Dicionário Aegis de Design

(Resultado para Arthur Liberty e suas conexões)

LIBERTY, Arthur
(Arthur Liberty)

ATUAÇÃO: Empresária(o)
 O nome de Liberty era também bastante conhecido na França. O designer Ernest Duez escreveu, em 1895: “É incrível como os compradores acorrem, em massa, às lojas Maple e Liberty. E têm razão: lá encontram móveis e tecidos que ainda não se vêem em lugar nenhum (...)”
TSCHUDI-MADSEN, Stephan.[1956]
The Art Nouveau Style.
New York, Dover Publications, 2002.
 CRONOLOGIA: 
  • 1843 - Nasce em Chesham, Inglaterra.

  • 1859 - Aos 16 anos começa a trabalhar como ajudante de seu tio, um vendedor de rendas.

  • 1862 - Arthur rejeita o aprendizado em tecelaria, preferindo ir trabalhar para a loja Farmer & Rogers’ Great Shawl & Cloak Emporium, especializada em moda feminina, onde rapidamente se torna gerente. No mesmo ano, visita a Grande Exposição Internacional, aonde se apaixona pela arte japonesa, principalmente

  • 1864 - Arthur torna-se gerente da Oriental Warehouse, uma divisão do Emporium para as obras e objetos do Japão e Oriente Médio. Nos anos que se seguem, Arthur conhece e se aproxima de grandes artistas como Leighton, Burne-Jones, Rossetti, Whistler, e William Morris.

  • 1875 - Após ter um projeto de parceria rejeitado por Farmer & Rogers, pega um empréstimo de 2000 libras e funda sua própria loja, Liberty & Co. em Londres, na 218A Regent Street, com apenas três funcionários. Especializa-se na venda de ornamentos, tecidos e objetos de arte do Japão e Oriente Médio.

  • 1877 - Com o rápido crescimento e popularidade de sua loja, Arthur quita o empréstimo feito e expande a área de seu negócio, comprando o resto da propriedade em 218 Regent Street.

  • 1885 - Cada vez maior e mais reconhecida, Liberty & Co. torna-se a loja mais elegante e interessante para se comprar roupas e decorações em Londres, com uma clientela exótica que incluía famosos nomes como os artistas integrantes do movimento Pré-Rafaelita, com inúmeros setores para cada tipo de item e com

  • 1913 - Arthur é condecorado cavaleiro em reconhecimento por sua ampla contribuição e incentivo para as artes aplicadas e decorativas da Inglaterra. Neste ano se aposenta da administração ativa da loja.

  • 1917 - Morre, aos 64 anos, em Buckinghamshire, Inglaterra.

Japonismo
(Japonismo)

ORIGENS: França, Reino Unido
 A palavra ‘Japonismo’ foi cunhada em 1872 pelo autor e colecionador francês, Philippe Burty, para “designar um novo campo de estudos relacionado à arte, à história e à etnografia inspirado pela arte japonesa”. Para os olhos saturados pelo Neoclassicismo e pelo renascimento Gótico, então em plena voga, a arte japonesa era muito mais do que uma mera novidade visual refrescante. Todavia, é enganoso usar a palavra ‘Japonismo’ como se tratasse apenas de um fenômeno francês".
LAMBOURNE, Lionel. [2005]
Japonisme. Cultural crossings between Japan and the West.
London, Phaidon Press, 2011.

Art Nouveau
(Art Nouveau)

ORIGENS: Bélgica, França
 Estilo universal de design que emergiu na Europa na década de 1880. Inspirado no movimento Arts and Crafts, rejeita o historicismo e por essa razão é descrito como o primeiro estilo moderno e internacional. Durou de 1880 até 1910.

Movimento Estético
(Movimento Estético)

KNOX, Archibald
(Archibald Knox)

 1864 - 1933
 CRONOLOGIA: 
  • 1864 - Nasce Archibald, quinto filho da família Knox, na Ilha de Man, Reino Unido.

