Dicionário Aegis de Design

(Resultado para Surrealismo e suas conexões)

  • Surrealismo

    MovimentosAcessar
  • Hans Peter Wilhem Arp

    PersonagensAcessar
  • Giorgio de Chirico

    PersonagensAcessar
  • Kansuke Yamamoto

    PersonagensAcessar
  • Emmanuel Radnitzky

    PersonagensAcessar
  • René François Ghislain Magritte

    PersonagensAcessar
  • Salvador Dalí i Domènech

    PersonagensAcessar
  • Alberto Giacometti

    PersonagensAcessar
  • Francis-Marie Martinez de Picabia

    PersonagensAcessar
  • Luis Buñuel Portolés

    PersonagensAcessar
  • Marie Cermínová

    PersonagensAcessar
  • Méret Elisabeth Oppenheim

    PersonagensAcessar
  • Raymond Georges Yves Tanguy

    PersonagensAcessar
  • Paul Nash

    PersonagensAcessar

Surrealismo
(Surrealismo)

ORIGEM: França
 Movimento artístico e literário com início em Paris e posteriormente expandido para outros países. Tem o Dadaísmo como precursor. Influenciado pelas teorias psicanalíticas de Freud, incluiu o papel do inconsciente na atividade criativa. Rejeitou lógica da razão, e subverteu os valores burgueses. Durou de 1924 até 1930.

ARP, Hans
(Hans Peter Wilhem Arp)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1886 - Nasce em Estrasburgo, França.

  • 1900 - Ingressa na École des Arts et Métiers.

  • 1904 - Vai pela primeira vez à Paris, onde entra em contato com a pintura moderna e publica suas poesias pela primeira vez.

  • 1905 - Começa a estudar na Kunstschule, em Weimar, Alemanha.

  • 1908 - Retorna à Paris, onde ingressa na Académie Julian.

  • 1911 - Torna-se membro fundador do grupo de artistas suíços Der Moderne Bund, ao lado de Oscar Lüthy e Walter Helbig.

  • 1912 - Conhece Kandinsky em Munique, e é convidado a expor com o Blaue Reiter Group, pelo qual ele tinha grande fascínio.

  • 1913 - Participa da Erste deutsche Herbstsalon na galeria Der Sturm.

  • 1916 - É um dos membros fundadores do movimento dadaísta.

  • 1920 - Participa de uma exposição dadaísta, em Colônia, ao lado de Max Ernst. No mesmo ano, colabora em mais publicações do conteúdo vanguardista, com poemas e collages.

  • 1922 - Casa-se com Sophie Taeuber, que conheceu em 1915 e com quem realizou diversos trabalhos de collage e esculturas.

  • 1931 - Quebra com o movimento surrealista, une-se ao Cercle et Carré e torna-se membro fundador do Abstraction-Création.

  • 1942 - Muda-se para Zurique por conta da Segunda Guerra.

  • 1949 - Vai para Nova York, onde ocorre uma exposição individual de suas obras na Galeria Buchholz.

  • 1954 - Recebe o Grande Prêmio de Escultura da Bienal de Artes de Veneza.

  • 1958 - É realizada uma retrospectiva de sua obra no Museum of Modern Art em Nova York.

  • 1962 - Seus trabalhos são exibidos no Musée National d’Art Moderne, em Paris.

  • 1966 - Morre aos 79 anos, em Basileia, Suíça.

CHIRICO, Giorgio de
(Giorgio de Chirico)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1888 - Nasce em Vólos, Grécia.

  • 1900 - Ingressa no Instituto Politécnico de Atenas.

  • 1906 - Muda-se para Munique e ingressa na Academia de Belas Artes, onde entra em contato com a arte de Arnold Böcklin e Max Klinger e os escritos de Friedrich Nietzsche e Arthur Schopenhauer.

  • 1910 - Muda-se para Florença, onde pinta The Enigma of an Autumn Afternoon, o primeiro da série Metaphysical Town Square.

  • 1912 - Exibe seus trabalhos no Salon d'Automne, em Paris e no Salon des Indépendants nos dois anos seguintes.

  • 1916 - Conhece Filippo de Pisis e Carlo Carrà, juntos eles formam um grupo que mais tarde ficaria conhecido como Scuola Metafisica.

  • 1918 - Muda-se para Roma, onde ocorre a primeira exposição individual de seus trabalhos na Casa d'Arte Bragaglia.

  • 1919 - Publica um artigo intitulado The Return of Craftsmanship na revista italiana Valori Plastici.

  • 1921 - É realizada uma exposição individual da obra de Chirico na Galleria Arte em Milão.

  • 1924 - Participa pela primeira vez da Bienal de Veneza.

  • 1925 - Casa-se com sua primeira esposa, a bailarina russa Raissa Gurievich e volta a Paris, onde expõe sua obra na Galerie de l'Effort Moderne.

