DICIONÁRIO

REFERÊNCIAS

  • WAGNER, Otto

  • WAGNER, Otto

    Otto Wagner (1841-1918)

    MOVIMENTOS RELACIONADOS

    ATUAÇÕES

    • Arquiteto
    • Designer de Móveis

    CRONOLOGIA

    • 1841 - Nasce em Penzing.
    • 1857 - Começa os estudos de Arquitetura aos 16 anos, no Instituto Politécnico de Viena.
    • 1860 - Ao terminar os estudos em Viena, vai a Berlim para estudar na Academia Real de Arquitetura, a Bauakademie. Lá ele é orientado por Carl Ferdinand Busse, um classicista, e retorna no ano seguinte para estudar na Academia de Belas Artes de Viena, tornando-se logo após um dos arquitetos da firma de Ludwig von Föster. Assim, descrevia seu estilo como "um tipo de Renascença livre".
    • 1868 - Seu projeto para a Sinagoga Ortodoxa na Rumbach Street, em Budapeste, é selecionado em uma competição.
    • 1874 - Começa a construir muitos edifícios em Viena.
    • 1880 - Passa também a, além de construir, financiar seus projetos. Dois anos depois, por exemplo, projeta um prédio luxuoso em Viena- próximo ao parlamento- unindo beleza e função dentro dele.
    • 1886 - Constroi a primeira Villa Wagner, projeto de uma casa de campo que fez para si, contendo detalhes inspirados no neoclássico inspirados por Palladio
    • 1894 - É nomeado como o conselheiro artístico do sistema do novo sistema de transporte de Viena, Stadtbahn, projetando pontes, viadutos e estações. Por causa da demanda, contrata mais setenta artistas e designers para ajudarem nos projetos, incluindo Joseph Maria Olbrich e Josef Hoffmann.
    • 1897 - Se associa à Secessão Vienense.
    • 1899 - Termina de construir seu projeto da estação Karlsplatz.
    • 1905 - Deixa a Secessão, publica novas edições do seu livro Modern Architecture e de mais três volumes: Sketches, Projects, Constructions.
    • 1910 - Torna-se Vice-Reitor da Academia de Belas Artes de Viena.
    • 1912 - Propõe a construção de um Museu Municipal em Viena para homenagear Franz-Joseph, imperador da Áustria. Entretanto, seu projeto foi interrompido por causa da 1ª Guerra Mundial, em 1914.
    • 1916 - Após vender sua primeira casa de campo em 1911, acaba vendendo a segunda, que havia sido construída em 1912 para sua esposa.
    • 1918 - Morre em Viena.

    OBRAS

    Vila Wagner I, 1886.

    Austrian Postal Savings Bank, 1912.

    Wagner Armchair, 1899.

    Interior e altar da Igreja de São Leopoldo, 1907.

    A respeito da utilização das imagens leia o tópico Direitos de Propriedade Intelectual na página Termos de Uso.

  • Secessão Vienense

  • Secessão Vienense

    Joseph Maria Olbrich
    Salão da Secessão, 1897.

    MOVIMENTOS RELACIONADOS

    Nossas visões culminam no reconhecimento da necessidade de deixar a vida artística em Viena mais conectada com o desenvolvimento da arte no exterior, e deixar as exibições em um nível puramente artístico, livre de quaisquer considerações comerciais; despertando assim de maneira mais ampla uma visualização mais moderna e pura da arte; e finalmente, de aumentar o interesse pela arte politicamente.”

    KLIMT, Gustav.

    OBRAS

    Gustav Klimt
    Adele Bloch-Bauer I, 1907.

    Otto Wagner
    Estação Karlsplatz, em Viena; 1894-1899.

    Gustav Klimt
    Schubert ao Piano, 1899. (Destruído em 1945)

    Joseph Maria Olbrich
    Loja de Departamento, em Dusseldorf.

    A respeito da utilização das imagens leia o tópico Direitos de Propriedade Intelectual na página Termos de Uso.

  • HOFFMANN, Josef Franz Maria

  • HOFFMANN, Josef Franz Maria

    Josef Hoffmann (1870 - 1956)

    MOVIMENTOS RELACIONADOS

    ATUAÇÕES

    • Arquiteto
    • Designer de Jóias
    • Designer de Produto
    • Designer Têxtil

    É difícil para mim escrever sobre Josef Hoffmann, posto que me oponho em absoluto à direção que vem sendo tomada hoje pelos artistas mais jovens, e não apenas em Viena. A tradição para mim é tudo – a imaginação sem freio fica em segundo lugar. Aqui [no entanto] temos um artista dono de uma imaginação grandiosa, capaz de atacar as antigas tradições, e até mesmo eu sou forçado a admitir que com êxito.

