Dicionário Aegis de Design

(Resultado para Théophile Steinlen e suas conexões)

  • Théophile Steinlen

    PersonagensAcessar
  • Paris, Belle Époque

    MovimentosAcessar
  • Alfons Maria Mucha

    PersonagensAcessar
  • Ambroise Vollard

    PersonagensAcessar
  • Hector Guimard

    PersonagensAcessar
  • Jules Chéret

    PersonagensAcessar
  • René Lalique

    PersonagensAcessar
  • Alexandre-Louis Charpentier

    PersonagensAcessar
  • Auguste e Louis Lumière

    PersonagensAcessar

STEINLEN, Théophile Alexandre
(Théophile Steinlen)

MUCHA, Alfons Maria
(Alfons Maria Mucha)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1860 - Nasce em Ivancice, South Moravia

  • 1878 - Mucha se inscreve na Academia de Belas Artes de Praga. Sua inscrição é rejeitada com a recomendação: 'Procure outra profissão na qual será mais útil.'

  • 1879 - Vai para Viena para trabalhar como pintor de cenário para a firma de Kautsky-Brioschi-Burghardt.

  • 1881 - Deixa Viena quando o Ringtheater, o maior cliente de seus empregadores, pega fogo em um acidente que mata 500 pessoas. Mucha, sendo o empregado mais novo, recebe seu aviso prévio.

  • 1882 - Vai para Mikulov onde trabalha pintando retratos. Encontra o Conde Khuen Belasi que lhe contrata para decorar seu castelo em Emmahof.

  • 1887 - Se muda para Paris para estudar na Académie Julian, sob o patrocínio do Conde.

  • 1894 - Pinta 'Gismonda', seu primeiro poster para Sarah Bernhadt.

  • 1896 - Se muda para um novo estúdio na Rue du Val-de-Grâce. Champenois publica o primeiro painel decorativo de Mucha, "As Estações".

  • 1898 - Começa a dar aulas de desenho na Whistler's Académie Carmen. Participa na primeira exposição da Secessão Vienense. Os posteres e painéis de Mucha são mostrados em Chrudim e Hradec Králové em Bohemia e Budapeste.

  • 1909 - Charles Crane concorda em financear a Epopeia Eslava de Mucha.

  • 1910 - Retorna à Praga para trabalhar nos murais de Obecni dum. Aluga um estúdio e um flat no castelo de Zbiroh, região oeste de Bohemia, para trabalhar na Epopeia Eslava.

  • 1911 - Completa os murais de Obecní dum

  • 1912 - Completa os três primeiros quadros da Epopeia Eslava. Estes são apresentados à cidade de Praga em Dezembro.

  • 1919 - Os onze primeiros quadros da Epopeia Eslava são expostos no Klementium em Praga e depois enviados para serem exibidos na América.

  • 1928 - O ciclo completo da Epopeia Eslava é oficialmente apresentado para o povo tcheco e à cidade de Praga por Mucha e Charles Crane e é mostrado no Trade Fair Palace da cidade.

  • 1938 - Começa a trabalhar no tríptico (não terminado) A Era da Razão, A Era do Conhecimento e A Era do Amor. Apesar de estar sofrendo com pneumonia, começa a coletar e escrever suas memórias.

  • 1939 - Mucha está entre os primeiros a serem presos pela Gestapo quando os alemães invadem a Checoslováquia. Ele é questionado e liberado para voltar para casa, mas sua saúde fica muito debilitada pelo acontecimento. Morre em Julho, em Praga.

VOLLARD, Ambroise
(Ambroise Vollard)

ATUAÇÕES: Marchand, Editor(a), Autor(a)
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1866 - Nasce em Saint-Denis, na Île de la Réunion, colônia francesa no Oceano Índico.

  • 1885 - Muda-se para Montpellier, no sul da França, para estudar Direito.

  • 1890 - Muda-se para Paris e abandona os estudos para se tornar um negociante de arte.

  • 1893 - Abre sua própria galeria de arte, na Rue Laffitte; na época, o centro do mercado de arte parisiense.

  • 1895 - Faz sua primeira grande exibição na galeria, com cerca de 150 quadros do artista Paul Cézanne. No mesmo ano promove exibições de Manet, Gauguin e Van Gogh.

  • 1898 - Promove uma segunda exibição das obras de Cézanne.

  • 1901 - Vollard faz a primeira exibição de obras de Pablo Picasso, com cerca de 64 quadros do até então desconhecido artista espanhol.

  • 1904 - Promove a exibição das obras de Henri Matisse.

  • 1911 - É condecorado com a Ordem Nacional da França: a Légion d'honneur.

  • 1914 - Escreve e publica um dos primeiros textos monográficos sobre Cézanne.

  • 1930 - Vollard comissiona Picasso para produzir um conjunto de 100 gravuras, trabalho que ficou posteriormente conhecido como a Suite Vollard.

  • 1937 - Publica sua autobiografia, Souvenirs d'un Marchand de Tableaux.

  • 1939 - Morre aos 73 anos, vítima de um acidente de carro, em Versalhes, na França.

