Aÿ-en-Champagne, Marne, na França.

  • 1872 - Ingressa na College Turgot e começa a estudar desenho com o professor Justin-Marie Lequin.

  • 1876 - Começa a trabalhar como aprendiz do artesão e joalheiro Louis Aucoc.

  • 1878 - Ingressa na Sydenham Art College, em Londres, onde estuda até 1880.

  • 1882 - Começa a trabalhar como designer independente para grandes joalherias de Paris, como Jacta, Cartier e Boucheron.

  • 1885 - Assume a direção da oficina do joalheiro Jules Destape, na Place Gaillon, Paris.

  • 1890 - Já reconhecido como um dos designers de joias Art Nouveau mais importantes da França, é chamado para criar peças para La Maison de l'Art Nouveau, de Samuel Bing, em Paris.

  • 1900 - Apresenta suas obras na Exposition Universelle de Paris, onde faz sucesso com suas joias.

  • 1902 - Projeta figurino a ser usado pela atriz Sarah Bernhardt na peça Théodora. A atriz era uma de suas clientes mais famosas.

  • 1905 - Abre uma loja na Place Vendôme, em Paris, onde exibe não só suas joias, mas também seus trabalhos em vidro.

  • 1910 - Projeta o frasco para o perfume Ambre Antique de Fraçois Coty.

  • 1920 - Depois de longos anos projetando peças no estilo Art Nouveau, Lalique começa a explorar mais o estilo Art Déco em seus trabalhos.

  • 1929 - Lalique é chamado para fazer a decoração dos vagões do Côte d’Azur Pullman Express.

  • 1935 - É chamado para colaborar no design de interior da grande sala de jantar da primeira classe do navio de luxo Normandie, projetando as colunas de iluminação e lustres para o ambiente. Nesse mesmo ano ele abre a loja Lalique, na Rue Royale, em Paris.

  • 1945 - Morre, aos 85 anos, em Paris, na França.

CAMPANA, (irmãos)
(Humberto e Fernando Campana)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1953 - Humberto Campana nasce em Rio Claro, São Paulo

  • 1961 - Fernando Campana nasce em Brotas, São Paulo

Ooops!
Não encontramos resultados
com essa pesquisa.