    Adolph Loos, 1898

    CRONOLOGIA

    • 1870 - Nasce em uma família de classe média na cidade de Pirnitz, Morávia (atual República Tcheca).
    • 1887 - Vence a resistência do pai, que preferiria vê-lo advogado, e obtém permissão para estudar Arquitetura na Höhere Staatsgewerbeschule (espécie de escola técnica) de Brünn. Gradua-se na instituição no ano de 1891.
    • 1892 - É admitido como aluno pela Akademie der bildenden Künste [Academia de Belas Artes de Viena], onde dá continuidade a seu treinamento. Frequenta as aulas de Karl von Hasenauer, expoente da arquitetura historicista, e Otto Wagner, que viria a ser um dos maiores influenciadores de sua obra.
    • 1895 - Funda — com Koloman Moser, Joseph Maria Olbrich e Carl Otto Czeschka, entre outros — o Siebner Club [Clube dos Sete], embrião do que viria a ser a Secessão Vienense. Seus membros reuniam-se para discutir tendências na arquitetura e na arte. No mesmo ano, o projeto de graduação de Hoffmann vence o Grand Prix, o que lhe possibilita permanecer por um período na Itália.
    • 1897 - Tendo retornado ao Império Austro-Húngaro, ingressa na firma arquitetônica de Otto Wagner e funda, em parceria com outros artistas, a Secessão de Viena. Figura central dentro do grupo, participa ativamente da publicação Ver Sacrum e como designer de exposições. Casa-se no ano seguinte com Anna Hladik, com quem teria um filho, Wolfgang.
    • 1899 - Aos 29 anos, assume como professor na Kunstgewerbeschule [Escola de Artes Aplicadas] de Viena. Até sua aposentadoria, em 1936, lecionaria nos departamentos de Arquitetura, Trabalhos em Metal, Esmaltaria e Artes Aplicadas.
    • 1900 - Tem lugar a Exposição Universal de Paris, para a qual Hoffmann projetara as salas da Kunstgewerbeschule e da Secessão Vienense. No mesmo ano viaja para o Reino Unido, onde conhece Charles Rennie Mackintosh e visita a guilda de Charles Ashbee. A importância desse contato direto com o Arts & Crafts se faria evidente na Wiener Werkstätte, estabelecida três anos depois.
    • 1903 - Fundação da Wiener Werkstätte, uma associação de caráter colaborativo entre artistas e artesãos. Financiada por Fritz Waerndorfer, e tendo por co-diretores artísticos Hoffmann e Koloman Moser, a empreitada tinha por objetivo conferir às artes decorativas o mesmo prestígio de que tradicionalmente gozavam as belas artes. O conceito da oficina prospera e expande-se com a fundação posterior da Deutscher Werkbund (1907) e da Österreichischer Werkbund (1912).
    • 1905 - Josef Hoffmann abandona a Secessão de Viena. Recém-inaugurado o edifício que projetara para abrigar o Sanatório Purkersdorf (1904), recebe a encomenda de um design para o Palais Stoclet, em Bruxelas, um dos marcos de sua carreira arquitetônica. Outros trabalhos importantes viriam a ser o interior da casa de shows avant-garde Cabaré Fledermaus (1907); a Casa Hochstetter (1907); a Villa Ast (1911); e a Villa Skywa-Primavesi (1916).
    • 1920's - Interessa-se especialmente pela construção de habitações populares, em meio à severa crise habitacional que se seguiu à Primeira Guerra Mundial. O maior desses projetos habitacionais, na Laxenburger Strasse, 94, seria inaugurado no ano de 1932.
    • 1932 - Debilitada após a Primeira Guerra e a Grande Depressão de 1929 — especialmente devastadora para Alemanha e Áustria —, a Wiener Werkstätte encerra suas atividades.
    • 1936 - Torna-se professor emérito na Akademie der bildenden Künste. No anos seguintes, participa da Exposição Internacional de Paris (1937) e projeta novos interiores para o Hotel Imperial em Viena. Depois da incorporação forçada da Áustria pela Alemanha Nazista, fica encarregado de adaptar a antiga Embaixada Alemã para uso como quartel general.
    • 1945 - Encerrada a Segunda Guerra Mundial, Hoffman volta a integrar a Secessão de Viena e atua como presidente da instituição por dois anos. Entre 1949 e 1953, projeta três complexos habitacionais de grandes dimensões, a serem alocados em Viena.
    • 1956 - Morre em seu apartamento em Viena, aos 85 anos.

