Dicionário Aegis de Design

(Resultado para Napoleão III e suas conexões)

  • Napoleão III

    MovimentosAcessar
  • Alexandre-Georges Fourdinois

    PersonagensAcessar
  • Charles Garnier

    PersonagensAcessar
  • Guillaume Grohé

    PersonagensAcessar
  • Henry Dasson

    PersonagensAcessar
  • Louis-Édouard Lemarchand

    PersonagensAcessar
  • Joseph-Pierre-François Jeanselme

    PersonagensAcessar

Napoleão III
(Napoleão III)

ORIGEM: França
 O movimento começa com a ascensão de Napoleão a Imperador da França. É conhecido pela alta qualidade de fabricação dos produtos. Com a industrialização, a mecanização se intensifica. Os materiais utilizados provinham principalmente das colônias francesas, em especial da Guiana e da África do Norte, e empregavam-se também essências indígenas. Durou de 1852- 1889.

Napoleão III
(Napoleão III)

ORIGEM: França
 O movimento começa com a ascensão de Napoleão a Imperador da França. É conhecido pela alta qualidade de fabricação dos produtos. Com a industrialização, a mecanização se intensifica. Os materiais utilizados provinham principalmente das colônias francesas, em especial da Guiana e da África do Norte, e empregavam-se também essências indígenas. Durou de 1852- 1889.

FOURDINOIS, Alexandre-Georges
(Alexandre-Georges Fourdinois)

 [Léon] Marcotte e [Auguste-Émile] Ringuet-Leprince, cientes da notoriedade do aparador criado por Alexandre-Georges Fourdinois para a Exposição de 1851 do Crystal Palace, Londres, resolveram elaborar uma peça igual para demonstrar que suas habilidades eram idênticas às de Fourdinois”.

BECKERDITE Luke. (Ed.) [2011]
American Furniture.
Fox Point (Wisconsin), Chipstone Foundation.
 CRONOLOGIA: 
  • 1799 - Nasce, filho de uma família de escultores de madeira parisienses.

  • 1810 - Começa (provavelmente) seu aprendizado nos ateliers de Jacob Desmalter, na década de 1810.

  • 1835 - Associa-se com Jules Fossey, desenhista de móveis do estilo Renaissance que trabalhou na Inglaterra. Criam a Fourdinois & Fossey.

  • 1844 - A Casa Fourdinois & Fossey é premiada na Exposição de Produtos da Indústria Francesa.

  • 1848 - Fim da associação com Jules Fossey. Fourdinois continua seu negócio isoladamente.

  • 1851 - Conquista uma medalha na Exposição Universal de Londres (com um buffet de estilo neo-renascentista).

  • 1855 - Participa da Exposição Universal de Paris, conquistando a Medalha de Ouro com um gabinete (hoje no acervo do Victoria & Albert Museum).

  • 1860 - Indícios do ingresso do filho, Henri-Auguste, no negócio, aportando novas influências e inspirações.

  • 1862 - Participa da Exposição Universal de Londres.

  • 1867 - Participa da Exposição Universal de Paris.

  • 1867 - Passa o comando de seu negócio para o filho Henri-Auguste Fourdinois, que conduzirá a Casa a seu apogeu.

  • 1871 - Morre, ao 72 anos, em Paris.

GARNIER, Charles
(Charles Garnier )

ATUAÇÃO: Arquiteta(o)
 (...)[Esta] história pode ser apócrifa, mas a resposta de Garnier – mesmo que ele nunca a tenha dado -, foi certamente verdadeira. (...) Quando a Imperatriz Eugénie se queixou com Garnier de que o edifício [da nova Ópera de Paris] não (...) [fora projetado] ‘nem no estilo Grego, nem nos estilos de Luís XIV ou mesmo de Luís XVI’, Garnier supostamente deu a seguinte resposta: ‘Esses estilos já tiveram seu dia. Esta obra [a Ópera de Paris] está no estilo de Napoleão III, Senhora!’.”

MCAULIFFE, Mary. [2011]
Dawn of the Belle Époque.
Rowman & Littlefield. Lanham (US).
 CRONOLOGIA: 
  • 1825 - Nasce Jean-Louis Charles Garnier, em Paris, filho de uma família humilde.