GUIMARD, Hector
(Hector Guimard)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1867 - Nasce em Lyon, França.

  • 1882 - Inicia seus estudos de Arquitetura na École Nationale Supérieure des Arts Décoratifs, em Paris.

  • 1885 - Ingressa na École des Beaux-Arts.

  • 1888 - Desenha o interior do restaurante parisiense Au Grand Neptune.

  • 1891 - Torna-se professor na École des Arts Décoratifs, onde leciona até 1900. No mesmo ano desenha o Hôtel Roszé.

  • 1895 - Faz o Atelier Carpeaux; no mesmo ano projeta a École du Sacré-Coeur, sob influência dos trabalhos de Victor Horta e Viollet-le-Duc.

  • 1896 - Participa de competição para desenhar as entradas das estações do Métro de Paris. Perde, mas consegue o trabalho mesmo assim, devido à apreciação do presidente da companhia ferroviária pelo estilo Art Nouveau.

  • 1898 - Desenha o Castel Béranger, considerado seu primeiro prédio no estilo Art Nouveau; no mesmo ano projeta também a Maison Coilliot e a Villa La Bluette.

  • 1901 - Projeta o Castel Henriette e a Salle Humbert-de-Romans, que conta com inovações estruturais.

  • 1903 - Expõe o pavilhão Le Style Guimard na Exposition Internationale de L’Habitation no Grand Palais, em Paris.

  • 1909 - Casa-se com a artista americana Adeline Oppenheim; no mesmo ano desenha o Hôtel Guimard, cujo arranjo dos espaços interiores diferem de um anda para o outro.

  • 1922 - Funda, sob a presidência de Franz Jourdain, a Société des Architectes Modernes.

  • 1928 - Projeta um edício na rue Greuze em Paris, que acredita-se ser seu último trabalho como arquiteto.

  • 1938 - Muda-se para Nova York.

  • 1942 - Morre aos 75 anos em Nova York, EUA.

CHÉRET, Jules
(Jules Chéret)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1836 - Nasce em Paris, França.

  • 1849 - Começa a trabalhar como aprendiz de litógrafo.

  • 1852 - Seu interesse por Pintura faz com que ingresse na École Nationale de Dessin.

  • 1858 - Produz seu primeiro cartaz colorido, para a ópera Orphée aux Enfers de Jacques Offenbach.

  • 1859 - Viaja para Londres, onde continua trabalhando como litógrafo na editora de Cramer, produzindo capas de livros e desenhando para The Maple Furniture Company.

  • 1866 - Retorna a Paris para abrir uma oficina litográfica, recebendo o apoio de Eugene Rimmel, com quem trabalhou pouco tempo antes.

  • 1869 - Introduz um novo sistema de impressão em Paris, a partir de três pedras; o que o torna pioneiro na criação de cartazes publicitários para empresas de bebidas, cosméticos e companhias ferroviárias.

  • 1889 - É realizada a primeira exposição individual de seus cartazes, no teatro de La Potinière, em Paris. No mesmo ano, recebe medalha de ouro na Exposition Universelle.

  • 1890 - É condecorado pelo governo francês com a Légion d'honneur por sua contribuição para as Artes Gráficas.

  • 1895 - Cria a coleção Chéret Maîtres de l'Affiche, uma publicação de arte com reproduções (em tamanho menor) dos melhores trabalhos de noventa e sete artistas parisienses, entre eles Eugène Grasset e Dudly Hardy.

  • 1912 - É realizada exibição em retrospectiva de sua obra no Museu do Louvre.

  • 1928 - O governo francês inaugura em Nice o Musée des Beaux-Arts Jules Chéret, também conhecido como Musée Chéret.

  • 1932 - Morre, aos 96 anos, em Nice.

LALIQUE, René
(René Lalique)

 1860 - 1945
 CRONOLOGIA: 
  • 1860 - Nasce em Aÿ-en-Champagne, Marne, na França.

  • 1872 - Ingressa na College Turgot e começa a estudar desenho com o professor Justin-Marie Lequin.

  • 1876 - Começa a trabalhar como aprendiz do artesão e joalheiro Louis Aucoc.

  • 1878 - Ingressa na Sydenham Art College, em Londres, onde estuda até 1880.

  • 1882 - Começa a trabalhar como designer independente para grandes joalherias de Paris, como Jacta, Cartier e Boucheron.

  • 1885 - Assume a direção da oficina do joalheiro Jules Destape, na Place Gaillon, Paris.

  • 1890 - Já reconhecido como um dos designers de joias Art Nouveau mais importantes da França, é chamado para criar peças para La Maison de l'Art Nouveau, de Samuel Bing, em Paris.

  • 1900 - Apresenta suas obras na Exposition Universelle de Paris, onde faz sucesso com suas joias.

  • 1902 - Projeta figurino a ser usado pela atriz Sarah Bernhardt na peça Théodora. A atriz era uma de suas clientes mais famosas.

  • 1905 - Abre uma loja na Place Vendôme, em Paris, onde exibe não só suas joias, mas também seus trabalhos em vidro.

  • 1910 - Projeta o frasco para o perfume Ambre Antique de Fraçois Coty.