  • 1878 - Inicia seus estudos na Douglas School of Art.

  • 1884 - Começa a atuar como professor na Douglas School of Art.

  • 1892 - Especialista em ornamentos celtas, é premiado em um concurso de design de ornamentos históricos.

  • 1893 - Publica Ancient crosses in the Isle of Man na revista The Builder.

  • 1896 - Publica Isle of Man as a Sketching Ground, na prestigiosa revista The Studio.

  • 1897 - Aproxima-se, provavelmente nesta data, da Liberty & Co. que comercializa suas criações sem lhe dar crédito.

  • 1899 - A Liberty & Co. participa da Arts & Crafts Exhibition. Muitos dos produtos exibidos são criações (anônimas) de Knox.

  • 1900 - Começa a lecionar na recém aberta Kingston School of Art.

  • 1902 - Introduz a linha céltica de produtos na Liberty & Co., sendo um dos principais expoentes do Renascimento Celta.

  • 1903 - A Liberty & Co. participa da Arts & Crafts Exhibition com diversos produtos de Knox. Está no auge de sua carreira.

  • 1912 - Renuncia ao posto de professor da Kingston School of Art após críticas a seu método de ensino. Seus alunos abandonam a escola em protesto e fundam a Knox Guild of Craft & Design.

  • 1912 - Deixa a Inglaterra e vai tentar a sorte na Filadélfia, nos Estados Unidos.

  • 1913 - Projeta tapetes para a Bromley & Co., firma da Filadélfia e ensina na Pensilvânia. Mas, incapaz de obter um bom posto nos Estados Unidos, regressa para a Ilha de Man.

  • 1933 - Morre na Ilha de Man aos 69 anos. Em sua lápide, a inscrição: "Archibald Knox, Artista, humilde servo do Senhor no sacerdócio do Belo".

BEARDSLEY, Aubrey
(Aubrey Beardsley)

ATUAÇÃO: Ilustrador(a)
 Parece existir em sua obra um espírito curioso, bizarro, que evoca o Japão, algo de sortilégio e de grotesco, tal como o sonho provocado pelo ópio."
CRANE, Walter. Apud DEMPSEY, Amy. [2003]
Estilos, escolas e movimentos.
São Paulo, Cosac Naify.
 CRONOLOGIA: 
  • 1872 - Nasce em Brighton, na Inglaterra.

  • 1883 - Ganha reconhecimento muito cedo ao participar de concertos de piano com a irmã Mabel, tendo apenas 11 anos de idade.

  • 1885 - Começa a esboçar seus primeiros desenhos e caricaturas que são divulgados pelo jornal de sua escola, o Bristol Grammar School Past and Present.

  • 1885 - Descobre o amor pelo teatro. Escreve sua primeira peça na qual contracena com seus colegas de escola.

  • 1888 - Vai trabalhar em um escritório de arquitetura e, depois, na firma de seguros Guardian Life and Fire Insurance Company.

  • 1891 - Aconselhado por Sir Edward Burne-Jones e por Pierre Puvis de Chavannes, começa a encarar a arte como profissão.

  • 1892 - Inscreve-se nos cursos da Westminster School of Art. Começa a criar as ilustrações para Le Morte d'Arthur, de Sir Thomas Malory.

  • 1893 - Faz a primeira apresentação de suas ilustrações no The Journal.

  • 1894 - Ilustra o livro Salomé, de Oscar Wilde, seu amigo íntimo.

  • 1894 - Ajuda a fundar a revista The Yellow Book, onde começa a trabalhar como Editor de Arte.

  • 1895 - É afastado injustamente do cargo de editor do The Yellow Book. Trabalha, sucessivamente, para as revistas The Savoy e The Studio.

  • 1896 - Faz ilustrações satíricas para uma publicação do livro Les Liaisons Dangereuses, de Chordelos de Laclos.

  • 1896 - Ganha notoriedade com a publicação de The Rape of the Lock. Divulga sua polêmica ilustração de Lysistrata, de Aristófanes.