    OBRAS

    Mansão Stoclet, 1911
    © Ministere de la Region de Bruxelles-Capitale

    Mansão Stoclet (interior), 1911

    Sanatório Purkersdorf, 1904

    Stitzmachine (Confeccionada para o Sanatório Purkersdorf), c. 1905

    A respeito da utilização das imagens leia o tópico Direitos de Propriedade Intelectual na página Termos de Uso.

  • MOSER, Koloman

  • MOSER, Koloman

    Koloman Moser

    Koloman Moser (1868 - 1918)

    MOVIMENTOS RELACIONADOS

    ATUAÇÕES

    • Designer
    • Designer de Interiores
    • Designer de Jóias
    • Designer de Produto
    • Designer Gráfico
    • Pintor(a)

    Devemos dizer que ficamos muito impressionados quando entramos em contato pela primeira vez com este desenho feito por Kolo Moser, o qual foi o artista mais ativo na crescente arte de decoração de Viena por volta de 1900. Como um jovem artista, Moser começou sua carreira como ilustrador, especialmente para revistas de moda, onde conheceu Gustav Klimt. [...] ele influenciou toda uma geração de criadores Austríacos."

    GILLIS, Eric.
    eg-fineart.com

    CRONOLOGIA

    • 1868 - Nasce em Viena.
    • 1885 - Começa a estudar desenho e pintura na Academia de Belas Artes, em Viena Bildenden.
    • 1886 - Ingressa na Malerschule Allgemeine, onde estuda pintura.
    • 1893 - Estuda Design Gráfico na Kunstgewerbeschule, em Viena.
    • 1895 - Termina o curso de Design Gráfico e começa a trabalhar como freelancer, fazendo peças gráficas para editoras e influenciando as tendências progressistas de arte da sua época, produzindo objetos desenhados em vidro, móveis, metal e joias, bem como artigos de couro, têxteis, encadernações de livros e brinquedos infantis.
    • 1897 - Funda a Secessão Vienense, juntamente com Josef Hoffmann, Otto Wagner, Adolf Loos, Joseph Maria Olbrich e Gustav Klimt.
    • 1889 - Começa a trabalhar como professor, mas apenas recebe o cargo efetivo no ano seguinte, na Escola de Artes Aplicadas de Viena.
    • 1903 - Deixa a Secessão Vienense e junta-se novamente a Hoffman, e agora a Fritz Waernodorfer, e co-funda a Wiener Werkstatte, baseando-se no movimento de Arts and Crafts Britânico. A ideia seria fazer com que as artes plásticas e as artes decorativas e aplicadas estivessem sendo vista de maneira igualitária.
    • 1904 - Torna-se editor da revista chamada Ver Sacrum, tendo realizado por volta de 140 ilustrações, porém deixa o cargo para dar lugar a Klimt.
    • 1906 - Casa-se com Editha Mauthener von Markhof, herdeira de uma família de industrialistas que o ajuda com os empréstimos da Wiener Werkstatte, que na época passava por uma forte crise com uma dívida.
    • 1908 - Deixa a Wiener Werkstatte, por uma briga com Waernodorfer e passa a concentrar-se apenas em pintura.
    • 1911 - Apresenta pela primeira vez 53 de suas pinturas na Galerie Miethke, em Viena.
    • 1916 - Descobre que está com câncer.
    • 1918 - Morre em Viena.

    OBRAS

    Colar, 1904.

    Armchair (produzida juntamente com Josef Hoffman), 1903.

    Pôster para o Frommes Kalender, 1899.

    Vitral para a Igreja Steinhof em Viena.

    A respeito da utilização das imagens leia o tópico Direitos de Propriedade Intelectual na página Termos de Uso.

  • KLIMT, Gustav

  • KLIMT, Gustav

    Gustav Klimt (1862-1918)

    MOVIMENTOS RELACIONADOS

    ATUAÇÕES

    • Pintor(a)

    A obra de Klimt possui um equilíbrio e um diálogo único entre o refinamento sensível e decorativo e a morbidez de sua figuras, que pendem para o simbolismo. Os ornamentos aparentam ser simbólicos em diversos momentos, criando ritmos nos elementos de cinzas e pérolas pálidos e dourado e prata vívidos. A ornamentação foi o caminho escolhido pelo artista para criar uma atmosfera de sonho, onde as figuras não estão ligadas a nenhum tempo ou local, repleta de alegorias que estimulam a imaginação."