  • 1920 - Depois de longos anos projetando peças no estilo Art Nouveau, Lalique começa a explorar mais o estilo Art Déco em seus trabalhos.

  • 1929 - Lalique é chamado para fazer a decoração dos vagões do Côte d’Azur Pullman Express.

  • 1935 - É chamado para colaborar no design de interior da grande sala de jantar da primeira classe do navio de luxo Normandie, projetando as colunas de iluminação e lustres para o ambiente. Nesse mesmo ano ele abre a loja Lalique, na Rue Royale, em Paris.

  • 1945 - Morre, aos 85 anos, em Paris, na França.

CHARPENTIER, Alexandre
(Alexandre-Louis Charpentier)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1856 - Nasce em Paris, França.

  • 1871 - Trabalha como assistente do escultor de medalhas Hubert Ponscarme.

  • 1876 - Deixa o ateliê de Ponscarme.

  • 1877 - Faz sua estréia com um pequeno medalhão com o retrato de sua mãe.

  • 1879 - Tem seu baixo-relevo ‘Arqueiro’ exposto no Salon de Paris e vendido a Alexandre Dumas.

  • 1880 - Expõe no Salon des XX em Bruxelas junto de seus amigos neo-impressionistas e anarquistas tais como Maximilien Luce, Camille Pissarro e Paul Signac.

  • 1896 - Se junta ao grupo de artistas “Os Cinco” com Felix Anthyme Aubert, Henry Nocq, Charles Plumet e François-Rupert Carabin.

  • 1898 - O grupo se transforma num movimento chamado “L’Art dans Tout” (A Arte em Tudo).

  • 1899 - Cria, em colaboração com o decorador e arquiteto Tony Selmersheim, um raro e muito ornamentado relógio art nouveau intitulado “The Flight Of Time”.

  • 1909 - Morre em Neuilly, França.

LUMIÈRE, (irmãos)
(Auguste e Louis Lumière)

ATUAÇÕES: Cineasta, Inventor(a)
 
 CRONOLOGIA: 
  • 1862 - Nasce Auguste Marie Louis Nicolas Lumière, em Besançon, na França.

  • 1864 - Nasce Louis Jean Lumière, em Besançon, na França.

  • 1880 - Ingressam em La Martinière, uma das maiores escolas técnicas de Lyon. Nessa mesma época começam ambos a trabalhar na empresa do pai - Charles-Antoine -, voltada para materiais e serviços fotográficos.

  • 1881 - Louis começa a experimentar com os equipamentos do processo fotográfico. Descobre, então, um novo processo de placa seca que ficou conhecido como Etiquette Bleue. Trata-se de um avanço para o desenvolvimento da fotografia e para o sucesso comercial da empresa da família.

  • 1894 - Após entrarem em contato com o Cinetoscópio, de Thomas Edison, os Irmãos Lumière se empenham em aprimorar um aparelho que permitisse a projeção de imagens animadas para várias pessoas ao mesmo tempo. Constroem, assim, o Cinematógrafo, aparelho relativamente leve que podia funcionar como câmera ou projetor, acionado por uma manivela.

  • 1895 - Realizam a primeira demonstração ao público, paga, de seu cinematógrafo, no Grand Café, em Paris. Na ocasião exibem cerca de 10 filmes realizados no mesmo ano, dentre eles: La sortie des usines Lumière, Arrivée du train en gare de La Ciotat e L’arroseur arrosé, considerado uma das primeiras ficções do cinema.

  • 1896 - Abrem salas de projeção do Cinematógrafo em Londres, Bruxelas e Nova York.

  • 1899 - Louis desenvolve o Photorama Lumière; um método de fotografia panorâmica, que permitia a reprodução completa do horizonte (360º) em uma única foto e, posteriormente, a projeção dessa foto numa tela em formato cilíndrico.

  • 1900 - Participam da Exposition Universelle de Paris, onde projetam seus filmes numa tela gigante de aproximadamente 30 x 24 metros.

  • 1903 - Os Irmãos Lumière começam a pesquisar e desenvolver um processo de fotografia em cores, que fica conhecido como Autochrome Lumière. Nessa época eles começam a se distanciar do negócio cinematográfico.

  • 1907 - Começa a ser comercializado o autocromo, que se tornou o principal processo para a obtenção de fotografias coloridas durante o início do século XX até meados da década de 1930. Nessa mesma época, Auguste começa a se afastar dos negócios para se dedicar à pesquisa no ramo da medicina.

  • 1920 - Após algum tempo dedicando-se ao estudo da imagem em 3D, Louis apresenta o seu photostéréosynthèse, um método estereoscópico de fotografia, na Académie des Sciences.

  • 1935 - Louis supera uma de suas invenções fotográficas anteriores e, explorando a técnica dos anáglifos, desenvolve uma aplicação estereoscópica para a realização de filmes.

  • 1948 - Morre Louis Lumière, aos 83 anos, em Bandol, na França.

  • 1954 - Morre Auguste Lumière, aos 91 anos, em Lyon, na França.

Ooops!
Não encontramos resultados
com essa pesquisa.