  • 1897 - Com o agravamento de seu estado de saúde – e com medo da morte -, converte-se ao Catolicismo e ordena a seu Editor que queime todos os seus trabalhos profanos, (no que é desobedecido).

  • 1898 - Morre precocemente aos 25 anos, vítima de tuberculose, em Menton, França.

DRESSER, Christopher
(Christopher Dresser)

ATUAÇÕES: Designer, Teórica(o)
 Chistopher Dresser foi um Vitoriano de origem humilde que rompeu as fronteiras dos privilégios de classe para reivindicar seu lugar como o primeiro designer da era industrial a ter o lar como prioridade. A mensagem de Dresser era de que bens baratos e acessíveis não precisavam ser feios."

LYONS, Harry. [2005]
Christopher Dresser: The People's Designer.
London, Antique Collectors' Club.
 CRONOLOGIA: 
  • 1834 - Nasce em Glasgow, Escócia.

  • 1847 - Começa a estudar na Government School of Design em Londres, onde conhece artistas notáveis da época como Henry Cole, Richard Redgrave e seu mentor, Owen Jones

  • 1854 - Começa a lecionar botânica na Government School of Design

  • 1856 - Contribui com a placa XCVIII para a famosa publicação A Gramática do Ornamento de Owen Jones e seguiu estudando sobre botânica, chegando a publicar livros do assunto

  • 1859 - Recebe um doutorado no campo de botânica da Universidade de Jena, Alemanha por suas contribuições

  • 1860 - Abre um estúdio de design

  • 1862 - Publica um manifesto de design chamado A Arte do Design Decorativo; expõe seus trabalhos na Exibição Internacional de Londres

  • 1876 - Se torna o primeiro designer europeu a ser enviado ao Japão pelo governo britânico levando um presente para o recém-inaugurado Museu Nacional em Tokyo. Lá aprofunda seu conhecimento e interesse pelas formas e arte japonesa e aprende novas técnicas de manufatura e criação

  • 1880 - Abre sua Art Furnishers' Alliance no centro do distrito de luxo em Londres, próxima a outras grandes companias como Morris & Co., Liberty's, The Fine Art Society e a Grosvernor Gallery

  • 1883 - A compania de Dresser fecha devido a problemas financeiros e sua saúde declinante

  • 1904 - Morre aos 70 anos, em Mulhouse, França

HERTER, (irmãos)
(Christian e Gustave Herter)

ATUAÇÕES: Designer, Decorador(a)
 1895 - 1966
 CRONOLOGIA: 
  • 1830 - Nasce Gustave, em Stuttgart, Alemanha.

  • 1839 - Nasce Christian, em Stuttgart, Alemanha.

  • 1848 - Gustave se muda para Nova York e começa a trabalhar por conta própria, seguindo os passos de seu pai, um habilidoso marceneiro.

  • 1853 - Gustave ganha notoriedade ao expor um belíssimo aparador entalhado em madeira no Palácio de Cristal.

  • 1859 - Christian, também tendo estudado a arte do pai, se muda para Nova York onde começa a trabalhar com seu irmão.

  • 1864 - Mudam o nome de sua empresa para "Irmãos Herter". A mesma se torna lider no mercado de decoração de interiores e mobiliário, atendendo aos novos gostos de ricos americanos.

  • 1868 - Decoram o interior de várias salas e galerias do Museu Mansão Lockwood-Mathews em Connecticut.

  • 1869 - Decoram o Salão Vermelho da Casa Branca durante o mandato do presidente americano Ulysses S. Grant.

  • 1870 - Gustave deixa a empresa e volta para a Alemanha, passando a administração da Irmãos Herter para as mãos de Christian.

  • 1879 - Christian decora o interior da mansão do executivo William Vanderbilt na Quinta Avenida.

  • 1881 - Christian se aposenta e se muda para Paris, onde passa a se dedicar a pintura. Pouco tempo depois, retorna a Nova York.