    CARMINI, Carolina
    © obvious magazine

    CRONOLOGIA

    • 1862 - Nasce Baumgarten, no território Austro-Húngaro .
    • 1876 - Dá início aos estudos de Pintura Arquitetônica na Vienna Kunstgewerbeschule
    • 1880 - Começa a receber juntamente com seu irmão, Ernst, e seu amigo, Franz Matxch, comissões para trabalharem e também para ajudar o professor deles a pintar murais para o Kunsthistorisches Museum, em Viena. O trio era denominado como "Companhia de Artistas".
    • 1886 - Decora o teto e as luminárias da escada do Burgtheater, em Viena.
    • 1888 - Projeta o Auditório do Antigo Burgtheater, em Viena.
    • 1893 - Decora o grande anfiteatro da Universidade de Viena.
    • 1894 - Pinta o quadro Portrait of a Lady.
    • 1897 - Se torna um dos fundadores da Secessão Vienense.
    • 1901 - Pinta o quadro Judith I, utilizando folhas de ouro. Esta pode ser considerada sua era de ouro.
    • 1904 - Colabora com artistas no Palais Stoclet, casa projetada por Josef Hoffmann para Adolphe Stoclet, onde pode ser considerado um dos maiores monumentos da era Art Nouveau.
    • 1908 - Realiza uma de suas obras mais famosas, O Beijo.
    • 1912 - Pinta o quadro Retrato de Adele Bloch-Bauer II. A mulher foi a esposa do insdustrialista Ferdinand Bloch-Bauer, o qual apoiava Klimt e patrocinava os trabalhos do artista.
    • 1915 - Produz a pintura Morte e Vita.
    • 1917 - Pouco antes de morrer, pinta o quadro Portrait of a Lady. A pintura representa uma mulher com quem Klimt teve um romance.
    • 1918 - Morre, em Viena.

    PERSONAGENS RELACIONADOS

    OBRAS

    Portrait of a Lady, 1917.

    Portrait of Adele Bloch-Bauer II, 1912.

    Pallas Athéna, 1898.

    Morte e Vita, 1915.

    A respeito da utilização das imagens leia o tópico Direitos de Propriedade Intelectual na página Termos de Uso.

  • OLBRICH, Joseph Maria

  • OLBRICH, Joseph Maria

    Josef Maria Olbrich

    Josef Olbrich em frente a sua casa em Darmstadt, 1901

    MOVIMENTOS RELACIONADOS

    ATUAÇÕES

    • Arquiteta(o)

    O colega de [Josef Maria] Olbrich, Josef Hoffmann, comentou que "Olbrich, uma verdadeira fonte de ideias e talvez de um romantismo demasiado, era um trabalhador colossal e criador incansável. Ele era obcecado pela música de [Richard] Wagner e teria adorado construir Valhalla. Era maravilhoso fantasiar com ele. Nenhuma tarefa era grande demais e não havia nada que ele não tentasse, ao menos na forma de um rascunho."

    KURDIOVSKY, Richard. [2005]
    In.: BRANDSTÄTTER, Christian (Ed). Vienna 1900: Art, Life and Culture.
    Nova York, The Vendome Press. p. 272.