  • 1838 - Julgado incapaz de seguir a profissão do pai (artífice) pela fragilidade de sua saúde, é matriculado pela mãe na École Gratuite de Dessin. [Data aproximada]

  • 1840 - Torna-se aprendiz do arquiteto neoclássico Louis-Hyppolyte Lebas. Em seguida, trabalha como desenhista de Viollet-le-Duc.

  • 1842 - Ingressa na École Royale des Beaux-Arts, de Paris.

  • 1848 - Conquista o Premier Grand Prix de Rome - uma bolsa que lhe vale um ano de estudos na Itália.

  • 1852 - Viaja pela Itália, Grécia e Turquia, estudando Arquitetura.

  • 1860 - Ainda que relativamente desconhecido, vence o concurso para a construção da nova Ópera de Paris – encomendada por Napoleão III.

  • 1866 - Apaixonado pela Itália, publica o Le Royaume des Deux Siciles. [Ver Links relacionados].

  • 1869 - Publica o livro À Travers les Arts: Causeries et Mélanges, pela Hachette, desfrutando da notoriedade adquirida por ser o arquiteto da Nova Ópera. [Ver Links relacionados].

  • 1874 - Nomeado membro da Seção de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts; uma das cinco seções do prestigioso Institut de France.

  • 1875 - Após inúmeros contratempos – inclusive o término do Império -, é inaugurada a Ópera (que será conhecida como Opera Garnier). O edifício será considerado o marco do “Estilo Napoleão III”.

  • 1878 - Constrói a Ópera de Monte Carlo.

  • 1889 - Prepara a Expositions des Habitations Humaines para a Exposition Universelle.

  • 1892 - Lança livro sobre formas de habitação humanas, baseado em seu trabalho para a Exposição de 1889.

  • 1898 - Morre aos 72 anos, em Paris.

GROHÉ, Guillaume
(Guillaume Grohé)

 Trata-se de um célebre empresário que também foi um dos maiores artistas de seu tempo, com trabalhos à altura dos de Boulle, Gouthière e de Riesenère. Foi um dos grandes Mestres Marceneiros do Século XIX, com uma carreira de mais de cinquenta anos dedicada à reconstrução de uma arte nacional. Graças a ele nossos museus e nossos palácios nacionais estão repletos com obras-primas incomparáveis”.

HENRIQUE DE ORLÉANS, Duque de Aumale.
 CRONOLOGIA: 
  • 1808 - Nasce Wilhelm Grohe, no Grão Ducado de Hesse-Harmstadt, na Alemanha, filho de um agricultor.

  • 1827 - Migra, com o irmão mais velho – Johann Michael -, para a França estabelecendo-se em Paris onde começa a trabalhar como marceneiro.

  • 1829 - Abre com Jean Michel (Johann Michael) uma loja de móveis e de objetos de arte.

  • 1834 - Apresenta objetos com desenhos de inspiração Egípcia e Gótica na Oitava Exposição Industrial de Paris, atraindo atenção para seus trabalhos.

  • 1844 - Os irmãos conquistam uma Medalha de Ouro na Décima Exposição Industrial de Paris.

  • 1847 - O estabelecimento dos irmãos passa a chamar-se Grohé Frères; sendo Guillaume o sócio principal.

  • 1849 - É condecorado com o título de Oficial da Légion d’Honneur.

  • 1861 - Com a aposentadoria do irmão, segue só à frente dos negócios.

  • 1878 - Incapaz de continuar com os negócios, fecha a firma.

  • 1885 - Morre, aos 77 anos, em Paris.

DASSON, Henry
(Henry Dasson)

 Henry Dasson conquistou o respeito de todos muito rapidamente graças à perfeição de suas obras, pelo que merece calorosos aplausos".

GONSE, Louis. Crítico de arte.
 CRONOLOGIA: 
  • 1825 - Nasce em ambiente relativamente humilde, filho de um trabalhador de curtume.

  • 1840 - Inicia sua carreira (provavelmente na década de 1840) como artesão de bronze, especialista em gabinetes para relógios.