  • 1926 - Participa de exposição na Galerie Paul Guillaume e, no ano seguinte, na Galerie Jeanne Bucher, ambas em Paris.

  • 1929 - Projetou cenários e figurinos para o balé Le Bal, de Sergei Diaghilevdo. No mesmo ano, é publicado seu livro Hebdomeros, The Metaphysician.

  • 1930 - Casa-se com a russa Isabella Pakszwer Far.

  • 1932 - Muda-se para a Itália com sua esposa.

  • 1939 - Começa a desenvolver um estilo neobarroco, influenciado por Peter Paul Rubens.

  • 1974 - É eleito membro da Académie des Beaux-Arts de Paris.

  • 1978 - Morre aos 90 anos em Roma, Itália.

DALÍ, Salvador
(Salvador Dalí i Domènech)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1904 - Nasce em Figueras, Catalunha.

  • 1916 - Entra em contato com a pintura impressionista após conhecer a família do pintor Ramón Pichot. No mesmo ano, recebe aulas de Juan Núñez na Escola Municipal de Desenho em Figueras.

  • 1919 - Funda a revista Studium com um grupo de amigos, na qual eram publicados poemas, ilustrações e artigos sobre obras de arte.

  • 1922 - Vai morar na Residencia de Estudiantes em Madri, onde ingressa na Real Academia de Bellas Artes de San Fernando (da qual é expulso em 1926).

  • 1924 - Ilustra um livro pela primeira vez, uma publicação do poema Les Bruixes de Llers, de seu amigo Carles Fages de Climent.

  • 1925 - É realizada a primeira mostra individual de seus trabalhos, na Galeria Dalmau, em Barcelona.

  • 1926 - Visita Paris pela primeira vez, onde conhece Pablo Picasso e entra em contato com o cubismo.

  • 1927 - Faz colaborações para a revista L’Amic de les Arts.

  • 1928 - Entra em contato com o grupo de surrealistas, liderado por André Breton, ao qual se junta oficialmente no ano seguinte.

  • 1929 - Participa na realização do curta-metragem Un Chien Andalou, de Luis Buñuel.

  • 1930 - Colabora novamente com Luis Buñuel, dessa vez no filme L'Âge d'Or.

  • 1931 - Pinta uma de suas obras surrealistas mais famosas, La persistència de la memòria.

  • 1934 - É publicado Les Chants de Maldoror de Lautréamont, com ilustrações de Dalí. Nesse mesmo ano, casa-se com Gala, com quem já vivia desde 1929.

  • 1936 - Participa da International Surrealist Exhibition, em Londres.

  • 1938 - Suas obras são expostas na Exposition Internationale du Surréalisme, organized por André Breton e Paul Eluard, na Galerie Beaux-Arts em Paris.

  • 1939 - É expulso do grupo surrealista por André Breton.

  • 1940 - Com o início da Segunda Guerra, muda-se para os EUA, onde permanece por oito anos.

  • 1945 - Trabalha com Alfred Hitchcock em Spellbound, onde projeta o cenário de uma sequência onírica do filme.

  • 1974 - É fundado o Teatre-Museu Dalí em Figueras.

  • 1989 - Morre aos 84 anos, em Figueras, Catalunha.

NASH, Paul
(Paul Nash)

 
 CRONOLOGIA: 
  • 1889 - Nasce em Londres, Inglaterra.

  • 1901 - Estuda na Escola Politécnica de Chelsea.

  • 1910 - Entra para a Slade School of Art, onde conhece Ben Nicholson, Stanley Spencer, Mark Gertler, William Roberts e Dora Carrington, entre outros.

  • 1912 - Participa de algumas exibições de arte, onde expõe seus trabalhos fortemente influenciados pela poesia de William Blake, e pelas obras de Samuel Palmer e Dante Gabriel Rossetti.

  • 1914 - Casa-se com Margareth Odeh.

  • 1917 - Se alista no exército, no regimento das forças especiais Artists' Rifles. No mesmo ano, começa a trabalhar na tela The Ypres Salient at Night.

  • 1920 - Participa da primeira exposição da Sociedade de Entalhadores de Madeira, onde se torna amigo de Eric Fitch Daglish.

  • 1926 - É publicado Seven pillars of wisdom, de T.E. Lawrence, com ilustrações de Nash.

  • 1932 - É convidado a ilustrar um livro de sua escolha, e decide por The Garden of Cyrus e Urn Burial, de Sir Thomas Browne.

  • 1933 - Funda o grupo Unit One, que conta com os artistas Henry Moore, Barbara Hepworth, Ben Nicholson, Edward Wadsworthand e o crítico Herbert Read.

  • 1936 - Participa da Exibição Surrealista Internacional, realizada em Londres.

  • 1946 - Morre aos 57 anos, vítima de insuficiência cardíaca, em Boscombe, Inglaterra.

Ooops!
Não encontramos resultados
com essa pesquisa.