  • 1883 - Christian morre aos 44 anos em Nova York, Estados Unidos.

  • 1892 - Gustave volta para Nova York.

  • 1898 - Gustave morre aos 68 anos em Nova York, Estados Unidos.

TIFFANY, Louis Comfort
(Louis Comfort Tiffany)

 1848 - 1933
 CRONOLOGIA: 
  • 1848 - Nasce em Nova York, nos EUA.

  • 1866 - Volta para Nova York após se formar na Eagleswood Military Academy, em New Jersey, e inicia seus estudos de pintura sob a tutela de George Inness.

  • 1870 - Visita a Europa e o Norte da África, primeiro na companhia do artista Robert Swain Gifford; e depois com Gifford e seu amigo, também artista, Samuel Colman no inverno seguinte.

  • 1871 - Torna-se membro associado da National Academy of Design.

  • 1879 - Junta-se a Candace Wheeler, Samuel Colman e Lockwood de Forest, para fundar a Louis Comfort Tiffany and Associated American Artists.

  • 1881 - Faz a decoração de interior da Mark Twain House, em Hartford, Connecticut.

  • 1882 - É contratado, a pedido do então presidente Chester A. Arthur, para fazer a decoração de ambientes da White House.

  • 1885 - Registra a empresa Tiffany Glass and Decorating Company, posteriormente conhecida como Tiffany Studios.

  • 1893 - Monta uma nova fábrica chamada Stourbridge Glass Company (posteriormente conhecida como Tiffany Glass Furnaces) localizada em Corona, Queens, Nova York.

  • 1895 - Suas obras são exibidas na galeria de Samuel Bing, L'Art Nouveau, em Paris.

  • 1900 - Expõe seus vitrais The Four Seasons, (que lhe rendem uma medalha de ouro) na Exposition Universelle, em Paris.

  • 1902 - Torna-se Diretor de Arte da Tiffany & Co., empresa de joias fundada por seu pai, Charles Lewis Tiffany.

  • 1918 - Funda a Louis Comfort Tiffany Foundation, um retiro de verão para jovens artistas e artesãos, que funcionaria em sua casa, Laurelton Hall, em Long Island, NY.

  • 1933 - Morre aos 84 anos em Nova York, nos EUA.

JONES, Owen
(Owen Jones)

 1809 - 1874
 CRONOLOGIA: 
  • 1809 - Nasce em Londres, Inglaterra

  • 1825 - Começa a estagiar para o arquiteto Lewis Vulliamy

  • 1829 - Começa seus estudos em arquitetura na Academia Real

  • 1832 - Após se formar na Academia Real, embarca em seu Grande Tour para estudar a policromia na antiga arquitetura grega. Passa pela Itália, Grécia, Egito, Turquia e finalmente chega à Espanha acompanhado de Jules Goury, onde juntos estudam a decoração islâmica de Alhambra

  • 1836 - Começa a publicar o fruto de seus estudos chamado Plans, Elevations, Sections and Details of the Alhambra, dividido em 12 partes. Leva quase dez anos para lançar todas.

  • 1851 - É encarregado da decoração e disposição das obras e exibições na Grande Exposição de 1851

  • 1854 - Fica responsável, justamente de Matthew Digby Wyatt, pela decoração e organização do Palácio de Cristal em Sydenham, onde criam uma série de Quadras de Belas Artes que levariam os visitantes em uma jornada através da história do design e da ornamentação

  • 1856 - Publica sua mais famosa obra, o livro A Gramática do Ornamento

  • 1864 - Por seus conhecimentos de arte moura e árabe, é contratado para desenhar os interiores do palácio do Vice-rei do Egito, Ismail Pasha, no Cairo, no que Jones descreve como "O maior triunfo de sua vida"

  • 1874 - Morre aos 65 anos, em Londres, Inglaterra.

Ooops!
Não encontramos resultados
com essa pesquisa.