  • 1870 - Compra o negócio do Mestre Marceneiro Charles-Guillaume Winckelsen, após a morte deste.

  • 1878 - Obtém sucesso na Exposição Universal de Paris de 1878.

  • 1883 - Participa da Exibição Internacional de Amsterdã, junto com Beurdeley, Fourdinois, Damon et Cie e Christofle.

  • 1889 - É laureado com o Grand Prix Artistique da Exposição Universal de Paris.

  • 1889 - É condecorado Cavaleiro da Légion d’Honneur, no grau de Oficial.

  • 1894 - Encerra suas atividades e fecha a firma Dasson & Cie.

  • 1896 - Morre, em Paris, aos 71 anos de idade.

LEMARCHAND, Louis-Édouard
(Louis-Édouard Lemarchand)

 Louis-Édouard Lemarchand, fornecedor acreditado da Coroa durante os reinados de Charles X e de Louis-Philippe, criou peças singulares guarnecidas com ornamentos em aço que imitavam os móveis de [André-Charles] Boulle".

LEDOUX-LEBARD, Denise. [1965]
Les ébenistes du XIXe siècle: leus oeuvres et leurs marques.
Paris, Éditions de l'Amateur, 1984.
 CRONOLOGIA: 
  • 1795 - Nasce em Paris, filho do conhecido marceneiro Charles-Joseph Lemarchand.

  • 1810 - Começa a estudar Arquitetura, aos 15 anos.

  • 1813 - Grande admirador de Napoleão Bonaparte, abandona os estudos e entra na Academia Militar de Saint Cyr.

  • 1815 - Regressa a Paris após a Batalha de Waterloo para assumir os negócios do pai.

  • 1830 - O negócio prospera e, após obter diversas comissões importantes, é nomeado marceneiro oficial do Duque de Orléans.

  • 1840 - Confecciona o caixão de ébano onde serão depositadas as cinzas de Napoleão, nos Invalides.

  • 1844 - Apresenta-se na Exposição da Indústria de Paris.

  • 1846 - Associa-se ao marceneiro André Lemoine.

  • 1852 - Embora gozando de boa saúde, passa seus negócios a André Lemoine (que continuará com a firma até 1893).

  • 1872 - Morre aos 77 anos, em Paris.

JEANSELME, Joseph-Pierre-François
(Joseph-Pierre-François Jeanselme)

 A mostra deste honorável fabricante nos dá uma idéia exata da variedade de sua produção. (...) Muitos dos principais móveis expostos pelo Sr. Jeanselme, pai, em conjunto com seu filho, reúnem todos os elementos de bom gosto e de execução primorosa que já lhes valeram uma Medalha de Prata na Exposition Nationale [de Paris] de 1849 e um prêmio em Londres, em 1851”.

BONAPARTE, Napoléon Joseph Paul. [1855]
Exposition Universelle de 1855: Rapports du jury mixte international. Volume 2 .
 CRONOLOGIA: 
  • 1824 - Não se sabem as data e local de nascimento de Joseph-Pierre-François Jeanselme.

  • 1824 - Abre, com o irmão Jean-Arnoux, a firma de carpintaria Jeanselme Frères. Especializam-se em cadeiras e poltronas de todos os estilos.

  • 1840 - A partir desta data, possivelmente em função do afastamento do irmão, a firma passa a usar a marca Jeanselme; o que fará até o início da década de 1850.

  • 1847 - Compra o atelier de Jacob Desmalter de Alphonse-George Jacob, agregando aos serviços de carpintaria também os serviços de marcenaria.

  • 1849 - Conquista um Medalha de Prata na Exposição Nacional de Paris.

  • 1851 - Obtém uma medalha na Exposição Universal de Londres.

  • 1852 - Associa-se com o filho Charles-Joseph-Marie.

  • 1853 - Passa a utilizar a marca Jeanselme Père et Fils.

  • 1860 - Morre, em Paris, deixando uma firma que, apesar de várias reestruturações, durará até 1930.

Ooops!
Não encontramos resultados
com essa pesquisa.