    CRONOLOGIA

    • 1867 - Nasce no dia 22 de Dezembro em Troppau (Opava), então parte do império Austro-Húngaro e hoje território da República Tcheca. Frequenta uma escola local mas parte sem ter completado sua graduação.
    • 1882 - Matricula-se no departamento de construção civil da Staatsgewerbeschule (Escola Técnica Estatal) de Viena.
    • 1886 - Retorna a Troppau, onde trabalha para a firma de August Bartel.
    • 1890 - De volta a Viena, torna-se aluno da escola especial de arquitetura da Academia de Belas Artes, onde lecionava Carl von Hasenauer.
    • 1893 - Trabalha por alguns meses para o arquiteto vienense Otto Wagner, que assumira a cátedra de von Hasenauer.
    • 1894 - Vence o Prix de Roma, que custeia sua viagem de estudos à Itália. A viagem, entretanto, é logo interrompida: Wagner propõe a Olbrich que assuma como projetista chefe no planejamento e design da Stadtbahn (ferrovia) de Viena. Tendo aceitado a oferta de trabalho, retorna a Viena. Considera-se que várias das estações projetadas por Wagner podem ser coatribuídas a Olbrich, como o Hofpavillon em Schönbrunn e a estação Karlsplatz.
    • 1897 - Em parceria com um grupo de pintores, escultores e arquitetos, funda, no mês da Abril, a Secessão Vienense. A Secessão opunha-se à conservadora Künstlerhaus, associação artística oficial. Josef Olbrich viria a ser membro fundador também da Bund Deutscher Architekten [Associação de Arquitetos Alemães] (1903) e da Deutscher Werkbund (1907).
    • 1898 - Inauguração da sede da Secessão, projetada por Olbrich.
    • 1899 - Ernst Ludwig, grão-duque de Hessen, convida Josef Olbrich, Peter Behrens e outros artistas para formar uma colônia artística, assentada na colina de Mathildenhöhe, em Darmstadt. Olbrich desenvolve todos os edifícios da colônia, bem como o plano geral, o mobiliário, os jardins e a infraestrutura para as exibições. O foco arquitetônico ficaria por conta da casa de Ernst Ludwig, concluída no ano subsequente.
    • 1901 - Tem lugar na colônia a exibição Ein Dokument deutscher Kunst [Um documento da arte germânica], para a qual o arquiteto desenvolve uma série de estruturas temporárias. A mais interessante seria a galeria de pintura e escultura, cujo traçado dinâmico Olbrich revisitaria em sua entrada — vencedora do primeiro prêmio — para a competição pelo design da estação ferroviária de Basel, Suíça.
    • 1904 - Exibe seu trabalho na Louisiana Purchase Exposition, em St. Louis. Sua participação é um sucesso e atrai a atenção de vários arquitetos americanos, dentre os quais Frank Lloyd Wright.
    • 1906 - Período de apogeu do trabalho de Olbrich em Mathildenhöhe, com o design da Galeria de Exibições — blocada e formal, com tons classicistas — e da Torre Matrimonial, presente de casamento da cidade de Darmstadt para o grão-duque.
    • 1908 - Morre de leucemia no dia 8 de Agosto. Ele estivera trabalhando em duas importantes encomendas: a Casa Feinhals, em Cologne-Marienburg, e a loja de departamentos Tietz, em Düsseldorf, concluídas postumamente.

    OBRAS

    Estação Karlsplatz, 1898
    © Foto de Paul Barker Hemings, 2014

    Wiener Secessionsgebäude (Sede da Secessão Vienense), 1898

    Casa de Ernst Ludwig, 1901

    Torre Matrimonial, 1907

    A respeito da utilização das imagens leia o tópico Direitos de Propriedade Intelectual na página Termos de Uso.

  • SCHIELE, Egon

  • SCHIELE, Egon

    Egon Schiele (1890-1918)

    MOVIMENTOS RELACIONADOS

    ATUAÇÕES

    • Pintor(a)

    CRONOLOGIA

    • 1890 - Nasce em Tulln an der Donau, na Áustria.
    • 1906 - Schiele ingressa na Kunstgewerbeschule, a Escola de Artes e Ofícios de Viena. Entretando, é mandado logo em seguida para a Akademie der Bildenden Künste, também em Viena.
    • 1907 - Torna-se próximo de Klimt, que começa a apoiar e comprar seus desenhos, e é apresentado à Wiener Werkstätte.
    • 1909 - É convidado por Klimt para exibir seu trabalho na Kunstschau., uma exibição onde também encontravam-se obras de Edvard Munch, Jan Toorop e Vincent van Gogh.
    • 1910 - Começa a experimentar um estilo mais específico, através do qual se torna ainda mais conhecido: o nudismo.
    • 1912 - Muda-se para Neulengbach, onde é preso por ser acusado de seduzir uma jovem ainda menor de idade. Decide ir para lá devido aos valores mais baixos para alocação do seu estúdio.
    • 1915 - Casa-se com Edith Harms, esperando que ainda viva seu romance com Wally, sua modelo. Entretanto, é deixado por ela, que não aceita a proposta e fica com Edith.
    • 1917 - Após o serviço militar, Schiele volta à Viena, onde exibe seus trabalhos na 49ª Secessão no ano seguinte.
    • 1918 - Morre em Viena.

    OBRAS

    Auto-retrato.

    Walburga Neuzil in Black Stockings, 1913.

    Old Mill (Alte Mühle), 1916.

    Stein an der Donau II, 1913.

    A respeito da utilização das imagens leia o tópico Direitos de Propriedade Intelectual na página Termos de Uso.